Confirmados o nome dos brasileiros do Mano a Mano

Foram confirmados os nomes dos atletas brasileiros que irão disputar a terceira edição do Mano a Mano, nos dias 18 e 19, no Jockey Club Brasileiro (RJ).  No masculino estão confirmados José Carlos Moreira, o “Codó”, Haiko Bruno Zimmermann, Sandro Ricardo Rodrigues Viana e Fabiano Gilberto da Silva.  Na categoria feminina, o Brasil conta com Vitoria Cristina Silva Rosa, Tamiris de Liz, Aline Torres Sena e Lorena de Araujo Silva Lourenço.

 

Todos eles irão disputar um classificatório no dia 18, para conquistar uma vaga e enfrentar grandes nomes do atletismo nos 100m rasos, no domingo, 19.  Os nomes já confirmados são de Usain Bolt (Jamaica), Churandy Martina (Holanda) e Ryan Bailey (EUA) no masculino, enquanto entre as mulheres estão contempladas Veronica Campbell Brown (Jamaica), Carmelita Jeter (EUA) e Kerron Stewart (Jamaica).

 

“O público pode esperar uma grande disputa nos dois dias do Mano a Mano.  Os brasileiros são grandes nomes do atletismo nacional, o que só deixa o evento ainda mais atrativo”, afirma Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business, uma das empresas que organiza o Mano a Mano.

 

O Mano a Mano 2015 contará também com uma disputa na categoria paraolímpica, que já tem Alan Fonteles, Richard Browne, Paul Peterson e Felix Streng confirmados.

 

“A edição deste ano promete entrar para a história! Não só pelos atletas de alto nível que irão participar, mas toda a estrutura montada para público e competidores. As atrações e atividades para todos os presentes no Jockey Club Brasileiro nos dias 18 e 19 vão ser incríveis”, afirma Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory, outra organizadora do Mano a Mano.

Carmelita Jeter, Veronica Campbell e Kerron Stewart confirmadas na terceira edição do Mano a Mano

A disputa feminina da terceira edição do Mano a Mano promete ser emocionante e de altíssimo nível.  No dia 19 de abril, no Jockey Club Brasileiro (RJ), o público presente terá a oportunidade de ver de perto três mulheres que, juntas, somam nada menos do que treze medalhas olímpicas.  A organização anunciou que a americana Carmelita Jeter, vice-campeã em 2014, e as jamaicanas Veronica Campbell Brown e Kerron Stewart vão disputar os 100m deste ano.  A outra participante sairá de uma eliminatória brasileira, que acontece no dia 18. A competição conta ainda com provas masculina, com a presença de Usain Bolt, e paralímpica.

 

“Teremos três das melhores corredoras do mundo competindo aqui, a menos de um ano para as Olímpiadas. Vai ser uma prova de altíssimo nível. A torcida pode esperar por um espetáculo, não só no feminino, mas em todas as categorias do MANO A MANO 2015", afirma Bernardo Fonseca, da X3M Sport Business,  empresa que organiza o evento em parceria com a Dream Factory.

 

Terceira colocada em 2014, Carmelita Jeter, de 35 anos, espera subir no lugar mais alto do pódio este ano. Em seu currículo, nada menos do que três medalhas olímpicas, todas em Londres 2012: ouro no revezamento 4x100m, prata nos 100m e bronze nos 200m.  Considerada a segunda mulher mais rápida no mundo, atrás apenas da jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce.  Além disso, Jeter também conquistou oito medalhas em campeonatos mundiais (três de ouro, duas de prata e três de bronze). 

 

"Em 2015, o Mano a Mano chega ainda mais com forte e com nomes bastante expressivos no atletismo mundial. No feminino, são 13 medalhas na mesma pista. Ter a oportunidade de assistir à estes atletas de perto e ainda por cima com entrada gratuita, é um oportunidade única", diz Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory. 

 

Para faze frente à Carmelita, duas feras da Jamaica: a primeira é Veronica Campbell Brown, dona de sete medalhas olímpicas (três de ouro, duas de prata e duas de bronze) e onze em campeonatos mundiais. É uma das poucas atletas do mundo a ter conquistado títulos mundiais nas categorias juvenil, júnior e adulto. Em 2000, tornou-se a primeira jamaicana a ganhar dois ouros nas duas provas de velocidade, 100 e 200 m, no Campeonato Mundial Júnior de Atletismo, em Santiago do Chile e também a primeira a ganhar uma medalha de ouro olímpica, nos 200m – e também integrando o revezamento 4x100 m – em Atenas 2004.

