Ricardo Erlich

Ricardo Erlich

URL do site:

Sesc-Rj Apresenta os times para temporada 2018/2019 da Superliga

O Sesc RJ apresentou na manhã de hoje (16/10) seus times, masculino e feminino, de vôlei para a temporada 18-19 com suas bases mantidas e principalmente a chegada de grandes reforços que ajudarão na busca pelo título da Superliga, principal competição que os dois times irão participar.

Time feminino

Atual vice-campeão da Superliga, o time feminino do Sesc RJ contará com reforços de peso para alcançar o primeiro lugar em todas as competições que disputar, mas principalmente em busca do 13º título nacional.

Com a aposentadoria de Fabi na última temporada e perder Gabi para o time de Minas, Bernardinho trouxe a central Bia que estava na seleção que disputou a Liga das Nações e o Mundial e a maior contratação foi russa Tatiana Kosheleva que já foi campeã mundial e europeu por seu país e está voltando de lesão e veio por um motivo muito especial:

“Todos estão me perguntando o que vim fazer no Brasil, ainda mais no Rio de Janeiro. Estou tendo a oportunidade de trabalhar com o que considero um dos melhores técnicos do mundo, o Bernardinho. Estou muito feliz de estar aqui e o time me recebeu muito bem. Tenho certeza que esse time vai poder me ajudar a melhorar e vou gostar muito. Estou gostando muito de treinar aqui e com lugares muito bonito e será perfeito para mim” – Conta a russa sobre a sua chegada ao Sesc-Rj.

Diferente do ano passado, o time feminino tem somente a russa lesionada, o time chega inteiro para a disputa da superliga. Para o técnico Bernardinho, o período de pré-temporada foi importante para preparar o time para disputa da competição:

“Ano passado a Gabi e a Jucielly praticamente estiveram fora a temporada toda e isso me atrapalhou bastante. Agora perdemos a Fabi e teremos a Gabiru tentando se adaptar a função que era dela. A nossa defesa certamente terá que melhorar muito, algo que pecamos no último ano e a russa assim que tiver condições, vai poder somar muito. Os times de Minas (Praia e Minas Clube se reforçaram bem e certamente darão trabalho. O Fluminense também está fazendo um bom trabalho e certamente vem para brigar para chegar às semifinais”. – Diz.

Time Masculino

Time masculino vem tentar chegar a sua primeira final de superliga. Crédito: Ricardo Dungó/EAZ

A equipe masculina que estreou ano passado na divisão principal da Superliga e acabou em terceiro lugar no torneio também vem reforçada com a contratação do seu primeiro jogador estrangeiro, o búlgaro Rosalin Penchev que foi medalha de prata nos jogos europeus de 2015 e defendia o time argentino Bolívar. Mas sem dúvidas, o maior reforço será Wallace campeão olímpico junto com Mauricio Souza e Mauricio Borges. Wallace está feliz em jogar no Rio.

“Vai ser uma honra trabalhar ao lado do Giovani nessa temporada. Espero conseguir levar o time do Sesc-Rj ao lugar mais alto da superliga e espero conseguir me entrosar logo com o time e tenho certeza que estaremos tinindo” – Fala sobre vir jogar no Rio.

Com a ideia de subir mais um degrau mais alto nessa temporada, o técnico Giovani está feliz com os reforços que vieram para o time, fora a manutenção da sua base.

“Estamos seguindo nosso jeito de ser e filosofia. Temos um time competitivo e trazer o Wallace foi uma grande investida no mercado. Ele é um dos melhores opostos do mundo e com certeza ele fará diferença como faz na seleção. Temos agora a missão de melhorar o Borges que se lesionou na seleção e acredito que até o segundo turno estará de volta. Manteremos um time forte e veloz e nosso desafio e colocar essa seleção jogando no ritmo que queremos, sem contar que queremos chegar a final da superliga e sabemos que temos que crescer. Todas as equipes trouxeram reforços e alguns times podem surpreender. Serão uns sete times brigando para chegar na semifinal”. – Diz

Nessa temporada, os jogos do Sesc-Rj seguem acontecendo no Tijuca Tenis Clube e no Jeunesse Arena no Parque Olímpico. A grande mudança fica por conta do ingresso no time feminino que antes era cobrado, agora com doação de alimento, você poderá acessar os jogos de ambos os times.

