fbpx

Brasil inicia participação na Fed Cup nesta quinta-feira

Equipe brasileira Crédito imagem: Paulo Moriguti/CBT Equipe brasileira

Após completar a fase de preparação, o Brasil finalmente estreia no Zonal Americano da Fed Cup nesta quinta-feira, às 11h locais (15h de Brasília), diante do Chile, pelo Grupo A da competição.

O time comandado pela capitã Carla Tiene folgou na rodada desta quarta-feira e pôde acompanhar em alguns momentos o confronto entre Chile e Colômbia, que são adversários nesta primeira fase. 

Até o fechamento deste texto, o Chile havia vencido a primeira partida com Daniela Seguel contra a colombiana Yuliana Lizarazo, por 6/2 3/6 7/5, e o segundo jogo estava empatado em sets, com a chilena Andrea Koch tendo vencido o primeiro por 6/3 e a colombiana Mariana Duque Marino ganhando o segundo por 6/4.

Tiene gostou de não precisar jogar no primeiro dia justamente para poder observar as adversárias, embora ressalte que as chilenas jogam sem o peso da estreia contra o Brasil.

"Eu estou achando bom o fato de a gente estar conseguindo ver as adversárias como estão jogando, principalmente por ser ainda início de temporada e a gente não sabe como elas estão. Fazia um tempo que não via as chilenas jogando, mas estou achando bom", afirma Tiene.

"A desvantagem é que amanhã é nosso primeiro jogo e elas já estarão vindo de um jogo, não é estreia, que às vezes tem uma ansiedade um pouco maior. Mas está tudo sob controle, mas as nossas meninas estão muito bem", completa a capitã.

Destacadas pelas tenistas e a comissão técnica como as principais dificuldades, a adaptação à bola sem pressão e à altitude da cidade mexicana, foram questões superadas sem problemas durante o período de treinos.

"Foi ótimo, as meninas se adaptaram super rápido, muito mais do que a gente imaginava. Hoje à tarde, a gente até deu um off porque está todo mundo pronto para a competição, querendo que comece rápido. Foi perfeita a adaptação, ninguém reclamou de nada de não estar sentindo bola. Essa adaptação foi melhor até do que no Paraguai ano passado", explica Carla Tiene.

A equipe brasileira é formada pelas tenistas Teliana Pereira, Beatriz Haddad Maia, Paula Gonçalves e Gabriela Cé, além da comissão técnica formada pela capitã Carla Tiene, o auxiliar-técnico Renato Pereira, a preparadora física Renata Penha, a fisioterapeuta Claudia Tamachiro, o médico Ricardo Diaz e o chefe da delegação Paulo Moriguti.

Última modificação emQuinta, 05 Fevereiro 2015 00:12
Raphael Oliveira

Raphael Oliveira, Carioca morador de Uberlândia desde 2011 pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Faculdades Integradas Hélio Alosno (FACHA-RJ), apaixonado por esportes fundador do site de notícias esportivas “Esportes de A a Z” onde se divide entre editor e fotógrafo, possui na currículo cobertura de eventos como Grand Slam de Judo, Mundial de Judo, Liga Mundial de Vôlei, Finais do NBB e Superliga de Vôlei, Mundial de Natação Paralímpica, NBA e UFC e Paralímpiadas Rio 2016.