 

A segunda é Kerron Stewart, dona de três medalhas olímpicas (duas de prata e uma de bronze) e cinco em mundiais. Especialista em 100m e 200m, Stewart foi descoberta por acaso jogando futebol.  Um treinador sugeriu que ela migrasse para o atletismo e fez a escolha certa.  Apesar de ser um nome incontestável no atletismo, a jamaicana não esconde sua paixão pelo futebol.  Ela torce pelo Manchester United, da Inglaterra e tem como ídolo, o francês Thierry Henry, que entre outros clubes, atuou pelo Arsenal, rival do United.

 

O MANO A MANO também terá disputas nas categorias masculina e paraolímpica, com nomes como Usain Bolt e Alan Fonteles. 

Anunciados adversários de Usain Bolt no Mano a Mano 2015

O maior astro do atletismo mundial, o jamaicano Usain Bolt já sabe quem vai enfrentar na disputa dos 100m do Mano a Mano 2015. O evento que acontece no Jockey Club Brasileiro, no dia 19 de abril, contará com a presença de outros grandes nomes do atletismo internacional, como o norte-americano Ryan Bailey, e o holandês Churandy Martina. Ambos irão dividir a pista com Bolt, além de um atleta brasileiro que será definido em uma classificatória no dia 18.

 

“É muito bom voltar ao Rio para o Mano a Mano 2015. Será minha terceira vez competindo nesse evento e os dois primeiros anos foram excelentes. Será interessante conhecer essa nova arena. Espero que os fãs compareçam para torcer um ano antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Atualmente estou sem lesões e treinando forte.  Vejo vocês no dia 19 de abril”, disse Usain Bolt.

 

O norte-americano Ryan Bailey, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, no revezamento 4x100m, está entre os dez melhores dos Estados Unidos em curtas distâncias da história.  Bailey teve sua estreia olímpica nos de Londres ao vencer sua bateria no Round 1 dos 100 metros em um tempo de 9,88 segundos , igualando o seu recorde pessoal. Ele igualou que o tempo novamente na final pela quinta colocação. Em Londres conquistou sua primeira – e por enquanto única - medalha olímpica ao ficar com a prata nos 4x10m.  Mas o atleta de 25 anos deve aumentar esse número já nos Jogos do Rio 2016. 

 

Já o holandês Churandy Martina é especialista nos 100m e 200m.  Foi medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos do Rio em 2007. Nasceu em Curaçao, mas com o fim das Antilhas Holandesas, se mudou para a Holanda e desde 2011 defende este país.  Participou de três olimpíadas: Atenas 2004, Pequim 2008 (pelas Antilhas Holandesas) e Londres 2012, já pela Holanda, onde conquistou seu melhor tempo (9.91) nos 100m.  Este é o melhor tempo da Holanda também.  Conquistou duas medalhas de ouro no campeonato europeu em Helsinque nos 200m e no 4x100m.

 

O quarto participante da final do MANO A MANO no dia 19 de abril sairá de uma classificatória realizada no dia 18 que contará com alguns dos velocistas do Brasil, que ainda não foram anunciados. 

 

O  Mano a Mano 2015 contará também com uma disputa feminina e na categoria paraolímpica, que já tem Alan Fonteles, Richard Browne, Paul Peterson e Felix Streng confirmados.

Alan Fonteles defende o Brasil no Mano a Mano

O primeiro passo do retorno de Alan Fonteles às pistas de atletismo será no dia 19 de abril no Jockey Club Brasileiro.  O paratleta, medalhista de ouro nas Paralimpíadas de Londres – 2012 confirmou presença na terceira edição do Mano a Mano.  O brasileiro, detentor de dois recordes mundiais paralímpicos (100m/T43 e 200m/T43), vai defender o Brasil na prova de 100m contra Richard Browne e Paul Peterson, ambos dos Estados Unidos e o alemão Felix Streng.  Em 2013, Alan participou do evento e foi o grande campeão em sua modalidade.

