Estados Unidos e Argentina confirmam presença no Desafio Raia Rápida

Disputa será neste domingo no Maria Lenk. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

Feras da natação mundial participam neste domingo (15) do Desafio Raia Rápida, no Parque Aquático Maria Lenk. Os brasileiros Etiene Medeiros, Bruno Fratus e João Gomes Jr., além do italiano Fabio Scozzoli são alguns dos nomes mais badalados na competição. Além das estrelas já confirmadas, os times dos EUA e Argentina prometem belos confrontos dentro d´água. A equipe americana trará Anthony Ervin, bicampeão olímpico nos 50m livres. Já o destaque entre os hermanos é Federico Grabich, um dos melhores atletas da história da natação argentina. A disputa será no domingo, mas sexta-feira todos os atletas promoverão um treino aberto para a imprensa, além de participar de uma clínica de natação com crianças de projetos sociais. No domingo, os 16 nadadores competirão em provas individuais e por equipe nos 50m. Os brasileiros e americanos estiveram presentes em todas as edições desde 2012. Os italianos participam desde 2015, enquanto os argentinos farão sua estreia. Pela primeira vez, o Raia Rápida será disputado por homens e mulheres.

 

Time EUA

A sensação do momento é o americano Anthony Ervin, que conquistou o ouro nos Jogos Rio 2016 e repetiu o feito que havia conseguido em Sydney, nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, quando também venceu os 50m livres e ganhou a medalha de ouro. O experiente nadador dividirá a responsabilidade com Kendyl Stewart, bronze nos 100m borboleta no Pan-Pacífico de 2014. Hellen Moffitt é atual campeã mundial universitária dos 100m borboleta. Aos 22 anos, ela passa pelo melhor momento de sua carreira conseguindo pódios nas fortíssimas competições americanas e chegando a seleção dos Estados Unidos. No Raia Rápida, Hellen rencontrará Elena Di Liddo e Daynara de Paula, adversárias que venceu na Universíade. Chuck Katis, bronze nas 100 e 200m peito no NCAA (Campeonato Universitário Americano) em 2015, fecha a equipe dos Estados Unidos. Chuck idealizou uma organização sem fins lucrativos que leva mágicos para fazerem visitas e espalhar alegria para jovens pacientes com câncer. Ele começou o projeto em seu estado natal, Virgínia, e expandiu a ação para outros locais nos Estados Unidos. A equipe norte-americana lutará pelo bicampeonato no Desafio Raia Rápida.

 

Time Argentina

Participando pela primeira vez do Desafio, os argentinos tentarão surpreender os rivais. Com nadadores experientes e especialistas em seus estilos, eles virão dispostos a brigarem pelo título. Federico Grabich, do nado livre, é considerado um dos melhores atletas da história da natação argentina e já conquistou uma medalha de bronze nos 100m no Mundial de Kazan, em 2015. Já Andrea Berrino é uma grande conhecida do público brasileiro. Apesar de ser argentina, a nadadora, especialista em nado costas, compete no Brasil desde 2015 e inclusive venceu a prova dos 100m costas, no Troféu Maria Lenk, neste ano.

Completando a lista, Facundo Miguelena, nadador do estilo peito, é detentor de cinco recordes nacionais e também conquistou a medalha de bronze nos 100 e 200m no Sul-Americano de Mar del Plata, em 2014. E María Belén Díaz também é a atual recordista nos 50m borboleta, tanto em piscina curta, quanto longa. A atleta também é campeã sul-americana no revezamento 4x100m medley, em 2016, Assunção.

 

Formato da competição:

Cada país será representado por quatro atletas, que competirão em provas individuais e de revezamento, sempre nadando no seu melhor estilo (borboleta, costas, peito e livre). Os atletas disputam provas eliminatórias sempre na distância de 50m. Os últimos colocados de cada prova são eliminados da série seguinte até que restem apenas dois nadadores para a final de cada modalidade.  Logo depois, os nadadores voltam à piscina para a segunda fase do desafio com um empolgante revezamento 4x50m medley.  A equipe com maior pontuação nas duas fases será a grande campeã.

 

Equipe Brasil:

Etiene Medeiros - costas

Daynara de Paula - borboleta

João Junior - peito

Bruno Fratus – livre

 

Equipe Itália:

Elena Gemo – costas

Elena Di Liddo - borboleta

Fabio Scozzoli - peito

Lorenzo Benatti – livre

 

Equipe Estados Unidos:

Hellen Moffitt - costas

Kendyl Stewart - borboleta

Anthony Ervin - livre

Chuck Katis - peito

 

Equipe Argentina:

Andrea Berrino - costas

María Belén Díaz - borboleta

Facundo Miguelena - peito

Federico Grabich – livre

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.