Relação dos times do Sesc-Rj para a temporada 2018/2019

SESC RJ FEMININO

 

#2 Mayhara

Mayhara Francine da Silva

Posição: Central

Nascimento: 09/04/1989

Bauru/SP

Altura: 1,84m

Peso: 73kg

 

#3 Natiele

Natiele Marques Gonçalves

Posição: Oposta

Nascimento: 28/11/1991

Porto Alegre/RS

Altura: 1,80m

Peso: 78kg

 

#5 Kosheleva

Tatiana Kosheleva

Posição: Ponteira

Nascimento: 23/12/1988

Minsk - Belarus

Altura: 1,91m

Peso: 67kg

 

#6 Juciely

Juciely Cristina Silva Barreto

Posição: Central

Nascimento: 18/12/1980

João Monlevade/MG

Altura: 1,84m

Peso: 72kg

 

#7 Carol Leite

Carolina Leite

Posição: Levantadora

Nascimento: 15/11/1992

Jundiaí/SP

Altura: 1,72m

Peso: 71kg

 

#9 Vitória

Vitória Trindade Figueiredo Lage

Posição: Líbero

Nascimento: 29/05/1995

Curvelo/MG

Altura: 1,65m

Peso: 60kg

 

#11 Gabi

Gabriella Guimarães Souza

Posição: Líbero

Nascimento: 14/12/1993

Niterói/RJ

Altura: 1,70m

Peso: 71kg

 

#12 Roberta

Roberta da Silva Ratzke

Posição: Levantadora

Nascimento: 28/04/1990

Curitiba/PR

Altura: 1,85m

Peso: 68kg

 

#13 Kasi

Kasiely Clemente

Posição: Ponteira

Nascimento: 06/12/1993

Nova Aurora/PR

Altura: 1,82m

Peso: 66kg

 

#15 Monique

Monique Marinho Pavão

Posição: Oposta

Nascimento: 31/10/1986

Rio de Janeiro/RJ

Altura: 1,78m

Peso: 67kg

 

#16 Peña

Yonkaira Peña Isabel

Posição: Ponteira

Nascimento: 10/05/1993

Santo Domingo, Rep. Dominicana

Altura: 1,90m

Peso: 70kg

 

#17 Drussyla

Drussyla Andressa Feliz Costa

Posição: Ponteira

Nascimento: 01/07/1996

João Pessoa/PB

Altura: 1,86m

Peso: 70kg

 

#18 Mikaella

Mikaella da Silva Costa

Posição: Levantadora

Nascimento: 14/06/1997

Rio de Janeiro/RJ

Altura: 1,75m

Peso: 77kg

 

#19 Linda

Linda Jéssica Costa

Posição: Central

Nascimento: 02/09/1994

Belo Horizonte/MG

Altura: 1,88m

Peso: 79kg

 

#20 Bia

Ana Beatriz Silva Correa

Posição: Central

Nascimento: 07/02/1992

Sorocaba-SP

Altura: 1,88m

Peso: 84kg

 

Comissão Técnica

Técnico: Bernardo Rocha de Rezende

Assistente técnico: Ricardo Gomes Tabach

Supervisor: Harry Bollmann Neto

Auxiliar técnico: Hélio Ricardo Griner

Preparador físico: Marco Antonio Jardim

Fisioterapeuta: Marcio Fonseca Menezes

Médico: Ney Coutinho Pecegueiro do Amaral

Estatística: Roberta Correira Giglio

 

SESC RJ MASCULINO

 

Djalma

Djalma Moreira Junior

Camisa: 1

Data de nascimento:  29/11/1992

Posse/GO

Posição: Ponteiro

Altura: 2,00m

Peso: 90 Kg

 

Marcão

Marcos Paulo da Silva Pereira

Camisa: 2

Data de nascimento:  26/12/1997

São Gonçalo/RJ

Posição: Central

Altura: 1,99m

Peso: 97 Kg

 

