fbpx

João Menezes e Paula Gonçalves avançam no Pan de Toronto

João Menezes e Paula Gonçalves avançam no Pan de Toronto Crédito imagem:: Saulo Cruz/COB

Os brasileiros João Menezes e Paula Gonçalves avançaram neste sábado na chave de simples dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, ambos vencendo seus jogos de virada em dia também teve a eliminação em simples de Orlando Luz e Gabriela Cé.

João Menezes conseguiu uma grande vitória diante do chileno Nicolas Jarry, cabeça de chave número 5 da competição. Em 2h18min de partida, o jovem mineiro venceu com parciais de 5/7 6/3 6/4 para se garantir nas oitavas de final.

“Foi pau a pau o jogo inteiro. Embora tenha perdido o primeiro set, eu joguei muito bem. Foram dois ou três pontos que joguei mal no 5/5, o que me custou a quebra. Como ele saca bem, exigiu que eu sacasse bem também. Depois de perder esse saque no primeiro set, não perdi mais nenhum e fiquei tentando uma quebra. Para fechar o jogo, mas consegui fazer as jogadas certas nos pontos fracos dele”, afirmou Menezes

“No match point, tive a coragem de sacar e volear. Uma jogada que eu não tinha feito nenhuma vez no jogo, que era na direita. Dei um slice aberto e subi para a rede, consegui volear e matar o jogo no smash”, completou o mineiro.

Ele joga neste domingo na quadra 4, por volta das 11h30 locais (12h30 de Brasília) na contra o equatoriano Gonzalo Escobar, cabeça de chave número 9, nas oitavas de final. “Não o conheço, mas o Zormann chegou a treinar uma vez com ele aqui. Vou ter que recorrer às dicas do velho amigo”, analisou.

Paula Gonçalves não teve um bom início de partida, mas conseguiu se recuperar e avançar às oitavas de final com a vitória sobre a chilena Daniela Seguel por 2 sets a 1, com parciais de 2/6 6/3 7/6(4).

“Comecei abaixo, estava com a intensidade baixa e um pouco tensa, mas no segundo set consegui mudar, me impor um pouco, ser mais agressiva e ela se precipitou um pouco, sentiu que eu estava de volta no jogo. No terceiro saquei em 5/4 e não joguei bem, senti um pouco pra fechar o jogo, mas consegui no tie-break e estou feliz com a vitória”, analisou Paula.

A segunda partida da brasileira em simples será contra a paraguaia Veronica Cepede Royg, cabeça de chave número 7, que já é bem conhecida de Paula Gonçalves.

“Adversária dura, a gente jogou esse ano a última vez no Rio. Não sei se a gente já jogou na rápida, mas ela vem jogando bem, fazendo resultados. O importante vai ser eu entrar focada, intensa, impondo o meu jogo e fazendo o melhor, além de contar com a torcida do pessoal que vai estar fora da quadra, que é muito importante”, afirmou a Paula.

Orlando Luz foi superado na segunda rodada pelo americano Dennis Novikov, cabeça de chave 4, com parciais de 6/1 7/6(9), em 1h33min de partida. Ele retorna à quadra neste domingo ao lado de Marcelo Zormann para a estreia em duplas contra os mexicanos Hans Hach e Luis Patiño, não antes das 13h (14h de Brasília), na quadra 1.

Gabriela Cé fez uma partida equilibrada contra a canadense Gabriela Dabrowski, mas acabou superada por 2 sets a 1, com parciais de 6/3 4/6 6/3, em 2h01min de partida. A gaúcha volta à quadra neste domingo para estrear nas duplas mistas, ao lado do mineiro João Menezes. Eles enfrentam os mexicanos Ana Sofia Sanchez e Manuel Sanchez na quadra Grand Stand, por volta das 14h30 locais (15h30 de Brasília).

Na quadra 3, Beatriz Haddad Maia, cabeça de chave 6, será a última tenista a estrear em simples pelo Time Brasil no Pan de Toronto. Ela joga a partir das 10h locais (11h de Brasília) contra a chilena Fernanda Brito.

Raphael Oliveira

Raphael Oliveira, Carioca morador de Uberlândia desde 2011 pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Faculdades Integradas Hélio Alosno (FACHA-RJ), apaixonado por esportes fundador do site de notícias esportivas “Esportes de A a Z” onde se divide entre editor e fotógrafo, possui na currículo cobertura de eventos como Grand Slam de Judo, Mundial de Judo, Liga Mundial de Vôlei, Finais do NBB e Superliga de Vôlei, Mundial de Natação Paralímpica, NBA e UFC e Paralímpiadas Rio 2016.