fbpx

Refugiado venezuelano fará luta no Rio de Janeiro

Refugiado venezuelano fará luta no Rio de Janeiro Adriano Mejía participará da Copa Jaílson Farias em Jacarepaguá como parte do treinamento para se profissionalizar. Crédito: Divulgação

Milhão de pessoas tem deixado à Venezuela por causa da crise, incluindo insegurança, escassez de comida, ausência de serviços de saúde e medicamentos e até mesmo a perda de suas casas. A história dos irmãos venezuelanos Adriano Mejía (18 anos) e José Luis Mejía (26 anos), que cruzaram a fronteira do Brasil, não é diferente.  Há menos de seis meses, os dois irmãos estão no país para tentar uma melhor condição de vida.

Em Boa Vista, capital de Roraima, a vida dos dois se resumia em procurar alimentos, local para dormir e trabalho. Dormiram em barracas do campo de refugiados, na casa de brasileiros e até nas ruas. Trabalharam como catadores de latinhas, e revendiam objetos, de tudo um pouco, para se alimentarem.

Enquanto rodavam pelas ruas de Boa Vista, os dois conheceram o projeto social de boxe do professor Ronaldo Silva, onde Adriano começou uma nova etapa na vida.

Adriano levou jeito na modalidade e recebeu um convite para treinar em São Paulo. Adriano Mejía se mudou para Jacareí (São Paulo), e treina na academia Coliseu Boxe Center, em Guarulhos.

“Ele encontrou um caminho para a integração, o convívio e a dignidade, conta o treinador de boxe, Ronaldo Silva”. E vai além: “Depois de passar noites chuvosas e frias nas ruas e até passar fome, agora com o boxe, ele pode ter uma melhor condição de vida”, diz.

“O boxe é a minha vida. Graças a uma reportagem que fizeram comigo, eu recebi a proposta para treinar e morar em São Paulo. E melhor: um empresário acreditou no meu potencial, me deu uma casa mobiliada em Jacareí. Hoje, tenho casa, comida e pude trazer a minha família para cá. Todos estão empregados também”, fala Adriano.

No próximo sábado (25), Adriano lutará a Copa Jailson Farias de boxe, que será realizada na academia Spartan, Taquara, em Jacarepaguá. O venezuelano já fez duas lutas amadoras e venceu todas. Além da luta do venezuelano, Luciano Falcão, da família Falcão de boxe e Emerson Falcão, treinador do José Aldo, estarão no evento.

A Copa Jaílson Farias é organizada por Alessandro Leite, presidente da Associação Brasileira de Pugilismo (ABP). A competição conta com o apoio da Churrascaria Carretão, Lojas Devorer e das academias Ari Fight, Spartan e Justino Fight Team.

Ingressos já estão à venda – A programação terá 10 lutas interestaduais amadoras (RJ X SP) e uma internacional –– e os ingressos, à R$ 10,00, estão à venda no local.

Card da Copa Jaílson Farias de Boxe:

- 1ª Luta - Interestadual (Elite – 64kg)

Adriano Mejía (Coliseu Boxe Center SP) x Francisco de Neto (Arena Fight Guaratiba RJ)

- 2ª Luta (Elite 69kg)

Ruan Ferreira (Chocolate Team RJ) x Wellington Tavares (Spartan RJ)

-3ª Luta - Interestadual (Elite 69kg)

Wesley Ferreira (Coliseu Boxe Center SP) x Júlio César (Spartan RJ)

-4ª Luta (Elite 69kg)

Lucas Souza (Instituto Todos na Luta RJ) x Emerson Falcão (Nova União RJ)

-5ª Luta (Elite 69kg)

Joel Abreu (Instituto Todos na Luta RJ) x Lenílson Bruno (Milithai RJ)

-6ª Luta (Elite 69kg)

Edson Alves (Milithai RJ) x Erick Cardoso (Chocolate Team RJ)

-7ª Luta (Elite 69kg)

William Macedo (Milithai RJ) x André Felipe (Justino Fight Team RJ)

-8ª Luta (Elite 75kg)

Douglas Santos (Milithai RJ)  x Thiago Silvares (Blood Boxer RJ)

-9ª Luta – Interestadual (Elite 75kg)

Levi Silva (Coliseu Boxe Center SP) x Taluanes Souza (Spartan RJ)

-10ª Luta - Interestadual (Elite 91kg)

Luciano Falcão (Coliseu Boxe Center SP) x Matheus Cavalcanti (Milithai RJ)