Brasil vence o Canadá pela primeira vez na história

Brasil vence o Canadá pela primeira vez na história Crédito imagem: João Neto/Fotojump

A Seleção Brasileira de Rugby XV fez história novamente. Nesta sexta-feira, 3, no Pacaembu, a equipe derrotou o Canadá por 24 a 23 e terminou o Americas Rugby Championship em 4º lugar, superando o adversário justamente no confronto direto.

Esta foi a segunda vitória dos Tupis na edição 2017 do ARC, as duas jogando no Pacaembu – a primeira foi contra o Chile. “Com certeza a atmosfera do estádio nos ajudou. Mesmo com público um pouco abaixo do esperado, tivemos todo apoio necessário para buscar mais uma grande vitória”, disse o capitão Nick Smith, após a partida.

“Cumprimos mais um objetivo. Neste ano recebemos duas partidas do ARC, as duas aqui no Pacaembu e as duas ganhamos. O Brasil joga bem nesse estádio”, complementou Bernardo da Costa Duarte, diretor de torneios da CBRu. “Ano passado tínhamos como meta ganhar uma partida e conseguimos isso. Este ano queríamos melhorar nossa posição e com as duas vitórias em casa também chegamos lá”, finalizou.

 

O jogo

A partida no Pacaembu teve fortes emoções do início ao fim. Sob chuva e diante de pouco mais de 4 mil pessoas, os Tupis saíram na frente com try de Daniel Sancery, em grande jogada pela esquerda. O Canadá respondeu na mesma moeda e empatou a partida com try de Blevins. O Brasil retomou a frente no marcador com penal de Moisés, mas os canadenses viraram o jogo em outro try. Já no fim do primeiro tempo, Moisés fez try para o Brasil em arrancada pela direita, converteu e decretou o placar final do primeiro tempo em 17 a 14 para os donos da casa.

No segundo tempo os brasileiros iniciaram pressionando, mas viram o Canadá passar à frente do marcador com três penais. Com desvantagem de 23 a 17, o Brasil se concentrou e passou a trabalhar melhor a posse de bola. Faltando cinco minutos para o fim da partida, os Tupis pressionaram os Canucks na defesa e Lucas Tranquez, o Zé, fez o try brasileiro. Moisés converteu, virou o placar e deu números finais ao jogo histórico para o Brasil: 24 a 23.

Neste sábado, Argentina e Estados Unidos lutam pelo título do torneio, enquanto o Uruguai recebe o Chile em casa, para que seja concluída a competição.

Raphael Oliveira

Raphael Oliveira, Carioca morador de Uberlândia desde 2011 pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Faculdades Integradas Hélio Alosno (FACHA-RJ), apaixonado por esportes fundador do site de notícias esportivas “Esportes de A a Z” onde se divide entre editor e fotógrafo, possui na currículo cobertura de eventos como Grand Slam de Judo, Mundial de Judo, Liga Mundial de Vôlei, Finais do NBB e Superliga de Vôlei, Mundial de Natação Paralímpica, NBA e UFC e Paralímpiadas Rio 2016.