IRONMAN 70.3: etapas de Alagoas e Rio de Janeiro com inscrições encerradas

Mais duas etapas do Circuito IRONMAN no país encerraram suas inscrições. Depois do IRONMAN Florianópolis, que fechou ainda no ano passado, as disputas de IRONMAN 70.3 de Alagoas e Rio de Janeiro atingiram o limite do número de participantes. A prova em Alagoas, marcada para o dia 6 de agosto, na Praia de Pajuçara, em Maceió, terá 1.000 competidores, enquanto a do Rio de Janeiro, que acontecerá no dia 1º de outubro, no Recreio dos Bandeirantes, contará com 1.200 atletas.

Em Alagoas, a prova terá foco somente nos triatletas amadores, enquanto no Rio de Janeiro estarão reunidos atletas de Elite e Faixa Etária. Os eventos oferecerão 30 vagas para o Mundial IRONMAN 70.3 2018 entre os atletas amadores, que está programado para os dias 1 e 2 de setembro, em Nelson Mandela Bay - África do Sul.

As duas etapas ainda valerão carimbos no Passaporte Brazil Tour. Com três carimbos, o amador terá direito a medalha Brazil Tour e o convite garantido para a festa de encerramento do IRONMAN Brasil, no fim do ano.

Igor Amorelli e Bia Neres vencem o IRONMAN 70.3 Palmas 2017

O pódio do IRONMAN 70.3 Palmas 2017 foi brasileiro. O catarinense Igor Amorelli e a paulista Bia Neres conquistaram a prova, realizada na manhã deste domingo, em Palmas (TO), garantindo as primeiras vitórias nacionais da disputa. Igor completou os 1.9 km de natação, 90.1 km de ciclismo e 21.1 km de corrida com o tempo de 3h54min57seg, com pouco mais de cinco minutos de diferença para o segundo colocado, Fellipe Santos, com 4h00min10seg. Reinaldo Colucci, que sofreu uma queda no ciclismo, completou o pódio com o tempo de 4h04min36seg. 

Bia, por sua vez, venceu com o tempo de 4h19min40seg, ficando em segundo a norte-americana Kelsey Withrow, com 4h25min09seg, e em terceiro a carioca Luiza Cravo, também do Brasil, 4h29min29seg. Ao todo, o evento reuniu 800 triatletas de nove países, distribuindo US 15.000,00 e pontos no ranking para os profissionais, além de 35 vagas para os atletas amadores no Campeonato Mundial IRONMAN 70.3 2017 - Chattanooga, Tennessee.

Em sua segunda edição, o IRONMAN 70.3 Palmas não sacrificou muito os competidores. A chuva durante a madrugada amenizou um pouco a temperatura. Com isso, os triatletas impuseram um bom ritmo à disputa. No masculino, Igor Amorelli não deu chances aos adversários. Ele foi o primeiro a sair da água e a iniciar o ciclismo, mantendo a vantagem durante os 90.1 km e depois na corrida de 21.1 km. Ao cruzar a linha de chegada ele, que venceu o IRONMAN Florianópolis em 2014, garantiu seu primeiro título de 70.3.

"Deu tudo certo. Não é fácil correr em Palmas e todo mundo está de parabéns. A nossa tática foi impor um ritmo forte desde o começo para poder abrir, pois sabia que a corrida seria dura, especialmente por conta do calor. Não estava tão quente, mas no final pegou um pouco. Feliz por vencer meu primeiro 70.3 no Brasil", declarou Igor, de 36 anos. "Adorei estar aqui em Palmas e espero voltar", completou.

Primeira vez

Bia Neres, uma das principais triatletas do país na atualidade, ratificou seu bom momento em Palmas. Afinal, foi sua primeira vitória no IRONMAN 70.3 e com um excelente desempenho. Ela foi a segunda a completar os 1.9 km de natação, mas assumiu a liderança logo na saída da transição. Ao longo do ciclismo, as duas se alternaram na liderança, mas na corrida a brasileira estava mais inteira, superando a adversária e garantindo o título.

"Estou muito feliz. Voltei mais forte depois de ter minha filha e vencer uma prova como está, em minha primeira vez, é incrível e me emociona. Adorei o percurso, que é simples, rápido e muito bonito. Na corrida é legal ver a ponte e os demais atletas indo e vindo. Adorei Palmas", afirmou a vencedora, de 31 anos.

