fbpx

Bellucci e Rogerinho estão na final do Rio Open

Bellucci e Rogerinho estão na final do Rio Open Rogerinho e Bellucci chegaram a final do torneio de duplas. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Pela primeira vez em seis anos, o Brasil terá uma dupla disputando a final do Rio Open. Thomaz Bellucci e Rogerio Dutra Silva chegaram a final da competição ao vencer por 2 sets a 0 com parciais de 6/4 e 7/6 a dupla do tcheco Roman Jebavy e o argentino Andres e Molteni em jogo disputado na despedida da quadra 1.

A dupla foi formada de última hora num convite do diretor do torneio que disse que eles disputariam juntos a chave de dupla. E de alguma forma, a dupla encaixou e estão se divertindo em quadra.

“Não sabia que ia jogar dupla em foi cima da hora. O Lui disso que tinha convite de dupla e falou que estava com o Thomaz e estamos na final. A importância para o torneio é muito grande de poder ter um brasileiro na final. Espero poder ter um final ao melhor estilo copa Davis, ter um caldeirão ali na final. ” – Disse Rogerinho após a vitória.

Bellucci vai abrir mão de jogar em casa o qualy em Sp para jogar a final. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Para Bellucci, é triste ter que abrir mão do ATP 250 de São Paulo em que disputaria o qualyfing para poder jogar a final aqui. Mas certamente é uma escolha que eles estão fazendo para conseguir disputar um título, ainda mais no Brasil.

“É muito ruim não ter um jogador da casa para jogar lá. Mas essa decisão não é nossa e temos que focar aqui e dar o nosso melhor. Apoio no tênis brasileiro sempre é muito baixo e isso é chato, estamos aqui no rio e não vamos jogar sp. Estamos fazendo um belo trabalho juntos e estamos muito felizes está no final”. – Comentou.

A final da competição de duplas será disputada amanhã contra a dupla formada entre o argentino Maximo Gonzalez e o chileno Nicolas Jarry que venceram hoje o último cabeça de chave que ainda sobrevivia ao torneio dos colombianos Cabal e Farah por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 7/5 e 10/7.

Rogerinho jogará sua segunda final de ATP 500. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“Não vimos nenhum ponto do jogo deles e conhecemos o jogo do Maximo, mas do jarry nunca joguei. Eles vêm jogando alguns torneios juntos e temos que pensar como entraremos em quadra e isso que é o mais importante. Vamos dar o nosso melhor e trazer esse título para gente.” – Finalizou Bellucci