Reinaldo Collucci vence no final da etapa Rio Triatlhon numa disputa acirrada

 Collucci disputou ombro a ombro com Fellipe dos Santos e faturou a competição. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

A manhã do domingo começou bem gelada no Recreio, quando 700 triatletas encararam a última etapa do Circuito UFF Rio Triatlhon com duas opções de distância, a Sprint com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida e a principal a Endurance com 1,5km nadando, 60km pedalando e 15km correndo que contou com vários dos principais atletas do país.

E quem levou a prova masculina foi o paulista Reinaldo Collucci. Ele pulou saiu primeiro da água e no ciclismo Fellipe dos Santos encostou nele. A disputa entre os dois seguiu na corrida onde Collucci conseguiu abrir uma pequena vantagem na última volta para faturar mais uma vitória em sua carreira.

Atletas se preparam para o inicio da competição. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

“Foi uma disputa muito apertada. O Fellipe fez uma ótima prova. Ele disputou comigo ombro a ombro no ciclismo e no início da corrida. Ele está de parabéns por ser de uma geração mais nova que a minha que acho que está chegando para se impor e ser o futuro do triatlo. Mas estou feliz por hoje garantir a minha vitória e estou muito contente” – Diz Reinaldo sobre sua vitória. Ele que daqui a duas semanas vai disputar nos Estados Unidos o mundial de meio Ironman e em outubro o completo em Kona no Havaí.

Já pela competição feminina, Bia Neres não teve adversária a altura para a acompanhar. Dominou de ponta a ponta a prova e venceu em maiores dificuldades. Mariana Ohata chegou dez minutos depois, seguida por Gisele Bertutti.

Bia Neres venceu de ponta a ponta a prova feminina. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

“Nossa, foi incrível a energia da galera que vai contagiando ao longo da prova. Eu venho de férias e fazendo um esforço dobrado, deu para conseguir dar uma boa puxada e vencer a prova. Não estou acostumada a provas mais longas e aproveitei para conhecer o percurso aqui do Recreio para competir em outubro no Ironman 70.3. Se eu pudesse, morava aqui na cidade” – Conta!

Quem também esteve presente na competição foi Diogo Sclebin. Ele representou o Brasil nos jogos olímpicos no ano passado e está começando um progresso em sua carreira, saindo das provas de distância olímpica, para as mais longas.

“Foi ótimo hoje! Estou estreando em prova mais longa e nunca tinha feito algo assim. Sofri na bike e deu para levar. Este é um circuito que gosto de participar e trouxe a minha família. Quero a partir de agora dividir minha atenção entre as mais longas e também a olímpica. Vou passar um tempo fora do circuito mundial e em breve volto para tentar chegar novamente nos jogos. Quero também em breve vir a competir um ironman.” – Finaliza.

Diogo Sclebin fez sua estreia em competições mais longas e acabou em oitavo. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Já na categoria Sprint, Pedro Apud e Clara de Carvalho, foram os vencedores da competição.

 

Resultados:

Endurence:

Masculino

1- Reinaldo Collucci – 2:32:04

2- Fellipe Gomes Santos – 2:32:41

3- Paulo Roberto Maciel da Silva – 2:35:35

4- Luiz Francisco Ferreira – 2;36:26

5- Santiago Ascenco – 2:37:28

 

Feminino

1- Bia Neres – 02:54:49

2- Mariana Ohata – 03:05:11

3- Gisele R. Bertucci – 03:11:08

4- Juliana Trindade – 03:21:07

 

Sprit:

Masculino

1- Pedro Apud – 58:54

2- Ezequiel Morales – 59:50

3- Pedro Nunes Moreira – 1:01:28

4- Rodrigo Pereira – 1:01:47

5- Mateus Pedrosa 1:02:47

 

Feminino

1- Clara de Carvalho – 01:07:34

2- Renata Moreira – 01:09:59

3- Maria Soledad Omar – 01:11:12

4- Fatima Baltazar – 01:13:29

5- Patricia Peixoto – 1:16:55

 

Veja mais algumas imagens da competição:

 

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

Pedro Apud, na transição do mar para o ciclismo. Ele venceu na categoria Sprint. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Pódio Masculino. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Última modificação emDomingo, 27 Agosto 2017 13:57

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.