Flamengo arranca virada e está na final da Champions League

Vitória sobre time argentino classifica time para a segunda final de sua história na competição continental

Uma vitória com a cara do Flamengo! Assim se resume a classificação do rubro-negro para a final da Champions League Américas que venceu o Instituto Córdoba da Argentina por 66 a 64 num maracanãzinho com sua torcida que não parou de acreditar em nenhum momento, depois do time virar o primeiro tempo com 20 pontos atrás do adversário.

O placar não é o costumeiro que o Flamengo coloca em seus adversários e o primeiro tempo foi literalmente para ser esquecido com o time pontuando somente 21 pontos que contou com uma boa marcação do time argentino na defesa e dificultava o ataque rubro-negro.

A reação foi toda no segundo tempo sob o comando da dupla experiente Marquinhos e Olivinha que assumiram a responsabilidade e partiram para cima dos argentinos e conseguiram colaborar para que o ataque funcionasse bem e na defesa anular qualquer possibilidade do Instituto disparar, tanto que eles fizeram 23 pontos na segunda etapa.

O time argentino havia eliminado o Flamengo ano passado nas semifinais da Sul-americana vencendo a série no Rio e depois de vencer por duas vezes na fase de grupos, o rubro-negro venceu a primeira na Argentina e a segunda em casa para carimbar a vaga na final.

Torcida especial: Filipe Luis, Gabigol e Jorge Jesus foram prestigiar time de basquete do Flamengo. Crédito: Bruno Neves Lopes/EAZ

“Tivemos um primeiro tempo muito ruim e eles fizeram uma defesa e nos anularam. No intervalo, o Gustavinho conversou com a gente e acertamos o time. Voltamos a fazer a marcação que tivemos na Argentina e a vitória foi possível. Tenho que agradecer aos meus companheiros que me colocam na melhor posição e conseguir ter uma boa atuação e chegar a final” – Comentou Olivinha que foi o cestinha da partida com 20 pontos e ainda foi o maior reboteiro do time com 7 pontos.

Já Marquinhos, ficou satisfeito em chegar a sua segunda final da “libertadores do basquete”.

“Essa é uma equipe que treina muito esses tipo de situações e soubemos manter a calma. Soubemos tirar a adversidade e fizemos história pelo Flamengo! Tenho uma linda história por aqui e será minha segunda final pelo clube que me identifico” – Comentou.

Para o técnico Gustavo de Conti será a sua primeira final de um torneio desse porte e a partida foi histórica para sua carreira onde ele nem lembra de uma vitória como essa.

“Eu não me lembro de um jogo assim contra um time argentino que é o segundo melhor do campeonato deles, 20 pontos atrás e uma vitória dessa. Não é normal jogar da forma como fizemos no primeiro tempo, ainda mais uma semifinal continental, mas partimos para luta e trouxemos a vitória” – Finalizou.

Adversário também será argentino

O adversário do Flamengo ainda está indefinido e será entre o San Lorenzo e o Quinsa e a série está empatada em 1 a 1, porém ainda sem data definida por conta da suspensão da Fiba dos jogos de basquete no mundo em virtude da pandemia de Covid19.

Avatar

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: