fbpx

Ricardo Erlich

Ricardo Erlich

URL do site:

Flamengo vence Franca e sai na frente na final do NBB

Com um primeiro tempo avassalador e uma torcida apaixonada no Maracanãzinho, o Flamengo partiu para cima de Franca e conseguiu vencer a primeira partida da final do NBB por 82 a 68 e sai na frente com uma partida impecável de Olivinha que estava com a mão cheia nessa partida.

Olivinha se destacou nos arremessos de 3 pontos sendo 12 pontos somente no segundo quarto, o que o ajudou a sair como cestinha da partida com 23 pontos. Quem falou pelo time foi Marquinhos que comentou a brilhante atuação de seu companheiro.

Foi na cesta de 3 pontos que Olivinha se destacou. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“Vamos curtir essa vitória hoje e vamos ir com a mesma defesa e dificultar bastante o time deles que foi o que conseguimos hoje. A nossa torcida é incrível e apoiaram demais a gente e eles responderam muito bem. A atuação do Olivinha foi brilhante, dificultou o leo dias e ele conseguiu preencher o espaço nos dois lados do garrafão. Agora temos que repetir o que fizemos aqui e buscar um ajudar o outro e tivemos a confiança para vencer” - declarou.

O técnico Gustavo De Conti exaltou o empenho de seus jogadores que mesmo sem muito tempo para treinar da série com o Botafogo, fizeram uma excelente partida individualmente e acertaram na defesa.

“os caras individualmente se destacam e nossa estratégia funcionou. Nossos atletas fizeram o melhor e se entregaram e saímos com menos de 70 pontos diante do melhor ataque é total mérito dos jogadores. Entramos intensos na partida e ter vindo da partida do Botafogo nos fez ligar mais. Temos noção do que vamos enfrentar lá e vamos ter que entrar mais preparados na próxima partida.

Maquinhos espera repetir o mesmo desempenho na próxima partida. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Pelo lado do Franca, Lucas Dias reclamou da atitude do seu time.

“entramos muito abaixo na partida e sabíamos que eles viriam com força. Jogamos mal no inicio e a próxima partida será diferente. Temos que melhorar nossa atitude e deixamos eles fazerem o que bem entendessem e lá a partida terá que ser diferente” – Declarou.

O técnico Helinho acredita que a próxima partida será diferente.

“Tivemos um primeiro tempo atípico e poderíamos ter sido mais intensos e fortes. Agora playoff é jogo a jogo e vamos conversar para aumentar nossa intensidade para melhorar e depois pensar no terceiro jogo. Não tivemos o sucesso na defesa e isso teremos que recuperar para aumentar nosso aproveitamento” - Disse

O Jogo

Se aproveitando do fator casa, o time do Flamengo partiu para cima de Franca e aos poucos foi construindo uma vantagem que chegou a 10 pontos no 20 a 11 e foi quando Helinho pediu tempo para recompor o seu time e conseguiu ao menos que o rubro-negro não fizesse mais pontos até o final do quarto e conseguiu diminuir a diferença para 20 a 15.

O Flamengo entrou no segundo quarto arrasador e com destaque para Olivinha. Com uma mão caprichada, ele acertou quatro arremessos de 3 pontos dando 12 pontos para o Rubro-Negro. O time de Franca até começou no inicio respondendo as cestas de 3 pontos, mas Gustavinho conseguiu acertar a defesa. Só disparando no placar, o quarto acabou 48 a 32.

Próxima partida será na quinta em Franca. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Com a vantagem obtida no primeiro tempo, o Flamengo continuou com sua boa defesa e não permitiu que Franca em nenhum momento chegasse perto no placar. E até a vantagem chegou a aumentar ficando em 20 pontos de vantagem no 64 a 44 com direito a assistência de Varejão para Olivinha e um toco em que Varejão correu para evitar a cesta que levantou a torcida. Mas Franca conseguiu diminuir um pouquinho. E o quarto acabou em 66 a 51.

No último quarto, o Franca tentou fazer o possível para diminuir a vantagem do Flamengo e de alguma forma, conseguiu diminuir o prejuízo, mas já era tarde. Com a vitória garantida, o Flamengo fechou a partida em 82 a 68 e sai com 1 a 0 na final do NBB.

