Brasil encerra Mundial Junior & Sub-23 com ouro e prata de Isaquias Queiroz

De acordo com chefe da equipe brasileira, a participação foi positiva e agora o foco é o Mundial na República Tcheca, em agosto. Crédito: Balint Vekassy (FIC)

 

Em sua primeira e última participação no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade Júnior & Sub-23, o baiano Isaquias Queiroz conquistou, neste domingo (30), uma medalha de prata na disputa dos 200m da C1 Sub-23. No sábado (29), ele já havia garantido a comemoração após se tornar o campeão mundial, na categoria C1 1000m, da competição realizada em Bascov, na Romênia. 

"Eu estou feliz pelo resultado, pois foi o esperado. Hoje saí um pouco atrás e no final subi o máximo que eu podia, ficando com a medalha de prata. Na volta para casa continuo mantendo meu foco em agosto, quando teremos o mundial principal, sabendo que eu vim para cá para pegar o ritmo de competição. Vamos pra cima!" Comentou Isaquias. O próximo desafio do atleta é o Mundial da República Tcheca, em agosto.

No ritmo das disputas de Finais A, Jacky Godmann ficou com o quarto lugar na categoria C1 200m Júnior e, no último sábado, encerrou a prova de 1000m da canoa na sétima colocação. "A prova foi boa e dei meu máximo, mas no final perdi a medalha. Mesmo assim, estou feliz por ter tentado e ter dado para o Brasil o que acredito ser um bom resultado", comentou o jovem de 18 anos.

Ainda entre os juniores, Marcos Scolaro disputou a Final C do caiaque, também nos 200m, e se despediu da competição com um segundo lugar. Sávio Santana e Helton Silva foram os primeiros a encerrar os trabalhos na Romênia, quando, no sábado, participaram da disputa da Final B da C2 1000m Junior e terminaram na oitava colocação. Nas provas de caiaque de 200m dos Sub-23, Bruna Domingues disputou a Final B do K1 Feminino e terminou em sétimo lugar. Gilmar Junior competiu na Final C no K1 Masculino encerrando também na sétima colocação.

De acordo com o chefe da equipe brasileira, Álvaro Acco, o saldo foi positivo para o Brasil. "Mais uma vez, o Isaquias mostrou talento e nos trouxe uma prata, deixando-nos no pódio em um evento mundial. O Jacky também fez uma boa prova e faltou pouco para conquistarmos mais uma medalha com ele. No primeiro ano da Bruna no Sub-23, apesar do sétimo lugar, vemos possibilidade de crescimento. De forma geral, temos um balanço positivo da participação do Brasil na competição e agora iremos nos preparar para o próximo campeonato na República Tcheca", encerrou.

Histórico em Mundiais

A equipe Brasileira de Canoagem Velocidade já fez história nas disputas de Mundiais da categoria. A primeira conquista foi com o atleta Isaquias Queiroz, que com apenas 17 anos, na categoria Junior, garantiu duas medalhas em 2011, na cidade de Brandenburg, na Alemanha. Uma de ouro na prova C1 200m e outra de prata na C1 500m.

Quatro anos depois foi a vez da canoa feminina deixar sua marca, e a atleta Andrea Oliveira conquistou o bronze na prova de C1 200m, na categoria Sub23, no Mundial realizado na cidade Montemor-o-Velho, em Portugal.

Confira o resultado geral do Brasil no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade Júnior & Sub-23 2017:*

SUB-23:

 

- OURO Final A  |  C1 1000m | Isaquias Queiroz

- PRATA Final A  |  C1 200m   | Isaquias Queiroz           

- 7º lugar Final B |  K1 200m   | Bruna Domingues

- 7º lugar Final C |  K1 200m   | Gilmar Junior

JÚNIOR:

 

- 4º lugar Final A | C1 200m   | Jacky Godmann

- 7º lugar Final A | C1 1000m | Jacky Godmann

- 8º lugar Final B | C2 1000m | Sávio Santana e Helton Silva 

- 2º lugar Final C | K1 200m   | Marcos Scolaro

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.