fbpx

Começa mais um circuito do Oi STU Open e as apostas dos possíveis vencedores já estão sendo feitas

Começa mais um circuito do Oi STU Open e as apostas dos possíveis vencedores já estão sendo feitas Vitoria Bassi começa sua temporada em busca da vaga olímpica. Crédito: Ludmila Villalba/EAZ

Nesse final de semana acontece a primeira etapa do Oi STU Open 2019, na SkatePark da Costeira, em Santa Catarina. Quem acompanhou o circuito em 2018 sabe como o nível de skate estava alto e concorrido. Esse ano não será diferente, já que no fim de 2019 será definida a seleção brasileira oficial que irá participar das Olimpíadas em 2020.

Os skatistas chegaram em Florianópolis para treinar há aproximadamente duas semanas, mas a pista da Costeira estava em reforma, então tiveram que se contentar e treinar nas outras diversas skateparks que a cidade oferece.

Se fosse para apostar no pódio masculino, falaria do atual campeão mundial Pedro Barros que, além de ser um fenômeno no esporte, mora em Floripa e tem intimidade com as pistas de lá; o paulista Luiz Francisco que tem se destacado no cenário brasileiro e nas competições lá fora, como o Vans Park Series e, por último, o skatista de 16 anos que foi revelação em 2018, Pedro Quintas, que ganhou a etapa de São Paulo e se manteve bem colocado no Oi STU Open, finalizando o ano em primeiro lugar do ranking. Vale lembrar que os três atletas fazem parte da Seleção Brasileira de 2019 e contam com o suporte do Comitê Olímpico Brasileiro. Além deles, outros atletas podem se destacar, como o Matheus Mello, que esteve em sua melhor forma ano passado e esse ano se tornou atleta profissional e o catarinense Héricles Fagundes, que tem se esforçado bastante e também faz parte da seleção.

Já na categoria feminina, não posso deixar de fora o trio de amigas Yndiara Asp, Dora Varella e Isadora Pacheco. As três são os principais nomes do skate feminino brasileiro da atualidade e têm grande destaque no cenário internacional. Estão sempre entre as primeiras nas etapas do mundial Vans Park Series e no STU não tem sido diferente. Mas também não podemos deixar de fora a paulista de apenas 11 anos, Vitória Bassi. Apesar da pouca idade, a skatista não se intimida com a experiência das mais velhas e a cada competição tem mostrado um alto nível de skate. As quatro meninas também integram a Seleção Brasileira de 2019.

Agora só resta esperar o campeonato e conferir se as minhas apostas estão certas. O Esportes de A à Z não está presente fisicamente nessa etapa, mas estará acompanhando tudo de longe. Boa sorte a todos!

Última modificação emSexta, 25 Janeiro 2019 18:02