Redação

Redação

Sesc RJ vence Sada Cruzeiro em jogo eletrizante

Os dois primeiros colocados na classificação da Superliga masculina de vôlei 2017/2018, Sesc RJ e Sada Cruzeiro (MG), fizeram uma partida que fez jus ao equilíbrio das equipes que entraram em quadra, na noite deste sábado (13.01), com apenas um ponto de diferença na tabela. No final, depois de muita disputa, melhor para o time carioca, que venceu por 3 sets a 2 (28/26, 20/25, 25/23, 19/25 e 20/18), em 2h44 de partida.

Com o resultado, o Sesc RJ abriu dois na classificação, passando a somar, então, 33 pontos após 11 vitórias e apenas duas derrotas. O Sada Cruzeiro tem 31 pontos e um jogo a menos disputado – somando 10 resultados positivos e dois negativos. O Sesi-SP e o EMS Taubaté Funvic (SP), que também venceram neste sábado, aparecem em terceiro e quarto, com 30 e 28 pontos, respectivamente.

Apesar do resultado negativo do seu time nesta noite, o ponteiro do Sada Cruzeiro, Leal, foi o maior pontuador do jogo, com 18 acertos, sendo 15 de ataque, dois de saque e um de bloqueio. O ponteiro da equipe carioca, João Rafael, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e foi eleito o melhor da partida. O jogador recebeu o Troféu VivaVôlei CIMED das mãos do supervisor do Grupo CIMED RJ, Anderson Ribeiro de Souza, e passou o prêmio ao companheiro de equipe, Maurício Borges.

“O grupo esteve muito coeso, unido hoje. O João Rafael saiu e o Japa entrou muito bem. Isso mostra que todo o conjunto está preparado para ajudar, jogar e se sair bem. Hoje todos jogaram bem e isso é o merecimento do nosso trabalho. Viemos treinando muito forte todos os dias e a vitória foi muito boa e importante para o nosso time. Todos estão de parabéns”, afirmou Maurício Borges.

O levantador Thiaguinho também analisou a vitória do seu time, dando destaque a boa atuação no saque e valorizando a força do grupo carioca.

“Foi uma vitória merecida. Nos preparamos muito. Sabemos que o time deles tem um poder de saque e rodagem de bola muito grande e, por isso, fomos para o tudo ou nada no saque e deu certo. O set que perdemos não conseguimos converter os saques em pontos. Foi uma vitória do grupo. Eu saí, o João saiu e todo mundo que entrou, contribui. Isso é o que fica guardado para o restante do campeonato”, disse Thiaguinho.

Do lado do Sada Cruzeiro, o treinador Marcelo Mendez ressaltou a importância de seguir trabalhando firme para o prosseguimento da competição.

“Foi um jogo muito pegado, muito difícil. Eles jogaram muito bem, trabalharam muito bem no saque, complicaram muito a nossa recepção. Temos que continuar trabalhando e fazer uma boa preparação para o playoff, que é a fase mais importante”, concluiu Mendez.

O Sesc RJ volta a jogar no próximo sábado (20.01), quando irá enfrentar o Corinthians-Guarulhos (SP) na casa do adversário. Já o Sada Cruzeiro voltará a atuar diante de sua torcida, no domingo (21.01), contra o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR).

O JOGO

O Sada Cruzeiro saiu na frente no erro de saque do Sesc RJ. Na sequência, o time carioca virou e, depois de bom saque de Tiago Barth, fez 4/1. A equipe da casa ainda abriu 7/3. O Cruzeiro reagiu e, no bloqueio, marcou 8/10. No lance seguinte, no erro do adversário, os visitantes encostaram em 9/10. Com ponto de bloqueio de Maurício Souza, o Sesc RJ voltou a abrir: 12/9. O time mineiro encostou novamente em 12/13 e chegou ao ponto de empate em 13/13. O Sada Cruzeiro seguiu pontuando e abriu três pontos em 18/15. Com Renan, o Sesc RJ encostou em 18/19. No ace de Maurício Borges, 20/19 para o time carioca. João Rafael marcou 23/22. O set esteve igual em 24/24. No erro do adversário, o Sesc RJ fechou em 28/26.

