Redação

Redação

Maratona do Rio: inscrições esgotadas para a Meia Maratona Olympikus

Inscrições para os 21k e desafio 21+42k estão esgotados. Crédito: Ricardo Dungó-EAZ

Com pouco mais de um mês de inscrições abertas paras as disputas de 6km, 10km e 21km da Maratona do Rio 2018, as vagas para Meia Maratona Olympikus estão esgotadas.  As inscrições para todas as outras distâncias (6km, 10km 42km) ainda estão abertas e devem ser feitas através do site www.maratonadorio.com.br. Lembrando que com o encerramento das inscrições da Meia Maratona Olympikus, também terminam as inscrições para o Desafio Cidade Maravilhosa.

 

Em 2018, a Maratona do Rio vem cheia de novidades. A principal delas, é que a corrida de 42km passa a ser uma prova pura, com um percurso exclusivo (só para ela) e largada antecipada (7am). Já, a nova prova de 10km será disputada junto à tradicional corrida de 6km. Todas acontecem no domingo, dia 3 de junho. A Meia Maratona Olympikus da Cidade do Rio de Janeiro, muda para sábado, dia 2, mantendo o mesmo percurso e local de chegada e partida, porém com horário de largada antecipado em quinze minutos.  

 

"A organização da Maratona do Rio trabalha o ano todo para proporcionar uma experiência cada vez melhor para os corredores. Ficamos muito felizes e honrados com a grande procura a quase oito meses da prova. Mesmo com a prova de 21km esgotada, os fãs da corrida ainda podem viver a experiência da Maratona do Rio participando das outras distâncias", declara Carlos Sampaio, Sócio-Diretor da Spiridon, empresas que organiza a prova ao lado da Dream Factory. 

 

Confira abaixo os valores das inscrições por pessoa. Os preços serão mantidos até o dia 31 de outubro de 2017.

 

Inscrição por pessoa

Investimento

6km e 10km

R$ 70

Meia Maratona (21km) e Maratona (42km)

R$ 150

Elite Vip 21km e 42km (largada diferenciada e kit diferenciado)

R$ 290

 

Maratona do Rio e Easy Live realizam inscrições através da troca de pontos dos programas de fidelidade

 

Os apaixonados pela Maratona do Rio também adquirir inscrições para edição 2018, através da Easy Live, a plataforma digital que integra o mundo do entretenimento aos Programas de Fidelidade. Todos os inscritos nos programas parceiros da empresa (Smiles, Dotz e da LIVELO) podem participar. Para se inscrever na corrida mais desejada do país, usando pontos, é simples: basta acessar o site Easy Live no link http://bit.ly/2xx2dId. Você escolhe a distância que quer correr, seleciona qual programa quer usar e realiza a inscrição normalmente. Já estão disponíveis vagas para as provas de 6km, 10km, 21km e 42km. Em breve, a organização disponibilizará o Desafio Cidade Maravilhosa (21km + 42km). 

Sesc RJ estreia com vitória sobre Sesi-SP

Mayhara no ataque em mais um ponto na fácil estreia do time. Crédito: Helcio Nagamine/Fiesp

 

Atual campeão, o Sesc RJ começou com vitória a Superliga feminina de vôlei 17/18. Nesta terça-feira (17.10), a equipe comandada pelo treinador Bernardinho venceu o Sesi-SP por 3 sets a 0 (25/16, 25/9 e 25/21), no ginásio do Sesi, em Santo André (SP). Outras quatro partidas foram realizadas pela primeira rodada do turno da competição.

A oposta Monique, do Sesc RJ, teve atuação segura e foi a maior pontuadora do confronto, com 17 pontos. A atacante ainda foi eleita a melhor do jogo em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei CIMED. Ao final do duelo, a oposta fez uma análise da vitória do time carioca.

“Agradeço a todos que votaram, mas acho que entramos muito devagar na partida e isso não pode acontecer. De qualquer maneira foi uma boa estreia e é sempre bom começar com o pé direto. Agora temos que pensar em evoluir daqui para frente”, explicou Monique.