 

“É uma competição muito importante, com muita visibilidade, desde a primeira edição que participei em 2013, as pessoas me perguntam se vou participar. O Mano a Mano vai ser a minha primeira prova oficial do ano, ela será de extrema importância para a minha preparação para o mundial. Então fico muito feliz em voltar e poder competir com grandes nomes mundiais no meu país será muito especial”, afirma Alan Fonteles.

 

Os outros três paratletas são destaques mundiais e prometem dar muito trabalho ao brasileiro. A começar pela dupla americana: Richard Browne e Paul Peterson. Browne é considerado o homem mais rápido do mundo na categoria T44 e vai reeditar no Jockey Club Brasileiro a disputa paralímpica de Londres 2012 onde saiu com a prata e Alan com a medalha de ouro. O norte-americano era jogador de basquete até sofrer um acidente de carro e perder uma das pernas.

 

Paul Peterson está um pouco atrás de seu compatriota, mas ele é considerado um atleta paraolímpico em formação. O jovem de Charlotte, no estado da Carolina do Norte, nos EUA foi uma das principais revelações de 2014.  Neste ano, Peterson surgiu do nada e ficou com a prata no Birmingham Indoor Grand Prix onde competiu com medalhistas paraolímpicos e mundiais.  Em maio do mesmo ano, o jovem venceu seu primeiro evento internacional ao terminar em primeiro nos 100m (T-44) do Great City Games, onde alcançou sua melhor marca de 11.47s. 

 

E diretamente da Alemanha, uma das maiores revelações do paratletismo mundial, Felix Streng chega ao Rio de Janeiro com moral. O jovem alemão foi campeão europeu nos 200m (T44) e prata nos 100m.  A expectativa é que Streng seja o melhor do mundo nos 200m ainda este ano.

 

Com um leque de atletas de grandes nomes do paratletismo mundial, a terceira edição do Mano a Mano promete muitas emoções no dia 19 de abril, no Jockey Club Brasileiro.  O evento contará também com disputas nos 100m masculino e feminino. Entre os homens estará Usain Bolt, maior astro do atletismo mundial. 

 

Jockey receberá Usain Bolt

Bicampeão olímpico dos 100m, 200m e do revezamento 4 x 100m, o astro jamaicano Usain Bolt voltará ao Rio para a disputa do desafio Mano a Mano.  Após dois anos na praia de Copacabana, a competição terá um novo local: o Jockey Club Brasileiro será o palco do maior astro do atletismo mundial no dia 19 de abril.  Bicampeão do Mano a Mano, o “Raio” vai em busca do tri para manter a hegemonia.  Organizado pela Dream Factory e pela X3M Sports Business, o evento irá disponibilizar para o público a oportunidade de conferir de perto o homem mais rápido do mundo em ação.

 

O formato desta edição será o mesmo de 2014. O jamaicano vai enfrentar outros três atletas numa pista de 100m montada em frente às arquibancadas do hipódromo.  Além de Bolt, serão dois atletas estrangeiros convidados e um brasileiro na pista.  O nome do brazuca que irá competir com o jamaicano sairá de um qualifying disputado no sábado (18).  Haverá disputas também nas categorias feminina e paralímpica, cujos nomes ainda serão anunciados pela organização.

 

“Sempre pensamos em inovar para oferecer um evento que agrade atletas e público. Após dois anos fantásticos em Copacabana, estamos levando o Mano a Mano para o Jockey Club Brasileiro, que já conta com uma estrutura excelente para um evento de grande porte como esse”, comenta Bernardo Fonseca, sócio da X3M Sports Business.

 

Para Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory, o Mano a Mano é uma maneira do carioca se sentir mais próximo dos Jogos Olímpicos Rio 2016: “Realizar grandes eventos no Rio de Janeiro é um privilégio. Uma cidade que respira esporte, com uma beleza natural única, tudo isso faz com que a cidade receba cada vez mais eventos desse porte. Ano que vem teremos os os Jogos Olímpicos Rio 2016 e essa é mais uma oportunidade do carioca estar perto de um ícone do atletismo mundial que é Usain Bolt”.