A segunda partida entre Flamengo e Franca será nessa quinta no ginásio Pedrocão em Franca.

Flamengo vence Botafogo e está nas finais

E o Flamengo é o segundo finalista do NBB! A classificação veio hoje na quarta partida diante do Botafogo no ginásio Oscar Zelaya e uma vitória concisa por 90 a 75 diante da torcida adversária que lotou a quadra e cantou até o final da partida.

O cestinha da partida foi Jamaal do Botafogo que saiu com nada menos que 32 pontos, mas que não foi suficiente para trazer a vitória ao seu time. Pelo lado do Flamengo, o cestinha foi Marquinhos com 23 pontos e saiu feliz por ajudar seu time a chegar em mais uma final de NBB.

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“foi uma semifinal duríssima contra o Botafogo e trabalhos muito por isso. Fiz o melhor que pude, depois de ter sido bem criticado no último jogo e fiz o que tinha que fazer, joguei lá dentro e fiz a minha parte. Espero que a torcida faça muito barulho na final e que venha em massa nos apoiar nesse primeiro jogo contra o Franca que promete ser um jogo bem duríssimo.” – Declarou o rubro-negro após o jogo.

O técnico Gustavo de Conti do Flamengo estava preocupado com alguma possível lesão de seus jogadores nessa série do Botafogo e desabafou sobre o assunto:

“Estou feliz de estar na próxima fase. Jogamos contra uma grande equipe, mas jogamos preocupados em lesionar algum jogador e estava apreensivo com isso. Contra o Franca será uma batalha difícil já que eles perderam apenas 3 jogos nessa temporada e fizeram um campeonato excelente. O Flamengo está preparado o torneio todo e apenas tivemos 5 derrotas na competição. A final vai ser de muita qualidade e jogar no Maracanãzinho será algo sensacional! Aquela atmosfera será muito boa para gente” – Disse.

Pelo lado do Botafogo, o técnico Léo Figueiró saiu satisfeito com a campanha do time nessa competição e pensa grande para a próxima temporada.

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“No início eu sabia que essa equipe seria competitiva. Viemos passo a passo e reavaliando e vimos que poderíamos chegar entre os 6 melhores. Acabou que ficamos em 5º e conseguimos passar do Pinheiros e chegamos a semifinal e resolvemos ir por tudo. Tenho uma equipe sensacional e esses jogadores se entregaram. Agora vamos pensar grande que poderemos disputar uma liga sul-americana ou Liga das Américas. Fico feliz que a torcida reconheceu nosso trabalho e quem sabe buscar reforços para a próxima temporada.” – Contou.

O Jogo

Como um jogo entre gato e rato, Botafogo e Flamengo proporcionaram grandes momentos no primeiro quarto de partida. O Glorioso precisando ganhar a partida tomou a iniciativa e chegou a ter 13 a 6, o que acendeu o rubro-negro que empatou em 15 a 15. Mas o Botafogo teve outra cartada e abriu para 24 a 18 e o Flamengo buscou novamente e no último arremesso de Marquinhos de 3 pontos virou o jogo para 26 a 24 saindo com a vitória no quarto.

 A partida continuou muito equilibrada no segundo quarto. A medida que o Flamengo fazia alguma cesta, o Botafogo respondia e mesmo errando bastante os arremessos com a defesa rubro-negra funcionando muito bem. O ataque do Flamengo soube ser eficiente na hora certa e conseguiu aumentar um pouco a vantagem. No final, ficou 45 a 40 para o time da Gávea.

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

O Flamengo começou muito bem o terceiro quarto e em pouco tempo conseguiu abrir uma diferença de 10 para o Botafogo com 50 a 40. E nisso um torcedor arremessou gelo em direção ao banco do Rubro-negro e a partida ficou interrompida por um tempo. E meio que acabou sendo bom para o glorioso que conseguiu recuperar a diferença e encostou no jogo, mas a vitória ainda foi do Flamengo com 63 a 60.

