fbpx

Marcelinho Machado encerra carreira vitoriosa no basquete

Marcelinho Machado encerra carreira vitoriosa no basquete Marcelinho encerrou a carreira em derrota do time. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Com a derrota do Flamengo para o Mogi por 89 a 72 no 4º jogo da semifinal do NBB, marcou a despedida de Marcelinho Machado, um dos nomes mais importantes do basquete brasileiro nos últimos anos. Ele disputou sua última temporada e anunciou que aos 43 anos não segue mais na carreira como jogador.

Com a camiseta do Flamengo, Marcelinho conquistou todos os títulos possíveis. Foi campeão brasileiro em 6 oportunidades, como também ganhou o campeonato carioca e trouxe títulos importantes como a da Liga das Américas e o mundial em 2014 em casa contra o Macabi.

Já pela seleção, jogou entre 1998 e 2012 onde disputou uma olimpíada em Londres em 2012 como também ganhou três pan-americanos sendo o primeiro atleta a conseguir essa marca.

Entre outros destaques na sua longa carreira, está como um dos maiores pontuadores da história do basquete, sendo o 2º no NBB (Só perdendo para Shamel) e ele ganha em cestas de numa única partida (63) e um dos melhores arremessadores de 3 pontos da história.

Seu último jogo foi disputado em Mogi das Cruzes em uma partida que o Flamengo precisava vencer para forçar o 5º jogo em casa. No primeiro tempo, houve esperança com o time da Gávea na frente, mas Mogi melhorou sua defesa no segundo e aplicou a maior vantagem numa semifinal de NBB da história.

O destaque da partida ficou para Shamel que sozinho fez 40 pontos do time de Mogi. Ele foi o cestinha e principal protagonista nessa despedida de Marcelinho.

 

O Jogo

Primeiro quarto de muitas trocas de liderança por parte dos dois times e muito equilíbrio. O início foi tenso com o Flamengo levando 3 minutos para fazer os dois primeiros pontos. Destaque para Varejão que fez 10 pontos. Placar 17 a 15 pro Mogi

O segundo quarto continuou com a mesma pegada. Os dois times se revezando na liderança do jogo. O Flamengo chegou a abrir 6 pontos de vantagem que o Mogi conseguiu correr atrás e até a reassumir a liderança. Faltando 1s e com 36 a 34 para Mogi, o técnico Neto pediu tempo e na volta, Marquinhos acertou uma bola de três pontos antes da linha do meio de campo e fechando o primeiro tempo em 37 a 36 para o time do Rio.

O Mogi conseguiu anular o time do Flamengo nesse terceiro quarto. Com uma boa defesa, o time conseguiu colocar 11 pontos de vantagem e se aproveitaram dos erros do time carioca. Ao final do quarto, vantagem de 62 a 51 para Mogi.

Completamente irreconhecível, o Flamengo praticamente entregou o jogo no último quarto e o Mogi aumentou ainda mais a vantagem. O time do interior de São Paulo fechou por 89 a 72 e carimbou sua vaga na final do NBB fechando a série em 3 a 1.