O Sesc RJ começou melhor também no segundo set e, mais uma vez, abriu 4/1. Filipe pontuou e colocou o Sada Cruzeiro encostado no placar: 4/5. Novamente com o ponteiro, o time mineiro empatou em 6/6. E mais uma vez com Filipe, dessa vez no bloqueio, o Sada assumiu o comando do marcador em 7/6. A equipe cruzeirense colocou três de vantagem (10/7). João Rafael colocou o time carioca encostado no placar: 10/11. No bloqueio de Simon, 13/10. No lance seguinte, bloqueio de Leal e 14/10. Quando o placar foi a 16/11, Giovane pediu tempo. O Sesc RJ reagiu e quando marcou 14/16 foi a vez de Marcelo Mendez parar o jogo. O Sada voltou a abrir (18/14). No erro do time carioca, o Sada Cruzeiro marcou 22/18. No final, no saque de Leal, 25/20.

O Sesc RJ abriu o terceiro set com ace de Maurício Borges. O Sada Cruzeiro virou em 3/2. A parcial esteve empatada em 5/5. Com dois pontos de saque seguidos de Maurício Borges, o time carioca abriu três de vantagem: 10/7. Marcelo Mendez pediu tempo. A diferença seguiu em três quando o marcador apontou 12/9. No erro do adversário, o Sesc RJ fez 14/12. Depois de mais um bom saque de Maurício Borges, o time da casa abriu 17/14. Leal reduziu a diferença no placar em 16/18. Com João Rafael, o Sesc RJ chegou a 20/16. Marcelo Mendez pediu tempo. A vantagem carioca foi mantida em 22/18. A reta final do set ganhou equilíbrio quando Simon marcou 22/23. Giovane pediu tempo. No final, 25/23 para o Sesc RJ.

O Sada Cruzeiro começou melhor no quarto set e, em boa passagem de Leal pelo saque, logo abriu grande vantagem de 5/0. O Sesc RJ reagiu e, no ponto de saque de Tiago Barth, reduziu a desvantagem para 3/5. Contando com erros do time carioca, o Sada fez 7/3. No bloqueio de Simon, 9/5. Maurício Borges reduziu a desvantagem do Sesc RJ em 8/11. No bloqueio, o Sada Cruzeiro voltou a abrir vantagem (13/8). O time da casa buscou e fez 11/14. A diferença no placar caiu mais em 13/15. Com bom saque de Alemão, a equipe mineira voltou a abrir: 18/13. Giovane pediu tempo. Simon bloqueou e levou o Sada Cruzeiro a 20/14. Simon marcou 21/15. No final, vitória do Sada por 25/19.

O Sesc RJ saiu na frente no erro do adversário. No ace de Tiago Barth, 2/0. No bloqueio, o Sada Cruzeiro fez 3/2. João Rafael colocou o time carioca novamente em vantagem (4/3). O time mineiro voltou a ter vantagem e fez 6/5. Na troca de quadra, o Sada Cruzeiro tinha três a frente; 8/5. Com PV, os donos da casa encostaram em 7/8. Leal marcou 10/8. No bloqueio de Tiago Barth, 9/10. O Sada Cruzeiro colocou vantagem em 12/9 e Giovane Gávio pediu tempo. No bloqueio de Maurício Souza, o Sesc RJ voltou a encostar: 11/12. Mauricio Souza pontuou mais uma vez e levou o tie break ao empate: 13/13. A reta final do set foi extremamente disputada e a partida só acabou quando o Sesc RJ fez 20/18.

EQUIPES

SESC RJ – Thiaguinho, Renan, Maurício Souza, Tiago Barth, João Rafael e Maurício Souza. Líbero – Tiago Brendle

Entraram – PV, Everaldo, Japa

Técnico: Giovane Gávio

SADA CRUZEIRO – Uriarte, Evandro, Isac, Simon, Leal e Filipe. Líbero – Serginho

Entraram – Fernando, Alemão, Eder Levi

Técnico: Marcelo Mendez

  • Publicado em Vôlei
  • 0

Elite definida para a Corrida de São Sebastião

A lista do pelotão de elite da edição 2018 da Corrida de São Sebastião, que acontece no sábado (20), no Aterro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro, terá predominância brasileira. A prova de 10km conta com 40 homens e 20 mulheres confirmados até o momento. Os três brasileiros mais bem colocados no ano passado irão brigar pelo pódio mais uma vez: Giovani dos Santos, atual campeão, Gilmar Silvestre Lopes e Damião Ancelmo de Souza. Entre os estrangeiros, destaque para Edwin Kipsang Rotich (Quênia), vencedor das edições de 2012 e de 2013, que brigará pelo tricampeonato.