No último quarto, o Botafogo chegou a ficar a um ponto do Flamengo logo no início com 63 a 62, mas depois o time da Gávea mostrou a regularidade na defesa que foi marca do time ao longo do NBB e disparou no placar. Nem quando a luz do Oscar Zelaya diminuiu interrompendo a partida mais uma vez freou o ritmo que o Flamengo adotou no ataque com o Botafogo passando a errar muito e ficou difícil pro Glorioso conseguir adiar a decisão. Sendo assim, o Flamengo fechou a partida em 90 a 75 e volta a final depois de duas temporadas do NBB ausente e vai em busca do hexacampeonato.

E o adversário será o Franca que por ter tido a melhor campanha na fase regular, jogará mais partidas em casa. Sendo assim, a primeira será no Maracanãzinho nesse domingo às 10h45 da manhã. Será a segunda decisão entre esses dois times nessa temporada, onde o Flamengo ganhou em Franca a Copa Super 8.

Com Bate-Estaca, Jéssica Andrade salva noite dos brasileiros no UFC

Em uma noite (11) em que os brasileiros não foram felizes no UFC 237 na Jeunesse Arena no Rio, Jéssica Andrade com seu principal golpe, o “bate-estaca” venceu por nocaute a americana Rose Namajunas e se tornou a campeã da categoria peso-palha fincando o Brasil com 3 das 4 categorias femininas.

Depois de sair perdendo no primeiro round, a brasileira saiu mais agressiva no segundo e conseguiu encaixar seu golpe principal e finalizou a luta.

Foi a primeira vez que uma brasileira conquistou o título no Brasil. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

"Eu sabia o que poderia fazer no segundo round. Ela veio mais lenta e eu consegui dar o meu bate-estaca que ainda não tinha conseguido executar e tive paciência para dar na hora certa. Isso é resultado de treino e dedicação. Hoje deu certo" – Comentou após a luta

Jéssica salvou a noite dos brasileiros no card principal que perderam em sequência. Bethe Correia foi finalizada no terceiro Round, enquanto que Thiago Pitbull e José Aldo perderam na decisão unânime dos juízes e Anderson Silva levou nocaute técnico ainda no primeiro round.

José Aldo perdeu a sua luta por decisão unânime dos juízes. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Resultados do UFC 

Card principal

Peso-palha: Jessica Bate-Estaca (BRA) vence Rose Namajunas (EUA) aos 2m58s do segundo round

Peso-médio: Jared Cannonier (EUA) venceu Anderson Silva (BRA) por nocaute técnico aos 4m47s do primeiro round

Peso-pena:  Alexander Volkanovski (AUS) venceu José Aldo por decisão unânime (triplo 30-27)

Peso-meio-médio:  Laureano Staropoli venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Peso-galo: Irene Aldana (MEX) venceu Bethe Correia (BRA) por finalização aos 3m24s do terceiro round

Anderson Silva foi nocauteado ainda no primeiro round. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Card preliminar:

Ryan Spann (EUA) venceu Rogério Minotouro (BRA) por nocaute aos aos 2m07s do primeiro round 

Peso-leve: Thiago Moisés (BRA) vence Kurt Holobaugh (EUA) por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)

Peso-meio-médio: Warlley Alves (BRA) venceu Sérgio Moraes (BRA) por nocaute no terceiro round

Peso-leve: BJ Clay Guida (EUA) venceu BJ Penn (HAV) em decisões por pontos (29-28, 29-28, 29-27)

Peso-mosca: Luana Dread (BRA) venceu Priscila Pedrita (BRA) por pontos

Peso-galo: Raoni Barcelos (BRA) venceu Carlos Huachin (PER) por nocaute técnico aos 4m49s do segundo round

Peso-galo: Viviane Araújo (BRA) venceu Talita Bernardo (BRA) por nocaute aos 48s do terceiro round

  • Publicado em UFC

Botafogo respira, vence Flamengo e adia decisão

Em uma partida emocionante no ginásio do Tijuca, o Botafogo partiu para cima do Flamengo em busca do tudo ou nada e conseguiu uma vitória histórica por 81 a 77 adiando a decisão das semifinais do NBB e frustrando a torcida Rubro-Negra que estava pronta para comemorar a passagem para final.