As ponteiras Drussyla e Gabi Guimarães também pontuaram bem para as cariocas, com 14 e 10 pontos, respectivamente.

Pelo lado do Sesi-SP, a oposta Neneca lamentou a derrota e enalteceu a boa atuação das cariocas.

“Não podemos tirar o mérito delas pela vitória. Nós nos perdemos em alguns momentos do jogo, mas a cada dia estamos trabalhando tudo isso. Temos que manter nossos objetivos e seguir na luta”, afirmou Neneca.

O Sesc RJ voltará à quadra na próxima sexta-feira (20.10), às 21h30, contra a Hinode Barueri (SP), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). Já o Sesi-SP enfrentará o BRB/Brasília Vôlei (DF) no sábado (21.10), às 18h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF).

Outros jogos

O Dentil/Praia Clube (MG) viajou até Valinhos (SP) e estreou com vitória na Superliga 17/18. A equipe mineira superou o Renata Valinhos/Country (SP) por 3 sets a 0 (25/21, 25/15 e 27/25), no Pedro Ezequiel da Silva. A ponteira Amanda ficou com o Troféu VivaVôlei CIMED.

No duelo entre equipes do estado de São Paulo, melhor para o Pinheiros (SP). De virada, a equipe da capital paulista venceu o Vôlei Bauru por 3 sets a 1 (23/25, 25/23, 25/17 e 25/21), no Henrique Villaboin, em São Paulo. A ponteira Vanessa Janke foi a vencedora do Troféu VivaVôlei CIMED.

Com boa atuação da campeã olímpica Tandara, que ficou com o Troféu VivaVôlei CIMED, o Vôlei Nestlé (SP) estreou com resultado positivo na Superliga feminina 17/18. A equipe de Osasco superou o Hinode Barueri (SP) por 3 sets a 1 (25/17, 23/25, 25/20 e 25/17), no José Correa, em Barueri (SP), A partida foi uma reedição da última final do Campeonato Paulista.

O São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) começou com vitória fora de casa na Superliga feminina 17/18. A equipe do ABC Paulista venceu o Camponesa/Minas (MG) por 3 sets a 0 (25/21, 25/22 e 25/23), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). O Troféu VivaVôlei CIMED ficou com a atacante Fernanda Tomé.

EQUIPES: 

Sesi-SP – 
Pri Heldes, Neneca, Nikolle, Thayná, Marjorie e Raquel. Líbero – Erika Pão 
Entraram – Cássia, Cecheto, Iarla, Andressa e Kimberly 
Técnico – Lino  

Sesc-RJ – Roberta, Monique, Drussyla, Gabi Guimarães, Vivian e Mayhara. Líbero – Fabi 
Entraram – Kasiely, Linda Jéssica, Natiele, Carol Leite  
Técnico – Bernardinho

SUPERLIGA FEMININA 17/18

1ª rodada do turno

15.10 (DOMINGO) – Fluminense (RJ) 3 x 0 BRB/Brasília Vôlei (DF), às 13h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) (25/16, 25/16 e 25/19) 
17.10 (TERÇA-FEIRA) – Pinheiros (RJ) 3 x 1 Vôlei Bauru (SP), às 19h30, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (23/25, 25/23, 25/17 e 25/21)
17.10 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 1 x 3 Vôlei Nestlé (SP), às 19h30, no José Correa, em Barueri (SP) (17/25, 25/23, 20/25 e 17/25)
17.10 (TERÇA-FEIRA) – Camponesa/Minas (MG) 0 x 3 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (21/25, 22/25 e 23/25)
17.10 (TERÇA-FEIRA) – Renata Valinhos/Country (SP) 0 x 3 Dentil/Praia Clube (MG), às 20h, no Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos (SP) (21/25, 15/25 e 25/27)
17.10 (TERÇA-FEIRA) – Sesi-SP 0 x 3 Sesc RJ, às 21h30, no Sesi Santo André, em Santo André (SP) (16/25, 9/25 e 21/25)