No feminino, a disputa também será boa. Entre as confirmadas estão Esther Chesang Kakuri (Quênia), segundo lugar no ano passado por apenas seis segundos de diferença da primeira colocada (Failuna Abdi Matanga - Tanzânia), e as brasileiras Joziane da Silva Cardoso, campeã da Meia Maratona do Rio de Janeiro em 2017 e Mirela Saturnino de Andrade, vice-campeã da Maratona do Rio, também em 2017.

“A Corrida de São Sebastião além homenagear o padroeiro da nossa cidade é a prova que abre o calendário oficial de corridas de rua do Rio. Por tudo isso, o dia da prova é uma data muito aguardada por todos nós, onde sempre recebemos grandes nomes do atletismo. Neste ano, em especial, estamos muito orgulhosos pela presença de fortes nomes nacionais que irão brigar pelo pódio de igual para igual com os atletas estrangeiros”, afirma João Traven, sócio-diretor da Spiridon Eventos, empresa que organiza a prova.

 

ATLETAS DE ELITE CONFIRMADOS NA PROVA

Masculino:

Albertino Silva da Luz

Alequessandro

André Aloísio Fortunato Silva

Antonio Wilson

Carlos Matos Lopes

Cezidio Neto

Clodoaldo De Azevedo Ferreira da Silva

Crispim Pimenta de Oliveira

Damião Ancelmo de Souza

Darlan Jose da Silva

Ederson Vilela Pereira

Edwin Kipsang Rotich (Quênia)

Eliezer de Jesus dos Santos

Elisvaldo Rodrigues de Carvalho

Fabiano Nascimento da Silva

Fabricio Gomes dos Santos

Francisco de Paula Ferreira da Silva

Gilberto Silvestre Lopes

Gilmar Silvestre Lopes

Ginaldo Remigio de Freitas

Giovani dos Santos

Jhonatan Venancio Comper

Jocemar Fernandes Correa

Jormen Freire Nascimento

Jose Alves da Silva Junior

Jose Eloy

Jose Gutemberg Ferreira

Leandro de Melo Souza

Marwa Dickson (Tanzânia)

Manoel Raimundo da Silva

Maxweel Kortek Rotich (Uganda)

Paul Kipkorir Kipkemoi (Quênia)

Paulo Sergio Pereira

Ricardo Marinho da Silva

Roberto Rimes Rosa

Saidi Juma Makula (Tanzânia)

Silvano Lima Pinto

Valdir Serio de Oliveira

Valério de Souza Fabiano

 

Feminino:

Adriana Domingos Silva

Amanda Aparecida de Oliveira

Ana Paula Leotério

Andrea Folegatti de Souza Mello

Esther Chesang Kakuri (Quênia)

Fabiana Cristine da Silva

Gessica Ladeira

Helena Pereira da Anunciação

Joziane da Silva Cardoso

Larissa Marcelle

Leh Jerotich (Quênia)

Lidiane Batista dos Santos

Maria Luciana Siqueira Paula

Maria Regina Seguins

Mirela Saturnino de Andrade

Mirlene da Silva Santos

Paskalia Chepkorir (Quênia)

Rejane Ester Bispo

Rozilene Silveira de Jesus

A Corrida de São Sebastião terá largada às 7h30 entre as Ruas Cruz Lima e Tucumã. No percurso mais longo, os cinco primeiros colocados das categorias masculina e feminina receberão prêmios em dinheiro e troféus. No mais curto, os cinco melhores classificados também receberão troféus.

O evento, que também faz parte das comemorações oficiais do feriado do santo padroeiro do Rio, vai reunir 5 mil participantes, que vão se aventurar em provas com percursos de 5k e 10k. A realização e organização do evento é da Spiridon Eventos. A Corrida de São Sebastião, uma das mais tradicionais provas da cidade que abre o calendário oficial dos eventos esportivos do Rio de Janeiro.