Victor Hugo

Victor Hugo Rocha Pereira

Camisa: 4

Data de nascimento: 2/8/1991

Goiânia/GO

Posição: Central

Altura: 1,99m

Peso: 93 Kg

 

Wallace

Wallace Leandro de Souza

Camisa: 8

Data de nascimento: 26/06/1987

São Paulo/SP

Posição: Oposto

Altura: 1,98m

Peso: 87 Kg

 

Aracaju

Leandro Nascimento dos Santos

Camisa: 10

Data de nascimento:  13/01/1993

Aracaju/SE

Posição: Central

Altura: 2,00m

Peso: 89 Kg

 

Rammé

Felipi Johann Rammé

Camisa: 14

Data de nascimento:  23/05/1997

Novo Hamburgo/RS

Posição: Ponteiro

Altura: 2,02

Peso: 97 Kg

 

Penchev

Rozalin Penchev

Camisa: 16

Data de nascimento: 11/12/1994 

Plovdiv/Bulgária

Posição: Ponteiro

Altura: 1,97m

Peso: 80 Kg

 

Maurício Borges

Maurício Borges Almeida Silva

Camisa: 5

Data de nascimento: 04/12/1989

Maceió/AL

Posição: Ponteiro

Altura: 1,99m

Peso: 99 Kg

 

Tiago Brendle

Camisa: 6

Data de nascimento: 21/10/1985

Panambi/RS

Posição: Líbero

Altura: 1,88m

Peso: 83 Kg

 

Everaldo

Everaldo Lucena da Silva

Camisa: 7

Data de nascimento: 28/5/1985

Rio de Janeiro/ RJ

Posição: Levantador

Altura: 1,94m

Peso: 94 Kg

 

Juninho

Valdir Gonçalves Junior

Camisa: 9

Data de nascimento: 23/3/1987

Marília/SP

Posição: Ponteiro

Altura: 1,96m

Peso: 88 Kg

 

Thiaguinho

Thiago Pontes Veloso

Camisa: 11

Data de nascimento:  15/08/1993

João Pessoa/PB

Posição: Levantador

Altura: 1,85m

Peso: 80 Kg

 

Alexandre Elias

Alexandre Figueiredo Elias

Camisa: 12

Data de nascimento: 30/9/1997

Rio de Janeiro/RJ

Posição: Líbero

Altura: 1,90m

Peso: 89 Kg

 

Tiago Barth

Tiago Enrique Barth

Camisa: 13

Data de nascimento: 13/6/1988

Mondaí/SC

Posição: Central

Altura: 2,09m

Peso: 100 Kg

 

PV

Paulo Victor Costa da Silva

Camisa: 15

Data de nascimento: 12/5/1986

Corumbá/MS

Posição: Oposto

Altura: 1,98m

Peso: 95 Kg

 

Maurício Souza

Maurício Luiz de Souza

Camisa: 17

Data de nascimento: 29/09/1988

Iturama/MG

Posição: Central

Altura: 2,09m

Peso: 93 Kg

 

Japa

André Ryuma Oto Aleixo

Camisa: 18

Data de nascimento: 21/12/1990

Campinas/SP

Posição: Ponteiro

Altura: 1,90m

Peso: 88 Kg

 

Comissão técnica

Técnico: Giovane Gávio

Assistente técnico: Pedro Uehara “Peu”

Supervisor: Marcelo Brauer

Preparador Físico: Giovani Foppa

Fisioterapeuta: Alexandre Herculano “Petute”

Auxiliar técnico: Vinicius Gomes “Alegrete”

Auxiliar geral: Dennys Paredes

Médicos: Ney Pecegueiro, Felipe Serrão e Felipe Malzac

Auxiliares de treino: Gabriel Fonseca e Tie Santana

Estatístico: Tobias Fares

 

 

 

  • Publicado em Vôlei

Joinvile, Flamengo e Pinheiros vencem no NBB

Joinville, Flamengo e Pinheiros venceram suas partidas no NBB diante de Botafogo, Brasilia e São José. Veja como foram as partidas:

 

Botafogo estreia perdendo em casa

 

Em uma partida muito equilibrada no Oscar Zelaya, o Botafogo fez o que pode, mas perdeu por dois pontos de diferença em casa para o Joinville por 64 a 62 na estreia de ambos os times no NBB 11.