Resultados - Elite - 2017

Masculino

1) Igor Amorelli (BRA), 3h54min57seg
2) Fellipe Santos (BRA), 4h00min10seg
3) Reinaldo Colucci (BRA), 4h04min35seg
4) Bruno Matheus (BRA), 4h05min16seg
5) Felipe Manente (BRA), 4h16min42seg

Feminino

1)Bia Neres (BRA), 4h19min40seg
2) Kelsey Withrow (EUA), 4h25min09seg
3) Luiza Cravo (BRA), 4h29min29seg
4) Carolina Furriela (BRA), 4h38min15seg

IRONAMN 70.3 Palmas com 800 atletas de nove países

Com a participação de 800 atletas, representando nove países, acontecerá neste domingo, dia 23 de abril, o IRONMAN 70.3 Palmas, primeira de cinco provas do Circuito IRONMAN no Brasil. Serão 1,9 km de natação, 90.1 km de ciclismo e 21.1 km de corrida, com largada e chegada na Praia de Graciosa, ponto turístico da capital do Tocantins. O evento, organizado pela Unlimited Sports, oferecerá uma premiação de US$ 15.000,00 e pontos no ranking para os profissionais, além de 35 vagas para os atletas amadores no Campeonato Mundial IRONMAN 70.3 2017 - Chattanooga, Tennessee. A largada (em ondas) está programada para as 6h05, com a Elite masculino, seguido pela Elite feminino, às 6h10, e a Faixa Etária, a partir das 6h25.

Antes do domingo, a vez será da nova geração, com a disputa do IRONMANKIDS Brasil, que terá sua primeira etapa no Tocantins. São provas para crianças de 2 a 12 anos, com o objetivo de incentivar a prática esportiva e formar futuros atletas para a modalidade. A competição terá quatro distâncias, 150m, 300m, 650m e 1000m, e acontecerá nesta sábado, a partir das 8h, reunido 100 crianças. As provas infantis estão confirmadas nos eventos de Palmas, Florianópolis, Alagoas e Fortaleza.

As nações que terão atletas na prova são África do Sul, Canadá, Estados Unidos, Argentina, Chile, França, Espanha, Itália e Brasil. Na Elite, estarão algumas das grandes feras do triatlo nacional. No feminino serão Bia Neres, que este ano venceu o Triathlon Internacional de Santos, uma etapa do ITU na Costa Rica e foi vice no sul-americano; Carolina Furriela, com vitórias em diversas provas no país, e Pamela Oliveira, que representou o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Já no masculino, os destaques são Igor Amorelli, vencedor do IRONMAN de Florianópolis em 2014, da Holanda no ano passado, além dos 70,3 de Punta del Leste e San Juan, e Reinaldo Colucci, que integrou a equipe nacional que disputou os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México, garantindo a medalha de ouro, e representou o país nos Jogos do Rio 2016. Bruno Matheus, Danilo Melo e Fellipe Santos completam a relação de destaques da Elite em Palmas.

Para os amadores, as atrações são muitas. Além das vagas para o Mundial da categoria, estão previstos para os amadores a entrega de troféus para os cinco mais bem colocados de cada categoria, o desafio de um percurso rápido e plano, o sorteio de inscrição para uma prova do circuito em 2017, e o primeiro carimbo do Passaporte Brazil Tour. Com três carimbos, o amador terá direito a medalha Brazil Tour e o convite garantido para a festa de encerramento do IRONMAN Brasil.

Programação

Local da prova: Praia da Graciosa (Avenida NS 15, Parque - Palmas/Tocantins).

