fbpx

Ricardo Erlich

Ricardo Erlich

URL do site:

George Washington dispara e vence Gp Brasil 2019

Você sabe quem foi George Washington? Estamos falando do famoso general que lutou pela independência americana contra os ingleses e virou o primeiro presidente da nova nação que viria a dominar economicamente o mundo? É quase isso! 243 anos depois, um cavalo com o mesmo nome dominou e venceu o tradicional GP Brasil de Turfe no hipódromo da Gávea.

Para vencer a prova, o cavalo montado por Marcelo Gonçalves saiu da penúltima posição e apenas seguindo os outros competidores até entrar na reta final onde começou a ultrapassar por fora e assumiu a liderança nos últimos metros da prova.

Em segundo lugar ficou o cavalo Or Noir, em terceiro Taksin, quarto Olympic Hollywood e em quinto Leviatan.

Veja mais imagens da prova e assista o vídeo dela no final.

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

  • Publicado em Videos

Flamengo derrota Franca na casa do adversário de novo e é hexacampeão do NBB

E depois de cinco jogos emocionantes, saiu o grito de “É Campeão” no NBB. E quem saiu feliz no ginásio Pedrocão em Franca foi o Flamengo que se sagrou hexacampeão da competição ao derrotar o time da casa por 81 a 72 mostrando uma grande superioridade nos dois primeiros quartos e quando o adversário cresceu e até chegou a encostar, mostrou ter experiência para trazer para o Rio o título da competição.

Com um time renovado onde somente Marquinhos, Olivinha e Anderson Varejão continuaram na temporada anterior e a mudança de técnico para Gustavo de Conti, o time mudou sua forma de jogar e teve uma temporada excelente, onde ganhou o título do campeonato carioca  e da Copa Super 8 fechando a tríplice coroa nas competições nacionais e internacionalmente foi eliminado na liga sul-americana nas semifinais em casa e foi vice-campeão do Interclubes da Fiba jogando em casa.

Flamengo começou forte na partida. Crédito: Fotojump/LNB

Pelo NBB, a campanha foi bem constante. Na fase de grupos, teve apenas 4 derrotas, ainda no primeiro turno e depois sustentou uma sequência de 15 jogos sem derrota ficando em segundo, atrás apenas do Franca. Nos playoffs, derrotou por 3 a 0 o Corinthians, o Botafogo por 3 a 1 e o Franca por 3 a 2.

O time de Franca apareceu nas duas decisões mais importantes da temporada e por duas vezes, o Rubro-negro derrotou o time jogando na casa do adversário.

O Jogo

 O jogo começou muito atípico. Claramente mostrando nervosismo, o time de Franca teve um péssimo aproveitamento no ataque que culminou com o bom momento da defesa do Flamengo. No ataque, o time Rubro-Negro jogou com muita tranquilidade e conseguiu achar seus espaços e sem encontrar dificuldade, fez seu jogo e conseguiu uma ótima vitória parcial por 24 a 10.

Torcida viajou mais de 12 horas na estrada para estar presente na decisão. Crédito: Fotojump/LNB

O time de Franca até conseguiu melhorar um pouco no segundo quarto, mas continuou errando bastante no ataque. Uma prova disso é que as cestas de 3 pontos do time da casa não caíram nenhuma vez nos dois primeiros quartos. Do outro lado da quadra, Marquinhos pelo Flamengo chamou a responsabilidade para si e tomou a iniciativa de manter a vantagem construída no primeiro quarto. E no final, o rubro-negro se manteve tranquilo na frente fechando o quarto em 45 a 29.

Com outra postura, o Franca partiu para cima do Flamengo e conseguiu tirar 11 pontos de vantagem e parecia que poderia buscar uma virada ficando a 5 pontos de diferença. Mas mexendo no seu quinteto, o técnico Gustavo de Conti conseguiu voltar a arrumar o rubro-negro e com 5 pontos seguidos sendo 2 de Balbi e 3 de Marquinhos, o time voltou a respirar e conseguiu fechar o terceiro quarto em 56 a 44.

Flamengo fecha a temporada vencendo o estadual, Super 8 e NBB. Crédito: Fotojump/LNB

Uma final sem emoção, não teria a menor graça. Mais uma vez, Franca partiu para cima e a partida passou ser muito disputada. O time da casa chegou a ficar 2 pontos e sob o comando de Deryk, Balbi, Marquinhos e Olivinha, o Flamengo conseguiu reagir e repor a diferença fechando o jogo em 81 a 72 e saiu com o hexacampeonato do NBB.

 

Que tal passar 60 dias correndo sem parar?

Essa é para você que gosta de correr todos os dias. Já pensou em participar de uma corrida por 60 dias seguidos? Mas olha só: Tem que ser duas maratonas por dia e você tem que somar 5 mil km no final. Você está maluco? Existe essa prova? Ela existe e vai acontecer na Grécia e tem um brasileiro nessa disputa.