  • Publicado em Vôlei
  • 0

Cilic e Monfils disputam o Rio Open pela primeira vez em 2018

Quarto no ranking mundial, o croata Marin Cilic vem disputar o Rio Open pela primeira vez. Crédito: Getty Images / Lionel Bonaventure

 

A edição de 2018 do Rio Open terá a estreia de dois grandes jogadores do circuito mundial: o croata Marin Cilic, quarto colocado no ranking mundial e campeão do US Open em 2014, e o francês Gael Monfils, ex-número 6 do mundo. Eles se juntam ao austríaco Dominic Thiem, atual campeão do maior torneio de tênis da América do Sul e maior evento do calendário esportivo olímpico anual do país. A quinta edição do evento, que além de Thiem já coroou Rafael Nadal, David Ferrer e Pablo Cuevas, acontecerá entre 19 e 25 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro.

Cilic venceu 17 torneios no circuito mundial em incríveis 30 finais. Sua campanha no Grand Slam norte-americano há três anos foi incontestável, com direito a vitória diante de Roger Federer na semifinal, por 3 a 0. O croata voltou a uma decisão de Slam neste ano, sendo vice-campeão em Wimbledon. Aos 29 anos, Cilic também tem um título de Masters 1000, conquistado em Cincinnati em 2016, e em uma de suas melhores temporadas no tour, deve ser anunciado em breve para disputar novamente o ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores do mundo no final do ano.

“Estou super animado para jogar o Rio Open pela primeira vez. Estive no Rio nas Olimpíadas e adorei a experiência. Vai ser especial jogar diante dos fãs brasileiros novamente,” disse o número quatro do mundo.

Um dos jogadores mais carismáticos do circuito, Monfils trará ao saibro carioca suas jogadas espetaculares. O francês conquistou seis troféus na carreira, já foi vice-campeão de três Masters 1000 e semifinalista em Roland Garros (2008) e no US Open (2016). Seu melhor momento na temporada foi a decisão no torneio de Eastbourne, na Inglaterra. Com seu estilo de jogo versátil, Monfils, atual 46o na ATP, tem um bom desempenho em todas as superfícies e adora jogar com o público.

“Finalmente consegui colocar o Rio Open no meu calendário. Faz tempo que eu tenho vontade de jogar o torneio e agora vai acontecer. Eu adoro o Brasil e estou super animado para jogar diante dos cariocas e para visitar a Cidade Maravilhosa,” disse Monfils.

Gael Monfils é outro estreante no torneio. Crédito: Getty Images / Clive Brunskill

 

Com a presença de Cilic, Rio Open mantém a tradição de sempre ter um jogador top 5 em seu line-up e já tem 2 jogadores top 10 confirmados. Nas edições passadas, Rafael Nadal, David Ferrer e Kei Nishikori garantiram a elite do tênis mundial no maior torneio de tênis da América do Sul.

“Trazer o Monfils para o Rio Open já era um desejo antigo da gente e do público e agora contar com o Cilic um jogador top 5, campeão de Grand Slam, vai tornando o line up um dos   mais interessantes e variados da nossa história. Junto ao Thiem, teremos um mix de estilos de jogos e de personalidades que vai ser um espetáculo para o público,” disse Luiz Procópio Carvalho, Diretor do Rio Open.

 

Marin Cilic (CRO)

Idade: 29 anos

Nascimento: Medjugorje, Bósnia e Herzegovina

Ranking: 4º

Melhor ranking: 4º (2017)

Treinadores: Jonas Bjorkman e Ivan Cinkus

Títulos na carreira: 17

Melhor campanha em Grand Slam: campeão do US Open (2014)

Melhor campanha em 2017: vice-campeão de Wimbledon

 

Gael Monfils (FRA)

Idade: 32 anos

Nascimento: Paris, França

Ranking: 46º

Melhor Ranking: 6º (2007)

Treinador: Mikael Tillstrom

Títulos na carreira: 6

Melhor campanha em Grand Slam: semifinalista de Roland Garros (2008) e do US Open (2016)