 

Serviço Corrida de São Sebastião:

Data: 20 de janeiro

Local: Aterro do Flamengo entre as ruas Cruz Lima e Tucumã

Abertura das áreas do evento: 6h30 / Largada: 7h30

Inscrições esgotadas para a Corrida de São Sebastião CAIXA 2018

A mais de um mês da Corrida São Sebastião CAIXA, as provas de 5km e 10km estão com as inscrições esgotadas.  O tradicional evento esportivo evento reunirá 5 mil pessoas, no dia 20 de janeiro, no Aterro do Flamengo e Enseada de Botafogo. A prova, que está entre as mais queridas pelos cariocas, abre o calendário de corridas da Cidade Maravilhosa, fazendo parte do calendário de eventos oficiais da Cidade conforme Decreto lei nº 4.760, e é realizado em comemoração ao dia do padroeiro.

A Corrida de São Sebastião CAIXA contará com atletas de elite e amadores uma das novidades para 2018 é o aumento no valor da premiação.  Os cinco primeiros colocados nas categorias masculina e feminina na prova de 10Km receberão prêmio em dinheiro e troféus, enquanto os cinco melhores classificados nas categorias masculina e feminina na prova de 5Km receberão troféus. As cinco equipes de academias, personal trainer, grupos de corridas, empresas ou colégios com maior número de inscritos também recebem troféus. O evento ainda realizará sorteio de brindes.  A largada está marcada às 7h30.

No dia 28, será a vez da criançada participar da Corrida São Sebastiãozinho CAIXA. O evento também está com as inscrições esgotadas. A novidade para 2018 é a realização da prova para os pequenos no Estádio Nilton Santos, o Engenhão. O evento receberá 1200 crianças, de 3 a 14 anos, em distâncias que variam de 25m a 800m.  

Todas as informações da Corrida podem ser encontradas no site www.corridadesaosebastiao.com.br. A Corrida de São Sebastião conta com o patrocínio da CAIXA e do Governo Federal. O evento também possui o apoio da Appai e da Prefeitura do Rio. A realização e organização do evento é da Spiridon Eventos.

Valores premiação Corrida de São Sebastião CAIXA:

1° - R$4500,00

2° - R$2750,00

3° - R$2000,00

4° - R$1200,00

5° - R$750,00

 

Serviço Corrida de São Sebastião CAIXA:

Data: 20 de janeiro

Local: Aterro do Flamengo entre as ruas Cruz Lima e Tucumã

Largada: 7h30

Inscrições: Esgotadas

 

Serviço Corrida de São Sebastiãozinho CAIXA:

Data: 28 de janeiro

Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão)

Entrega de kits: a partir das 6h30

Inscrições: Esgotadas

Rei e Rainha do Mar: multidão de atletas "invade" Praia de Copacabana no maior festival de esportes de praia

O Circuito  Rei e Rainha do Mar movimentou a orla carioca neste sábado, dia 9, com a realização do maior festival de esportes de praia do Brasil. Mais de 4 mil pessoas de 16 estados participaram das disputas de Beach Run, Beach Biathlon e diferentes distâncias de natação em águas abertas. A manhã começou com névoa, mas logo o sol brindou quem estava na Praia de Copacabana. Um dos eventos mais marcantes do dia foi o Super Challenge, prova de natação no mar com 10km, mesma distância dos Jogos Olímpicos. A prova contou com quase 200 nadadores e participação especial da medalhista nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Poliana Okimoto. O campeão da prova foi o gaúcho Matheus Emerim Evangelista, com o tempo de 2h08min04. No feminino, vitória de Catarina Ganzeli (2h26min52).

Eu achei incrível ter tanta gente nadando a prova de 10km. É uma prova difícil de fazer, quando a gente vê uma distância como essa crescendo e o Rei e Rainha do Mar apoiando, é muito bom”, declara Poliana. A atleta também falou sobre a sensação de nadar a primeira volta (2,5km) ao lado dos amadoresÉ sempre uma honra enorme estar no Rei e Rainha do Mar. É um prova que eu gosto muito de fazer. Sempre que eu posso eu venho prestigiar. Esse fim de semana está sendo a minha despedida das provas oficiais da maratona aquática. Estou muito feliz. Foi especial nadar essa volta simbólica. As pessoas vinham falar comigo, agradecer, pediam pra eu não parar. Muito feliz com tudo isso”, finaliza.

Poliana Okimoto foi homenageada com o selo Princesinha do Mar celebrando suas conquistas ao longo da carreira. Entre os amadores, uma história mereceu destaque: Sandro Braz, morador da Baixada Fluminense, nadou a prova de 1km (Sprint) ao lado do filho Enzo, de 17 anos.

