fbpx

Marcio Villar encara 40 graus negativos em busca de outro título para o Brasil

Marcio Villar encara 40 graus negativos em busca de outro título para o Brasil Marcio Villar embarca para Internacional Falls em Minnesota nos Estados Unidos para encarar 40 graus negativos e ser o primeiro a dobrar todas as provas de ambiente extremos no mundo. Crédito: Bruno Neves Lopes/Esportes de A à Z

A próxima parada do ultramaratonista Marcio Villar será uma verdadeira gelada. Ele que recentemente entrou para o Guinness Book como recordista mundial ao correr sete dias numa esteira embarca essa semana para Internacional Falls em Minnesota nos Estados Unidos para participar da Arrowhead, uma ultramaratona na neve onde as temperaturas rodam em torno dos 40 graus negativos.

Não é a sua primeira tentativa de dobrar a competição. ele já tentou anteriormente e em duas tentativas foi impedido pela organização por conta da nevasca que caiu e em outra, torceu o tornozelo. 

“Esta é a prova que mais mexe comigo! Ela me deixa tenso e até agora foi a única que me venceu. O sofrimento lá é muito grande e é difícil para alguém como eu, sair de um calor com sensação de 50 graus aqui do Rio e chegar lá e pegar 40 negativos. Tenho que controlar a quantidade de roupas certinho para não suar e nem sentir frio. Estou bem treinado esse ano e pronto para conseguir trazer mais essa vitória para o Brasil. ” – Conta Marcio sobre a prova.

Para conseguir simular um pouco o terreno que irá encarar, Marcio tem se utilizado da areia da praia onde ultimamente tem corrido por cerca de 2h nesta fase final. Diferente de outros anos, ele não está levando um pneu amarrado as suas costas que simula o trenó que terá que levar para poder descansar e chegar mais inteiro na prova.

Marcio treina duas horas por dia na areia para simular a neve no calor do Rio de Janeiro. Crédito: Bruno Neves Lopes/Esportes de A à Z

 

“Vou largar dia 27 com o pessoal e completar a prova. Mas a linha de chegada não me interessa e estarei voltando pelo percurso, quando comunicarei a organização que vou dobrar. Quero pedir ao pessoal para torcer por mim e me apoiar bastante e será quando conseguirei tirar energias para conseguir completar o desafio. ” - Finaliza 

Assista a uma entrevista completa com o Marcio Villar contando sobre o desafio na neve logo em seguida.

 

Mídia

Crédito: Ricardo Dungó/Esportes de A à Z