Melhor campanha em 2017: vice-campeão de Eastbourne, na Inglaterra

  • Publicado em Tênis
  • 0

CIRCUITO BRASILEIRO: Natal (RN) recebe a segunda etapa da temporada na Praia do Forte

Ágatha é um dos destaques no feminino. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

A segunda etapa da temporada 2017/2018 do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia acontece nesta semana, de quarta-feira (18.10) a domingo (22.10), em Natal (RN). Os jogos serão realizados na Praia do Forte, com entrada franca à torcida e a presença de diversos atletas olímpicos e campeões mundiais. É a 10ª vez que a capital do Rio Grande do Norte recebe uma etapa da maior competição nacional da modalidade.

As disputa de medalha, no sábado e domingo. Antes da competição, os atletas também farão visitas sociais, talk shows e tardes de autógrafo em Natal (RN).

Na etapa de estreia, disputada em setembro, em Campo Grande (MS), a medalha de ouro ficou com os atuais campeões mundiais Evandro e André Stein (RJ/ES) e para as campeãs do circuito mundial e atuais tricampeãs brasileiras, Larissa e Talita (PA/AL).

O Circuito Brasileiro passou de 16 para 24 times na fase de grupos nesta temporada, em ambos os gêneros. A definição das duplas acontece de duas maneiras. Os primeiros 16 times mais bem colocados no ranking nacional entram direto na fase principal, enquanto as outras oito duplas saem do classificatório, que ocorre na quarta (feminino) e quinta-feira (masculino).

O classificatório conta com até 32 times que disputam partidas eliminatórias diretas, com os últimos oito ‘sobreviventes’ finais avançando para a fase de grupos.

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros, vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão. A final feminina acontece na noite de sábado (21.10), enquanto a disputa do ouro no torneio masculino fica para a manhã de domingo (22.10).

NATAL (RN) PELA 10ª VEZ
O Circuito Brasileiro Open desembarca na capital potiguar pela 10ª vez, tendo sido realizado pela primeira vez em 1991. Além das nove paradas do torneio nacional, outras quatro etapas do Circuito Challenger também foram disputadas em Natal (RN). O ex-jogador baiano Paulo Emílio é o maior vencedor na cidade, com três títulos. Entre as mulheres, a medalhista olímpica Shelda possui quatro conquistas e é a maior vencedora.

No torneio masculino, as 16 duplas já garantidas pelo ranking são Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), Pedro Solberg/George (RJ/PB), Vitor Felipe/Guto (PB/RJ), Evandro/André Stein (RJ/ES), Oscar/Thiago (RJ/SC), Jeremy/Bruno Schmidt (RJ/DF), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), Léo Gomes/Ferramenta (RJ), Ramon Gomes/Fernandão (RJ/ES), Gilmário/Bernardo Lima (PB/CE), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Moisés/Bruno (BA/AM), Anderson Melo/Pedro Marins (RJ), Allison/Márcio Gaudie (RJ), Pedro Henrique/Benjamin (PB/MS) e Ricardo/Priddy (BA/EUA).

Já as 16 duplas femininas classificadas pelo ranking são Larissa/Talita (PA/AL), Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Elize Maia/Taiana (ES/CE), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Josi/Lili (SC/ES), Juliana/Carol Horta (CE), Val/Ângela (DF/RJ), Victoria/Tainá (MS/SE), Naiana/Rachel (CE/RJ), Vitoria/Juliana Simões (RJ/PR), Andrezza/Andressa (AM/PB), Izabel/Renata (PA/RJ), Sandressa/Neide (AL) e Luiza Amélia/Semírames (CE/SP).

O Circuito Brasileiro Open 2017/2018 é composto por sete etapas, três delas que ocorrem até o final deste ano. As outras quatro serão realizadas em 2018, com cidades e datas a definir. Além de Campo Grande e Natal (RN), o tour passará por Itapema (SC), de 15 a 19 de novembro.

Assinar este feed RSS