fbpx

Thiago Braz faz índice para o Mundial de Doha

Thiago Braz faz índice para o Mundial de Doha O campeão olímpico foi 5º no All Star Perche, em Clermont Ferrand. Crédito: Wagner Carmo/CBAt

O campeão olímpico Thiago Braz saltou 5,80 m neste domingo (23/2), no All Star Perche, em Clermont Ferrand (FRA). A marca é índice para o Mundial de Doha, no Catar, de 27 de setembro a 6 de outubro. Thiago superou em 9 centímetros o índice para o Mundial, que é de 5,71 m para o salto com vara. O mais importante, segundo o técnico Elson Miranda, é saber que o saltador "recuperou a confiança, mostrou que é mesmo um atleta acima da média e está de volta aos bons resultados do circuito internacional".

A prova francesa foi vencida pelo polonês Piotr Lisek, com o norte-americano Sam Kendricks em segundo lugar, ambos com 5,93 m. O australiano Kurtis Marschall ficou em terceiro, com 5,87 m. O polonês Pawell Wojciechyowski foi o quarto, mas com a mesma marca do brasileiro Thiago, com 5,80 m."Fazia tempo que não saltava 5,80 m. Aqui, além de um bom salto de 5,80 m - passou alto - poderia ter passado 5,93 m também. Acho que o Thiago foi a surpresa da competição, ao mostrar que está de volta", comentou Elson Miranda.

O treinador já havia anunciado que o objetivo nessas primeiras provas do ano era trabalhar a condição física de Thiago enquanto competia - no período de base o atleta teve uma pequena lesão, começou um pouco tarde - e também buscar o índice para o Mundial de Doha. "É difícil enfrentar a temporada indoor, viajando para cá e para lá, competindo contra os melhores atletas da prova. Mas quando saímos do Brasil o objetivo era conquistar a confiança, fazer o índice. O objetivo foi ver ao Thiago vir aqui e fazer o que fez."

Thiago volta ao Brasil, descansa uma semana antes de retomar os treinos para a temporada ao ar livre. Em abril, participa de camping do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), em Chula Vista (EUA). "Com o apoio da CBAt e do COB vamos ter boas condições de treino no Brasil. O Thiago tem apenas 25 anos, é um grande atleta e está na média do mundo numa prova como o salto com vara que vem passando por uma grande evolução", acrescentou Elson.

Thiago confirmou presença no Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo, dia 28 de abril, em Bragança Paulista (SP). Vai analisar o calendário da Diamond League para definir a participação em algumas provas antes e entre o Sul-Americano, em Lima (PER), de 24 a 26 de maio, os Jogos Pan-Americanos de Lima (PER), de 26 de julho a 6 de outubro, e o Mundial.

O saltador iniciou o seu período de preparação para 2019 em outubro de 2018 e fez um camping de treinamento em Doha, cidade que receberá o Mundial, em dezembro. Mas como machucou a perna atrasou o início das competições. Mas já saltou em Berlim, Alemanha (5,56 m), em Lodz, Polônia (5,50 m),em Roen, na França (5,65 m), em Athlone, Irlanda (zerou), antes de fazer o 5,80 m deste domingo em Clermont Ferrand.