 

Fabiana Murer bate recorde sul-americano indoor na França no salto com vara

Fabiana Murer deu show em sua terceira prova na temporada indoor, no Meeting Top Perche, em Nevers, França, no fim de semana (7/2), ao ficar com a medalha de ouro e o recorde sul-americano para o salto com vara com a melhor marca do mundo este ano: 4,83 m. Fabiana bateu o seu próprio recorde anterior indoor, de 4,82 m, que havia sido estabelecido em 2010, em Birmingham (ING). Fabiana também é a recordista sul-americana do salto com vara ao ar livre, com a marca de 4,85 m. Na prova masculina, em casa, o francês Renaud Lavillenie, recordista mundial, também levou o ouro com a melhor marca do mundo no ano ao saltar 6,01 m.

Esta foi a terceira prova de Fabiana na França, dentro do Perche Élite Tour. Nas duas provas anteriores, em Rouen e Vendée, a saltadora levou duas medalhas de bronze com a mesma marca: 4,56 m. "Nossa, estamos muito felizes. Estávamos precisando desse resultado. E foi muito bom. Nem no ano passado, ela havia saltado 4,80 m na temporada indoor. A competição aqui teve as duas melhores marcas do ano no mundo, com ela e o Lavillenie", disse, eufórico, o técnico Elson Miranda. Companheiros de Fabiana na prova francesa, Augusto Dutra saltou 5,40 m e Fábio Gomes da Silva zerou. 

Fabiana foi ovacionada pelo público - ficou sozinha na prova, saltou muito mais alto que as rivais. A medalha de prata entre as mulheres, em Nevers, ficou com a francesa Marion Fiack, com 4,50 m, e a de bronze com a também atleta da casa, Marion Lotout, com 4,40 m.

O XL Galan, em Estocolmo, Suécia (19/2) e o Sainsbury's Birmingham Indoor Grand Prix, em Birmingham, Inglaterra (21/2), completam o calendário de provas em pista coberta de Fabiana Murer.

Tagged sob

Fabiana Murer estreia com medalha de bronze na temporada indoor

Fabiana Murer, estreou com medalha de bronze, no Meeting de Perche Élite Tour, na temporada de 2015 em pista coberta. Fabiana saltou 4,56 m, atrás da grega Nikolete Kiriakopoulou, com 4,67 m, e da francesa Marion Fiack, também com 4,56 m, mesma marca da brasileira. Sem competir desde setembro de 2014, depois do bicampeonato da Diamond League no salto com vara, e de terminar o ano na liderança do ranking mundial (com 4,80 m, resultado feito em Nova York, em junho/2014), Fabiana busca ritmo de competição. Augusto Dutra terminou em sexto (5,50 m), em prova vencida pelo recordista mundial, o francês Renaud Lavillenie (6 m).

Na sequência, a saltadora fará o Meeting de Vendée (31/1) e o Meeting Top Perche, em Nevers (7/2), ambos na França; o XLGalan, em Estocolmo, Suécia (19/2); e o Sainsbury's Birmingham Indoor Grand Prix, em Birmingham, Inglaterra (21/2). 

Tagged sob

Corrida de São Sebastiãozinho acontece nesse domingo

Corrida será domingo

 Neste domingo (25), poucos dias depois da participação dos adultos na Corrida de São Sebastião CAIXA, chega a hora da garotada sentir o gostinho de competição e se divertir na Corrida de São Sebastiãozinho CAIXA. O evento será  às 8h, no CEFAN (Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes), da Marinha, e receberá meninos e meninas de 3 a 14 anos. A procura dos pequenos atletas foi tão grande que as inscrições se esgotaram rapidamente. Serão 1200 crianças fazendo mais uma homenagem ao padroeiro da cidade.

 

Sempre tivemos este compromisso,  incentivar a prática esportiva nas crianças, não só como fator de saúde, mas também passando os valores cognitivos e afetivos que as competições de atletismo despertam. Seja na formação de novas atletas de elite, ou simplesmente na formação de melhores cidadãos. A união com a diversão e descontração (com brinquedos e atrações), inseridos em uma arena de competição oficial, torna muito mais fácil assimilação,  destaca João Traven, sócio-diretor da Spiridon, empresa que organiza o evento.

 

A prova contará com a presença do medalhista olímpico Robson Caetano, padrinho da prova, que dará um incentivo e tanto para os novos atletas.  Todos os participantes receberão medalhas e o evento ainda contará com oficina de jogos, brinquedos radicais, animação e sorteio de brindes. A entrega dos kits será feita no dia do evento, entre 6h30 e 8h30.

 

Mais informações
www.corridadesaosebastiao.com.br

Assinar este feed RSS