Esta foi a primeira vitória do Botafogo na temporada em cima do Flamengo depois de 9 confrontos desde o estadual, passando pelos jogos da temporada regular e dos playoffs e a primeira desde que o time voltou a disputar o NBB no ano passado.

Quem foi o cestinha da partida foi Cauê que anotou 21 pontos seguido de Jamaal que anotou 17 e após a partida comentou sobre a vitória.

“Entramos no jogo pensando que não tínhamos nada a perder e que tínhamos que brigar até o final, se não teríamos que voltar para casa. Estive doente nos últimos dias com febre em casa e só descansei para estar aqui hoje e vamos na próxima partida partir para cima do mesmo jeito.” – Declarou no final

Vencendo o Flamengo pela primeira vez, o técnico Léo Figueiró ficou satisfeito com o time em quadra e torce para que na próxima partida em casa, o time tenha o mesmo espírito.

“Foi um jogo bem difícil entre duas equipes que estão bem guerreiras em quadra. Quem viu o jogo deve ter ficado bem satisfeito. Vamos voltar para casa e teremos o ginásio lotado e vamos lutar firme para conseguir a vitória e levar para o quinto jogo. O Cauê merece a atuação que teve hoje e é um homem da minha confiança e o Jamaal tem uma qualidade diferenciada e apareceu na hora certa e está com muita gana nessa fase”

Pelo lado o Flamengo Olivinha lamentou a derrota

“A derrota é dura e jogando em casa com a torcida ao favor, dói mais. Sabíamos que eles viriam com tudo e falhamos na defesa e não tivemos um bom ataque hoje e vamos buscar a vitória na quarta partida. Hoje erramos bastante os lances livres e pecamos nesse quesito e vamos treinar bastante” – Disse.

O técnico Gustavo de Conti comentou sobre os erros bobos que o time teve e que ajudaram na construção da vitória do Botafogo.

“O mérito hoje foi do Botafogo e erramos algumas coisas fáceis que não costumamos errar, principalmente em momentos decisivos do jogo. Depois desses erros, eram castigamos com cesta de 3 e falta deles. Temos que corrigir e vamos treinar para fazer melhor não só nesse como em outros jogos” – fechou

 

O Jogo

 

Tendo que vencer para se manter vivo, o Botafogo tomou de cara a iniciativa da partida e se aproveitou muito dos erros do time rubro-negro e não demorou para a liderança só ir aumentando chegando a estar 18 a 9. Depois de um pedido de tempo de Gustavo de Conti, o time começou a acertar um pouco mais a sua defesa e conseguiu impedir que o Botafogo pontuasse e conseguiu diminuir a diferença, mas não impedir a vitória por 19 a 14 do Glorioso.

O segundo quarto foi de grandes emoções. O Botafogo seguiu a sua linha e tratou de voltar a ampliar a sua vantagem, chegando a ter 10 pontos de vantagem no 31 a 21 e foi quando o Flamengo voltou a reagir. Junto com a sua torcida e Marquinhos marcando 5 pontos seguidos depois de uma falta técnica, o rubro-negro chegou a virar o placar para 39 a 38, mas Jamaal em dois lances livres, voltou a pôr o Botafogo na frente e fechou o quarto em 40 a 39.

No terceiro quarto, o time do Flamengo resolveu engrenar e assumiu a liderança do quarto de onde não saiu mais com o Botafogo sempre na sobra. O jogo ficou truncado e quem errasse, poderia ficar atrás no placar. E no final, o rubro-negro conseguiu se sustentar vencendo o quarto por 60 a 56.

O último quarto foi de emoções a flor da pele. Ainda no início, Cauê conseguiu virar o placar para o Botafogo 63 a 62 e o jogo passou a ser disputado no ponto a ponto. O Flamengo com Marquinhos e Olivinha erraram bastante arremessos livres que o Botafogo proporcionava o que em nenhum momento, permitiu a virada no jogo. Com isso, o Botafogo foi se mantendo na liderança e não saiu mais fechando a partida em 81 a 77, diminuindo para 2 a 1 a série das semifinais.

A próxima partida entre Botafogo e Flamengo será na terça no Oscar Zelaya as 21hrs.

 

Assinar este feed RSS