Destaque da partida ficou por conta da Jamaal, principal jogador do Botafogo que foi o cestinha da partida com 14 pontos, mas com 13 pontos, Vezaro do Joinville comandou seu time rumo a vitória fora de casa.

A partida foi equilibrada desde o momento inicial. No primeiro quarto, o time de Santa Catarina conseguiu vencer o primeiro quarto por 21 a 19 e chegou a abrir 10 a 0 no segundo e foi quando o time de General Severiano reagiu e voltou a equilibrar a partida e a encostar no placar fechando o primeiro tempo em 34 a 31.

Mas no terceiro, o Joinville voltou a abrir no jogo colocando 6 pontos de vantagem e passando a frente com 50 a 47. E no último quarto, a partida continuou muito disputada e foi decidida na última bola com vantagem para o time do sul fechando o jogo em 64 a 62 e estreando com vitória fora de casa.

Na próxima rodada, o Botafogo joga sábado fora de casa contra o Franca em partida que promete ser dura, enquanto que o Joinville segue no Rio e terá o Flamengo na quarta e o Vasco na sexta.

 

Flamengo vence a segunda pelo NBB

Time chega a sua segunda vitória. Crédito: Felipe Mendes/Brasilia

Depois de bater o Basquete Cearense na estreia no NBB CAIXA 2018/2019, o Flamengo foi à capital federal nesta segunda-feira e venceu mais uma na competição. No Ginásio Nilson Nelson, o clube rubro-negro levou a melhor no clássico contra o Universo/CAIXA/Brasília, por 94 a 69, e manteve os 100% de aproveitamento.

Com o resultado, o Flamengo somou sua segunda vitória em dois jogos no NBB CAIXA e manteve sua invencibilidade na temporada em solo nacional, já que foi campeão invicto do Campeonato Carioca – perdeu somente no amistoso contra o Orlando Magic. Já o Brasília perdeu sua segunda partida em dois jogos na competição.

Os rebotes foram um dos diferenciais da vitória rubro-negra na capital federal. A equipe do técnico Gustavo De Conti pegou incríveis 54 rebotes, sendo 21 deles ofensivos, enquanto que o Brasília totalizou 34, sendo apenas sete na tábua de ataque.

 E por falar em rebotes, o grande destaque do Flamengo foi o ala/pivô Olivinha, maior reboteiro da história do NBB CAIXA, autor de 21 pontos e oito rebotes. Companheiro de time de Olivinha pela décima temporada seguida, o ala Marquinhos também se sobressaiu, com 16 pontos, assim como o ala/pivô Rafael Mineiro, que começou o duelo como titular e totalizou 11 pontos.

“Foi um jogo muito bom. Sabíamos que seria difícil, eles (Brasília) têm um poder ofensivo muito grande, mas fizemos uma grande defesa e tiramos a produção das principais peças deles e assim conseguimos essa vitória elástica. Vamos comemorar um pouco só, pois já temos que focar na próxima partida, que será mais uma pedreira”, disse Olivinha após a partida.

Agora o Flamengo volta para casa e encara o Joinvile.

Pinheiros vence São José

Na outra partida dessa segunda feira, o Pinheiros numa partida muito disputada, venceu também sua segunda partida por 88 a 86 em casa contra o São José.

  • Publicado em Basquete

Campeã no Trail Run lança livro no Rio de Janeiro

Se você participa de algumas das principais provas de trail run no Brasil, certamente já deve ter visto a Rosalia Camargo Guarischi no pódio, e muita das vezes no lugar mais alto dele. E agora ela resolveu abrir um pouco o jogo e contar um pouco sobre algumas corridas que ela participou no livro “Pelas Trilhas” que terá lançamento amanhã no Leblon.

São seis corridas que ela conta e todas entre 50 e 100 km onde fala da preparação, do que cada corrida especifica pede e as lembranças que ela tem.