Cada ano que passa o rei e rainha cresce e melhora, com mais prestigio. Vem gente de toda a parte do Brasil. As pessoas adoram, prestigiam. Eu comecei e nadar no piscinão de Ramos, sem nenhuma instrução. Depois que conheci o Rei e Rainha minha vida mudou. O amor é tão grande que eu tatuei no peito o nome do evento”, empolga-se Sandro.

Na Beach Run, os campeões foram (2,5km corrida na areia) Eduardo Sutero (8min59) e Adriana Pinto Ribeiro (11min56). Nos 5km, vitória de Adair José dos Santos (17min37) e Beatriz Fernandes (23min23). No Beach Biathlon (1km de natação + 2,5km na areia) os campeões foram Antonio Ferraz Bravo Neto (25min30) e Claudia Dumont (29min01).

Nas prova mais veloz de águas abertas (Sprint - 1km de natação no mar) os vencedores foram Daniel Costa Cunha (13min42) e Priscila Lira Klaes (26min18). No Classic (2,5km de natação no mar), o primeiro lugar ficou com Matheus Ehrich Avellar (31min46) e Rafaela Monilly Pereira de Souza (34min19). No Challenge (5km de natação no mar) o primeiro lugar mais alto do pódio ficou com Carlos Eduardo de Aguiar (1h07min06) e Ana Luiza das Neves Mourão (1h13min21).

A manhã ainda teve ação social. Pela 15ª vez o ultramaratonista Marcio Vilar correu 100km em prol de verba para o Pro Criança. Os papais e mamães também  puderam garantir um fim de semana com muita diversão em família. O evento contou com modalidades voltadas ao público infantil a Natação e o Beach Run. Considerado o "padrinho" e um dos criadores do Rei e Rainha do Mar, o ex-nadador Luiz Lima conduziu as largadas e falou sobre o sentimento que tem pelo Rei e Rainha do Mar.

É maravilhoso inspirar pessoas que começaram a nadar tarde, aqueles que que usam o esporte para melhorar a qualidade de vida ou com outras histórias. Fico completo como profissional de educação física e também como pessoa. Você se sente útil pra sociedade e isso é muito bom. Confesso que fico com vontade de entrar no mar, nadar, competir, mas ficar aqui e receber as pessoas, em um evento que eu ajudei a criar, é uma sensação muito boa”, explica Luiz Lima.

No domingo, dia 10, além do Desafio Rei e Rainha do Mar, às 10h30, o público poderá acompanhar as disputas de SUP Race (2, 4 ou 8km de Stand Up Paddle). O Desafio de elite contará com com quartetos mistos da Africa, Europa, Américas e Brasil (2 atletas no masculino e 2 atletas no feminino) e um percurso com oito voltas. Cada atleta deverá fazer duas voltas de 400m (350m de água e 50m de areia). A competição ainda marcará a despedida da Poliana Okimoto.

Resultados Circuito Rei e Rainha do Mar

Beach Run 2,5km corrida na areia

1º-  Mas - Eduardo Sutero - 8min59

1º - Fem – Adriana Pinto Ribeiro - 11min56

 

Beach Run 5km corrida na areia

1º - Mas - Adair José dos Santos - 17min37

1º - Fem - Beatriz Fernandes - 23min23

 

Beach Biathlon (1km de natação + 2,5km na areia)

1º - Mas- Antonio Ferraz Bravo Neto – 25min30

1º - Fem- Claudia Dumont - 29min01

 

Sprint (1km de natação no mar)

1º - Mas – Daniel Costa Cunha - 13min42

1º - Fem – Priscila Lira Klaes – 26min18

 

Classic (2,5km de natação no mar)

1º-  Mas - Matheus Ehrich Avellar – 31min46

1º - Fem - Rafaela Monilly Pereira de Souza – 34min19

 

 Challenge (5km de natação no mar)

1º-  Mas - Carlos Eduardo de Aguiar – 1h07min06

1º - Fem - Ana Luiza das Neves Mourão – 1h13min21

 

Super Challenge (10k de natação no mar)

1º-  Mas – Matheus Emerim Evangelista - 2h08min04

1º - Fem -  Catarina Cucati Ganzeli - 2h26min52

Assinar este feed RSS