Melo/Kubolt e Soares/Murray estão na semifinal de Whashigton

Semifinais serão amanhã e se vencerem, se enfrentam na decisão. Crédito: Gerry Weber Open_Ket

 

Marcelo Melo e Lukasz Kubot estão nas semifinais do Citi Open, em Washington (EUA). Nesta sexta-feira (4), em sua segunda partida no ATP 500, válida pelas quartas de final, eles venceram o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau po 2 sets a 1, parciais de 7/6(7-3), 4/6 e 10/7, em 1h39, comemorando sua 16ª vitória seguida na temporada. Agora, a dupla número 1 do mundo e cabeça de chave 2 do torneio enfrenta, em busca da vaga na decisão, os irmãos Bryan, Bob e Mike, cabeças 4, que venceram Rohan Bopanna (India)/Donald Young (EUA) por 2 sets a 0 (7/5 e 6/4). O jogo será neste sábado (5), no Grandstand 1 do Rock Creek Park Tennis Center, a partir das 17h (horário de Brasília).

 partida promete muito equilíbrio. Melo e Kubot são os líderes do ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017, já classificados para disputar o ATP Finals, enquanto Bob e Mike ocupam a terceira colocação. No ranking mundial individual de duplas, Marcelo é o atual número 1, seu parceiro é o quarto do mundo e os irmãos Bryan dividem a sétima colocação. 

Marcado para a quinta-feira (3) à noite, o jogo pelas quartas de final entre Melo/Kubot e Rojer/Tecau teve de ser transferido para esta sexta-feira em função das chuvas em Washington, que modificaram a programação do torneio.

O primeiro set foi decidido apenas no tie break. As duas duplas mantiveram seus serviços até o oitavo game, quando Melo e Kubot sofreram a quebra, no saque do polonês, com os adversários abrindo 5/3. Mas devolveram o break em seguida, no serviço de Tecau, para fazer 5/4 e empatar, na sequência, em 5/5. Novo empate em 6/6 e a definição no tie break, que teve o domínio de Melo e Kubot, fechando com tranquilidade em 7/3.

Mas, após a vitória no tie break, Melo e Kubot não começaram bem o segundo set. Foram quebrados logo no primeiro game, com Kubot sacando. E, desta vez, não conseguiram devolver o break. O jogo seguiu sem novas quebras, até Rojer e Tecau vencerem a série por 6/4.

A decisão, então, foi para o match tie break, com muito equilíbrio e disputa ponto a ponto. Mas, aí, novamente, Melo e Kubot mostraram o ótimo momento da dupla, que com muita confiança e concentração soube se impor nos momentos decisivos e, com Marcelo sacando, fechar em 10/7 para comemorar a 16ª vitória seguida e a vaga na semifinal.

"Mais um jogo duríssimo aqui em Washington, contra uma dupla muito experiente, que é o Tecau e o Rojer. Conseguimos recuperar um break no primeiro set e jogar muito bem o tie break. Depois foi a vez deles jogaram muito bem o segundo set. E aí o match tie break foi muito equilibrado, um ponto acabou decidindo. Acho que mais uma vez o diferencial foi usar toda essa confiança das últimos partidas, mantendo a disciplina e a tática até o fim", explicou Marcelo

Soares e Murray

Já Bruno Soares e Jamie Murray decidem neste sábado uma vaga na decisão do ATP 500, depois de terem vencido uma emocionante partida, derrotando James Cerretani e Marc Polmans, de virada, por 2/6 6/3 19-17.

"O jogo foi uma loucura, com match point para todos os lados. Conseguimos jogar super bem quando estivemos sob pressão ,para salvar os match points e isso só dá confiança," contou Bruno, que chegou em Washington embalado com a disputa do World Team Tennis, em que representou o Washington Kastles. "Eu sempre gostei de jogar por equipes e foi uma experiência muito gratificante. Pude fazer muitos jogos e espero chegar com este ritmo no US Open."

Para avançar à final do ATP de Washington, Bruno e Murray precisarão passar pelos cabeças-de-chave 1, Henri Kontinen e John Peers, neste sábado.

Caso as duplas vençam, elas se enfrentam na final do torneio no domingo.