fbpx

Marcio Villar conta por que não conseguiu dobrar a Arowhead esse ano

Marcio Villar conta por que não conseguiu dobrar a Arowhead esse ano Marcio Villar conta em detalhes o que aconteceu nessa edição. Crédito: Ricardo Dungó/EAZ

Foi numa nevasca de -55c que só acontece uma vez a cada vida que foi realizada entre 28 e 30 de janeiro a arrowhead, considerada uma das ultramaratonas mais difíceis do mundo onde o atleta tem que percorrer 217 km por uma trilha na neve cercado por eucaliptos. Foi nesse cenário que os cariocas que Diego Costa e Marcio Villar tentaram completar a prova e acabam frustados com o excesso de frio que poderiam ter levado eles a morte.

Marcio em especial tinha um sonho de fora vencer os 217 km da competição oficial, dobrar a distância para ser o primeiro do mundo a ter dobrar as principais competições de ultramaratonas de ambiente extremos do mundo e essa em especial, foi a única que conseguiu. Mas o sonho foi adiado por mais um ano! Veja a explicação dele no vídeo abaixo contando como foi a experiência nessa tentativa frustada.

 

Mídia

Crédito: Ricardo Dungó/EAZ