CBRu inaugura campo de rugby na praia de Copacabana

CBRu inaugura campo de rugby na praia de Copacabana Divulgação: CBRu

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e a World Rugby (federação internacional) inauguram nessa quarta-feira, 24, o primeiro campo de rugby fixo em uma praia do Brasil. A estrutura com as duas traves em formato de “H”, tradicional da modalidade, ficarão na praia de Copacabana, entre o número 1.130 da Av. Atlantica e a Av. Princesa Isabel. A cerimônia de inauguração, aberta à imprensa, está marcada para 9h30 da manhã.

O evento contará com a presença de jogadores e treinadores das Seleções Brasileiras Masculina e Feminina de Rugby Sevens (modalidade olímpica). Também estarão presentes representantes da World Rugby (CEO Brett Gosper e chairman Bernard Lapasset) e da CBRu (presidente Sami Arap Sobrinho e CEO Agustin Danza). Após o lançamento, será disputada uma partida amistosa entre os jogadores brasileiros.

“Com o campo de rugby em Copacabana queremos disseminar e popularizar a modalidade na cidade-sede dos Jogos Olímpicos”, afirma Agustin Danza, CEO da CBRu, que complementa: “ter um campo na praia ajudará a que as pessoas fiquem mais próximas ao rugby no seu dia a dia e possam facilmente começar a se animar a praticá-lo. Sabemos que nos jogos o torneio de rúgbi irá atrair muitos torcedores brasileiros e estrangeiros. Com o campo na praia mais famosa do país, vamos também buscar o engajamento desse público”.

Entre os torcedores olímpicos o rugby já faz sucesso. Retornando aos Jogos após 92 anos de ausência, a modalidade é a 14ª no ranking geral de ingressos alocados, entre as 42 que serão disputadas. Segundo a Rio-2016, a final do torneio masculino, já esgotada, foi a 24ª mais solicitada dentre 256 finais. Os torcedores que participaram do primeiro sorteio poderão solicitar ingressos para as demais sessões disponíveis a partir do dia 1º de julho, quarta-feira no site www.rio2016.com/ingresssos. O resultado do segundo sorteio será divulgado em agosto.

Modalidade estará em 1.000 escolas até 2016

Ainda na quarta-feira, na parte da tarde, a CBRu e a World Rugby farão o lançamento oficial do projeto Impact Beyond, que tem como objetivo principal colocar o rugby em 1.000 escolas da rede pública e privada do Rio de Janeiro, em um dos maiores legados olímpicos que ficarão para a cidade. A partir das 14h, uma clínica para cerca de 500 crianças será realizada na zona militar de Deodoro, onde em 2016 serão disputadas as partidas de rugby dos Jogos Olímpicos.

“O projeto Impact Beyond será o legado que o rugby irá deixar para o Rio de Janeiro. Queremos colocar o esporte em 1.000 escolas até os Jogos Olímpicos, incentivando a prática esportiva e espalhando os valores que o rugby traz consigo”, ressalta Danza, que fala ainda sobre a boa adesão dos pequenos esportistas. “O rugby é muito movimentado, por isso agrada as crianças. Esperamos que isto possa ajudar a continuar crescendo a antiga tradição de rugby que o Rio tem”, finaliza o CEO da CBRu.

Última modificação emTerça, 23 Junho 2015 09:08
Raphael Oliveira

Raphael Oliveira, Carioca morador de Uberlândia desde 2011 pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Faculdades Integradas Hélio Alosno (FACHA-RJ), apaixonado por esportes fundador do site de notícias esportivas “Esportes de A a Z” onde se divide entre editor e fotógrafo, possui na currículo cobertura de eventos como Grand Slam de Judo, Mundial de Judo, Liga Mundial de Vôlei, Finais do NBB e Superliga de Vôlei, Mundial de Natação Paralímpica, NBA e UFC e Paralímpiadas Rio 2016.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.