fbpx

Felipe Massa arrasta multidão para a Enseada de Botafogo

Felipe Massa arrasta multidão para a Enseada de Botafogo Felipe Massa andou com um Formula 1 em pleno cartão postal do Rio. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Com o Pão de Açúcar como cenário de fundo, o ex-piloto da categoria Felipe Massa participou de uma exibição na Enseada de Botafogo com um carro da Willians que ele guiou até a temporada passada e levantou o público que estava lá para assistir ele em evento que é prévio do GP Brasil de Formula 1 que será disputado na próxima semana.

Após a exibição, Felipe Massa concedeu uma entrevista coletiva em frente ao carro que guiou e falou um pouco sobre o que sentiu hoje na pista, seu futuro no automobilismo, como também comentou sobre a atual temporada em que Hamilton se sagrou pentacampeão no último GP disputado no México.

 

Formula 1 – temporada atual

Foi um campeonato incrível até a metade do ano e a segunda o Hamilton massacrou junto com a Mercedes. A Ferrari errou muito e o Vettel também. E isso causou uma grande diferença de pontos. Não é o que as pessoas querem com um campeonato acabar mais rápido, mas o Hamilton e a Mercedes estão de parabéns. O campeonato é feito de 21 corridas e os pontos são importantes. Faz 10 anos que a Ferrari venceu seu último campeonato, a equipe foi campeã e fiquei por um ponto nessa temporada. A pressão que a Ferrari viveu foi grande e erraram bastante.

 

Formula E

Eu testei os carros e tive a oportunidade de testar esses carros e é um mundo completamente diferente da formula 1. Não conheço nenhuma das pistas por onde o campeonato passa e será uma oportunidade e aprendizado para mim. Espero poder ter um ano bem competitivo e que possa me adaptar muito rápido

Felipe Massa se prepara para entrar na pista de rua em Botafogo. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ 

Sobre o exibição de hoje

A sensação foi única de guiar um carro de formula 1 no Rio. As pessoas curtiram muito essa emoção e para mim foi incrível estar dando essas voltas, cantando pneu e até estourando ele e fazendo zerinho. Esse carinho que senti das pessoas comigo, mostra que precisamos de um piloto da formula 1 o mais rápido possível. Sinto falta da competição e da adrenalina e hoje aqui me fez falta. Por isso que amo correr e vou continuar. Espero que venha a ter uma corrida no Brasil e quem sabe num lugar como o Rio. É uma pena não termos um autódromo aqui, mas quem sabe, nas ruas do Rio?

 

Formula 1 semana que vem

Vou estar como comentarista na TV passando um pouco da minha experiência de guiar um carro, mas não será algo que farei constantemente. Tive a experiência esse ano de comentar para TV italiana e de vez quando, posso vir a aceitar esse tipo de convite. Tomara que seja uma corrida muito legal para estar comentando.

Público vibrou com a oportunidade de ver um carro de Formula 1 de tão perto. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Stock Car

Tenho a intensão de fazer algumas corridas, mas não o campeonato todo. Esse ano fiz duas e quem sabe esse ano não se repete, pois estou concentrado na formula E. Esse é o meu caminho e acho que dois campeonatos é muito. Para quem fazia 21 corridas e não parava em casa, será muita coisa. Esse ano terá muitas mudanças na formula E, traçado diferente, não terá troca de carro e terá muita coisa diferente.

Jovens pilotos brasileiros

Acredito que depois da mudança do regulamento da formula 1 poderemos ter algum brasileiro na categoria. Não será fácil alguém chegar tão logo como no ano que vem. Se eu tivesse que apontar algum nome, quem é o mais forte e quem já fez pela sua idade é o Caio Collet pelo que já fez até agora. Ele estar bem competitivo e temos que esperar o que vai acontecer que ele tem 16 anos. Outro é o Enzo Fittipaldi que foi bem na formula 4. O piloto que vier, tem que ter agressividade. Esses dois que tem alguma chance de chegar a formula 1.