Mas antes de participar desse tipo de evento, Rosalia participou de provas de triatlo e de algumas edições do ironman, fora outras tantas corridas de rua e ir para o trail Run, só bastou uma corrida como incentivo.

“Desde 2010 que participo de corridas de trail run. A minha primeira experiência com na XC Run que se chamava Maratona Cross Coutry de Búzios e foram 42 km em torno da cidade e me apaixonei. Acabei me decidindo em participar mais de corridas assim e não parei mais” – Conta Rosália sobre o início da carreira nesse tipo de modalidade.

Ela tem uma rotina muito diferente. A corrida, ela encaixa indo de sua casa em Ipanema saindo com sua filha Maria onde a deixa na escola e em seguida, vai para Urca onde trabalha como arquiteta. No almoço, ela sai para nadar, e no final do expediente, ainda tem energia para voltar correndo e em casa treina em sua bicicleta no rolo. As trilhas, ela treina no fim de semana onde fica um bom tempo dentro da Floresta da Tijuca.

“Nós que gostamos de esporte, temos que nos adaptar e sempre treinar. Minha alimentação estou com a Advanced Nutricion e isso me ajudou muito. Tenho uma nutricionista a Juliana Soleiro e depois que a Maria nasceu, sabia que tinha que me cuidar mais” – Conta

O lançamento do livro será amanhã na loja do The Noth Face do shopping Leblon as 19hrs onde terá uma noite de autógrafos. Quem não puder ir, pode comprar o livro pelo Estante virtual só bastando procurar o nome dela. O livro custa R$40.

  • Publicado em Videos

Exclusivo: Primeiros atletas completam os 1000 km - Brasil. Conheça a rotina da competição

Depois de 10 dias correndo ao menos 100 km por dia, os 1000 km - Brasil chegou ao seu desfecho final. Foram 20 atletas que largaram para a disputa em Paulo de Frontin no interior do Rio de Janeiro, mas somente cinco conseguiram chegar ao último dia de competição e os primeiros atletas conseguiram completar a distância mágica.

Cleberton foi o primeiro atleta a chegar a marca dos 1000 km. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Cleberton de Oliveira foi o primeiro a completar os 1000 km e pouco depois, foi a vez de Sergio Cordeiro também chegar. Um pouco mais tarde, Luiz Claudio dos Santos fechou o pódio na categoria masculina. Dos homens, falta menos de 24 km para Moisés Carmona Torres chegar. 

Sérgio Cordeiro foi o segundo a completar 1000 km. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Já na categoria feminina, a Débora Aparecida Simas já era a campeã por ser a única mulher a chegar ao último dia de competição. Mas ela ainda não completou os 1000 km, o que deve acontecer daqui há poucas horas onde ela ainda tem 36 km por percorrer até a meia noite de hoje.

Luiz Claudio dos Santos foi o terceiro a completar os 1000 km. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

O Esportes de A à Z se deslocou até Paulo de Frontin no 9o dia de competição para mostrar como é a maior ultramaratona da América do Sul e como estavam os atletas na véspera de completarem o desafio.

Pudemos ver de perto toda a estrutura montada por Marcio Villar e Aureo Lavinas. O percurso de em torno de 1,2 km montado em frente a Lagoa Azul é um paraíso para os que escolheram se desafiar ali e rodamos ele. Ele tem suas dificuldades como muitas pedras nos cantos e duas subidas, onde os atletas já estavam cansados e preferiam muitas vezes fazer caminhando elas.

Débora Aparecida Simas é a única mulher na competição e falta pouco para ela completar. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Os atletas também respiravam a prova o tempo todo. Por não poder se afastar do local da corrida, tinham suas tendas onde descansavam e durante a prova, faziam sua alimentação que ficava disponível próximo a linha de largada, como também tinham assistência médica e fisioterapia.

Moisés Carmona Torres tem até a meia noite para completar os 1000 km. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Vocês podem conferir no vídeo abaixo como foi a nossa visita aos 1000 km - Brasil

 

  • Publicado em Videos
Assinar este feed RSS