Kelvin Hoefler e Pâmela Rosa brilham em suas categorias e avançam em primeiro

Kelvin Hoefler e Pâmela Rosa brilham em suas categorias e avançam em primeiro Pâmela Rosa avançou em primeiro para as finais. Crédito: Pablo Vaz/STU Open

A tarde deste sábado, 29/04, mostrou que não só a dificuldade das manobras como a pressão cresceu na pista da Praça Duó durante o Skate Total Urbe Open (STU Open) - maior mundial de skate da América Latina. Em busca das 16 vagas (8 em cada categoria) na grande decisão deste domingo, 30/04, a partir das 9h, os skatistas arriscaram cada vez mais pelas maiores notas. Kelvin Hoefler, com 92.67, foi o melhor na Semifinal do Open Masculino, seguido pelo neozelandês Tommy Finn (92.00) e pelo francês Vicent Milou (90.67). No Qualifying Feminino, Pâmela Rosa ficou em primeiro, com 85.33, tendo a norte-americana Mariah Duran em segundo (84.67) e a também brasileira Gabriela Mazetto em terceiro (79.67). 


Ao todo, as finais do STU Open contarão com a presença de representantes de oito países e quatro continentes: Brasil (seis), França (quatro), Argentina, Estados Unidos, Holanda, Áustria, Japão e Nova Zelândia.


O dia de competições começou com o Round 5 do Open Masculino, que contou com 32 competidores - os 16 classificados após os rounds anteriores, além dos 16 Silver e Gold Wild Cards convidados. Já na semifinal, Kelvin Hoefler, com manobras que levantaram a galera, entre elas, um Caballerial Backside Lipslide, fechou em primeiro nas duas baterias. Destaque ainda para os também brasileiros Lucas Alves, amador que trilhou um longo caminho desde o Round 1 até chegar à decisão do torneio, e Carlos Ribeiro, que arrancou a oitava posição na final. Luan Oliveira não conseguiu repetir o desempenho do round anterior e acabou ficando com o 11º lugar, fora das finais.

 

"A torcida brasileira é a melhor do mundo. Correr aqui, sem dúvida, é especial. Foi bem difícil. O nível hoje foi muito alto, e amanhã, com certeza, será maior ainda. Mas a expectativa é a melhor possível", comentou Kelvin Hoefler, dentro da arena lotada para a competição deste sábado. 

Entre as mulheres, Pâmela Rosa mostrou a que veio e, com uma sequência bastante limpa de manobras (apenas um erro entre as 10 tentativas), obteve a primeira colocação entre as 32 participantes do Qualifying, garantindo a primeira das 8 vagas na final deste domingo.

"Fiquei bem tranquila e errei apenas uma manobra em toda a bateria. Fiz um rockslide muito bom no corrimão grande e consegui passar para a decisão. Agora, é manter a tranquilidade pra amanhã e curtir a final", disse Pâmela Rosa.

Última modificação emSábado, 29 Abril 2017 22:07