Mogi há um passo da final do NBB

Mogi há um passo da final do NBB Time do interior de São Paulo pode ser finalista já na segunda. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Com um time muito coeso e acertando em todas as funções, o Mogi está perto de garantir uma vaga na final do NBB.  Sem se intimidar de jogar na casa do Flamengo, o time do interior paulista venceu por 88 a 74 e botou 2 a 0 na semifinal.

Com ataques muito bem trabalhados e uma ótima defesa, o time do técnico Guerrinha não demorou a se firmar na ponta do placar e, ainda no segundo quarto, levou a diferença para dígitos duplos. Sem perder o controle do jogo em momento algum, a equipe seguiu dominante durante todo o segundo tempo e confirmou o triunfo em solo carioca com autoridade.

“Soubemos jogar o jogo diante do Flamengo que é uma equipe muito forte e fomos em cima do emocional deles. Soubemos prevalecer a defesa e aprendemos a jogar bem fora de casa e apreendemos jogando contra times argentinos na liga das Américas. A série está aberta e ainda restam três jogos. Falta apenas uma partida para gente e vamos focar para conseguir chegar lá. ” – Disse Guerrinha, técnico do Mogi após a partida.

Tyrone foi vaiado e fez a diferença para o Mogi. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Mogi teve ótimo rendimento coletivo e os oito atletas que entraram em quadra contribuíram de alguma forma, mas os cinco titulares foram brilhantes. O cestinha foi Shamell, com 21, seguido por Jimmy e Larry, que marcaram 16 cada. Já o pivô Caio Torres somou 13 pontos, enquanto que Tyrone registrou oito pontos, nove rebotes e quatro assistências.

“Foco, defesa, coração! Quando você junta essas três coisas, você consegue trazer uma vitória. Temos que aumentar nosso ritmo de defesa para conseguir a vitória na próxima partida e conseguir chegar a final”. – Afirma Tyrone que foi vaiado pela torcida do Flamengo desde o início do jogo.

Já pelo lado do Flamengo, o time jogou muito abaixo do que vinha apresentando ao longo do torneio e pareceu estar no mesmo ritmo da primeira partida em Mogi das Cruzes quando foi derrotado da mesma forma.

“Foi uma sequência do primeiro jogo. Nosso time não produziu ofensivamente e depois tentou arrancar as cestas sem muita lucidez. Demos muita liberdade a eles e foram dois jogos que jogamos abaixo. Mérito deles e agora temos que buscar uma vitória em casa e não tem nada perdido. Só avança quem vencer três jogos”. – Disse Marcelinho após o jogo. Ele que em caso de derrota, antecipará sua aposentadoria.

 

O jogo

 

Mesmo sendo visitante, o Mogi parecia que estava jogando em casa. Em pouco tempo, o time do interior de São Paulo dominou a partida e se estabeleceu na frente com Tyrone jogando muito e levando o time nas costas. No primeiro quarto, o time do Flamengo com a sua torcida até chegou a estar perto no placar perdendo por 4 pontos, mas no segundo, Mogi chegou a abrir 15 pontos de frente e se manteve a frente. Marcelinho até acertou umas duas bolas de três que diminuíram a diferença, mas no fim, Mogi saiu com 45 a 33 no início da partida.

Time do Flamengo precisa vencer próximo jogo para se manter vivo na competição. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

No segundo tempo, bem que a torcida do flamengo tentou levantar a moral do time, mas o time de Mogi estava muito consistente na defesa. Tudo o que eles tiveram que fazer foi administrar a partida. Mogi até chegou até a ter 20 pontos de frente e o time da Gávea até tentou reagir chegando a diminuir para 9. Mas não deu e o Flamengo perdeu por 88 a 74 a segunda partida da semifinal e o Mogi abriu 2 a 0 na série.

O Jogo 3 acontece nesta segunda-feira, às 20 horas, novamente na Arena Carioca. Caso saia vencedor, Mogi garantirá a inédita vaga nas Finais. Já o Flamengo precisa vencer para seguir vivo e forçar a realização do Jogo 4.

Pela outra chave, Paulistano joga em casa contra o Bauru em partida que será realizada daqui a pouco. No primeiro jogo, o time da capital venceu por 78 a 72

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.