De Itaboraí, na região metropolitana do Rio, o atleta Cleberton Souza que ano passado foi o vencedor dos 1000km - Brasil está com participação confirmada nessa competição que acontece num percurso de 1km no entorno do estádio Hellinikon em Atenas. Ele se junta a outros cinco atletas que já estão inscritos na mesma prova que acontecerá de 12 de outubro até 12 de dezembro.

“Esta é uma daquelas metas que a gente não faz a mínima ideia de como vai alcançar, mas pelo que aprendi na 1000Km Brasil acredito que poderei completar. Na 1000Km eu corri uma média de 106km por dia com apenas 18 diárias para correr em um circuito difícil com subidas, descidas, poças de água, lama e muitas pedras. Na Grécia precisarei correr 84km por dia com 24h disponíveis em pista. Acredito que com um bom plano de descanso chegarei aos 5000km” – Comenta sobre a prova.

Mas como todo e qualquer corredor, Cleber começou a correr em 2010 e já estreou direto na corrida mais famosa do Brasil a da São Silvestre em São Paulo. A maratona veio pouco tempo depois e em 2016 estreou nas ultramaratonas e numa corrida em Sana, chegou em 3º lugar e começou a frequentar o pódio nessas provas.

Para encarar estes 60 dias correndo, Cleberton está treinando bastante e participará novamente dos 1000km - Brasil antes de partir para Grécia. Por lá, ele estará sozinho sem apoio nenhum e apenas no coração para chegar a marca dos 5000 km

Flamengo vence e empata série final no NBB

Tendo a obrigação de vencer o jogo 4 no Maracanãzinho diante da sua torcida, o time do Flamengo entrou em quadra com o apoio da sua torcida e saiu com a vitória diante do Franca por 76 a 62 com um show de Marquinhos e Varejão, empatando a série final em 2 a 2 e adiando a final do NBB para a próxima semana.

O ala Marquinhos mais uma vez foi o cestinha da partida contribuindo com 25 pontos, seguido por Varejão que saiu com 19 pontos e 9 rebotes. Já pelo lado de Franca, o cestinha foi David Jackson com 14 pontos e que acabou saindo antes do final da partida ao atingir a marca de 5 faltas.

Quem falou com a imprensa após a partida foi o técnico Gustavo de Conti que contou se sair satisfeito com a vitória hoje e acredita que a pressão estará do outro lado da quadra.

Defesa rubro-negra foi responsável pela vitória do time. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“Hoje conseguimos acertar a nossa defesa e soubemos a hora certa de atacar para sair com a vitória. Tivemos uma semana longa para treinar para conseguirmos acertar todos os detalhes que precisávamos para adiar a decisão semana que vem. Tenho certeza que o time de Franca entra muito mais pressionado que nós por estarem em casa e vamos com calma trazer esse título para o Rio.” – Comentou

Já pelo lado de Franca, o técnico Helinho acredita que o time jogou muito abaixo do seu normal e acredita que com algumas melhoras e jogando em casa terá mais chance de vencer a final.

“Temos que corrigir nossos erros, procurar melhorar o que estamos fazendo de melhor e estaremos do lado da torcida que sempre nos apoiou. Tivemos muita perda de bolas e pela qualidade de um time do Flamengo, temos que procurar não perder tanto a bola e atacar com muito mais serenidade” – finalizou.

O Jogo

 O time do Flamengo saiu na frente a abrindo vantagem e em pouco tempo, conseguiu obter uma vantagem de 10 a 2. Mas o time de Franca entrou na partida e com cestas seguidas virou o placar para 12 a 10. O jogo seguiu com alternância na liderança e com uma cesta de 3 de Marquinhos, o Flamengo decretou a última virada e fechou o quarto em 19 a 16.

Decisão será semana que vem em Franca. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Com um índice baixo de cestas para ambos os lados, a partida seguiu muito equilibrada. Franca chegou a ter a liderança no 23 a 22, mas depois o Flamengo retomou a liderança e até conseguiu abrir um pouco no placar fechando o segundo quarto em 33 a 27.

Tendo que vencer a partida para se salvar, o Flamengo partiu para cima de Franca e conseguindo anular na defesa seu adversário, o time conseguiu abrir uma boa vantagem no jogo. Varejão se destacou no quarto tanto na defesa quanto no ataque e no final, o rubro-negro conseguiu fechar o quarto por 56 a 44.

No último quarto, o time de Franca para o desespero na tentativa de buscar a vitória. Tentando arremessos de 3 pontos a todo custo, acabaram errando de mais e a diferença para o Flamengo só aumentava. No final, o Flamengo venceu por 76 a 62 vencendo o quarto jogo e levando a final para Franca na semana que vem.

A decisão final entre Flamengo e Franca será no próximo sábado às 14:30 no ginásio Pedrocão em Franca. Quem vencer, será o campeão do NBB 11

Assinar este feed RSS