Gideoni Monteiro é top 10 na terceira etapa da Copa do Mundo de Ciclismo de Pista

O fim de semana foi especial para o ciclista cearense Gideoni Monteiro (Indaiatuba/Shimano/Força Aérea Brasileira), integrante do HTPro Team. Em sua participação na terceira etapa da Copa do Mundo de Ciclismo de Pista, realizada em Cali (COL), Gideoni obteve o melhor resultado do Brasil na competição internacional, com o nono lugar na omnium, neste sábado (18), somando 68 pontos. O australiano Sam Welsford foi o campeão, com 128 pontos, seguido pelo belga Lindsay de Vylder (107) e o dinamarquês Casper Von Folsach (104).

"Este foi o melhor resultado de um brasileiro em Copa do Mundo, o que me deixa muito feliz. Começar um ciclo e estar no top 10 mundial, comprova que estou em evolução em relação ao meu começo no ciclismo de pista há alguns anos atrás, quando o objetivo era estar representando o Brasil na Rio 2016", comemorou Gideoni. "Queria estar no top 10 aqui em Cali e consegui o que estava dentro do meu objetivo. Degrau por degrau venho me firmando no cenário mundial. Vamos continuar trabalhando para melhorar cada vez mais. Sei que tenho muito a evoluir, com detalhes que podem ser lapidados na preparação", completou.

A prova em Cali marcou a estreia de Gideoni no novo formato da categoria omnium, adotado a partir de outubro de 2016. O modelo atual conta com apenas um dia de competição e quatro provas, diferentemente de antes que eram dois dias com três disputas diárias. Na parte da manhã, o atleta competiu no scratch e tempo race, onde somou 16 e 22 pontos, respectivamente, enquanto de tarde o ciclista encarou a eliminação, somando 24 pontos, e a corrida final por pontos (25 km), com mais seis somados.

"Esse novo modelo da omnium me agradou bastante, porque acabou que eu me adaptei muito bem aos estilos das provas, com características de pelotão. Ficou mais duro competir, com intensidade altíssima e pouco tempo de recuperação entre as provas", avaliou. "Realmente ficou mais puxado, então é importante demais planejar o máximo possível para você não sobrar em uma disputa e faltar energia nas outras", complementou Gideoni.

Gideoni Monteiro embarca para etapa da Copa do Mundo de Pista

O atleta Shimano Gideoni Monteiro (Indaiatuba/HTPro Nutrition/Força Aérea Brasileira) encerrou nesta segunda-feira (13) sua preparação para a etapa colombiana da Copa do Mundo de Ciclismo de Pista, após o período de uma semana treinando no Velódromo Municipal de Maringá (PR). Nesta terça-feira (14) Gideoni embarcou para Cali, na Colômbia, para disputar a terceira etapa da competição, programada para esta sexta até domingo (17 a 19). 

"Este período em Maringá foi importante, porque fizemos muitos treinos específicos para a Ominium. Treinamos bastante vácuo com moto no Velódromo, entre outros treinos", destaca Gideoni. "Durante a minha preparação de base treinei visando o ano todo. Porém, surgiu a oportunidade de disputar esta etapa da Copa do Mundo, muito importante para manter uma boa posição no ranking e garantir uma vaga no Campeonato Mundial, que será realizado em abril, em Hong Kong, onde pretendo chegar focado e com força total", avalia Gideoni, número 38 no ranking UCI da modalidade Omnium.

A etapa de Cali da Copa do Mundo será a primeira competição internacional de Gideoni Monteiro no ciclismo de pista, após ter representado o Brasil na Rio 2016, quebrando uma sequência de 24 anos sem o País ter um ciclista no Velódromo Olímpico. "Foi uma alegria e honra muito grande poder representar o Brasil nos Jogos Olímpicos, ainda mais sendo disputado na nossa casa", relembra Gideoni. 

"Acho que é um sonho para todo atleta. Poder chegar até ali foi uma recompensa de vários anos de trabalho. É muito gratificante e me arrepia até hoje. Quando entrava na prova, não pensava apenas em competir defendendo meu nome, mas de toda uma nação. Não estava ali correndo só por mim, mas por todo um País. Busco a cada dia me dedicar mais e chegar na excelência, para em cada prova que disputar, representar bem o Brasil", completa.

Assinar este feed RSS