22/04 - Sábado - Praia da Graciosa
8h - IRONKIDS Races
10h - 20h - EXPO
10h - 13h - Retirada de Kit
10h - Congresso Técnico - Português
11h - Congresso Técnico - Inglês
12h - Congresso Técnico Elite
13h - Coletiva de Imprensa
14h - 17h - Bike Check-in e Tatuagem
14h - 15h - Números 0001 - 0200
15h01 - 16h - Números 0201 - 0400
16h01 - 17h - Números 0401 - 0600
17h01 - 18h - Números 0601 - 0800
18h01 - 19h - Números 0801 - 1200

23/04 - Domingo - Praia da Graciosa
7h- 15h - EXPO
4h - 5h40 - Acesso à área de Transição
6h05 - Largada Elite Masculina
6h10 - Largada Elite Feminina
6h25 - 6h40 - Largada Faixa Etária (em ondas)
6h25 - M 30-34 (touca azul)
6h25 - M 45-49 (touca azul)
6h30 - M 18-24 (touca amarela)
6h30 - M 50-54 (touca amarela)
6h30 - M 35-39 (touca amarela)
6h35 - M 40-44 (touca verde)
6h35 - M 25-29 (touca verde)
6h35 - M 55-59 (touca verde)
6h35 - M 60-64 (touca verde)
6h35 - M 65-69 (touca verde)
6h40 - Todas as Mulheres (touca branca)
11h30 - Premiação Elite - Top 3
12h15 - 15h15 - Bike Check-Out
12h15 - 15h15 Achados e Perdidos
17h - Resultado Oficial
17h10 - 17h40 - Interposições ao Júri
18h30 - Premiação Elite (Top 6) e Faixa Etária (Top 5)
19h30 - Distribuição de Vagas Ironman 70.3 World Championship 2017

Brasil e Uruguai vencem o IRONMAN Fortaleza 2016

Última etapa do ano foi realizada em Fortaleza com a distância completa. Crédito: Fábio Falconi

O triatlo brasileiro garantiu seu terceiro título consecutivo no IRONMAN Fortaleza 2016. O paulista de São Bernardo do Campo, José Belarmino Souza Filho, manteve a hegemonia nacional no masculino ao completar, neste domingo, os 3.8 km de natação, 180,2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida com o tempo de 9h12min09seg, com mais de seis minutos de vantagem para o segundo colocado, Felipe Dayrell Silvestre, 9h18min39seg; e mais de oito para o terceiro, Gustavo Fleury Soares, 9h20min19seg. A prova, com largada e chegada no Marina Park Hotel, distribuiu 40 vagas para a final do Mundial em Kona, no Havaí, no ano que vem.

Já no feminino, o primeiro lugar foi da uruguaia Marina Porrini, que venceu em 2015 o Itaipu 70.3 Brasil Paraguay, a única prova binacional do calendário mundial. A atleta assumiu a liderança na última volta da corrida para marcar o tempo de 10h45min00seg, seguida pelas brasileiras Paula Ponte, 10h49min46seg, e Lívia Bustamante, 11h02min16seg. Ao todo, 800 competidores, de 18 países, participaram do evento.

Emoção do começo ao fim, com os lideres se alternando o tempo todo. Para melhorar, os fortes ventos deram trabalho aos atletas. Assim foi a terceira edição do IRONMAN Fortaleza, que movimentou a capital cearense e toda a região Nordeste. Desde cedo, atletas, acompanhantes e público coloriram o Marina Park Hotel. Com largadas em ondas, a disputa pelo ponto foi acirrada.

No masculino, Belarmino, de 39 anos e três deles dedicados ao triatlo, disputou sua terceira prova do IRONMAN completo na carreira. Depois de se recuperar no ciclismo, ele assumiu a ponta já na corrida para garantir o primeiro título do gênero. "Emoção indescritível. Minha terceira prova e conquistar esse título. Só tenho a agradecer por todo o apoio. Muita gente que me ajudou", destacou.

O atleta disse ainda que a concentração na corrida foi fundamental. "Acabei exagerando no ciclismo e, se não foco na corrida, seria um desastre. Mas tive cabeça para mostrar meu valor aqui", finalizou o campeão, que começou na natação e chegou a defender a seleção brasileira.

Duas vezes campeã

O Uruguai Maria Porrini não tem do que reclamar no Brasil. Em dois anos, a triatleta conseguiu dois resultados expressivos: no ano passado em Foz do Iguaçu, e agora no IRONMAN Fortaleza 2016. Numa recuperação incrível, tirando mais de 20 minutos na corrida, ela superou as adversárias para conseguir o topo do pódio. Mas a campeã disse que não foi fácil.

"Pensei que poderia sair melhor na natação. Forcei na bicicleta e sofri com o vento, tendo de lutar para não desistir. Na corrida, depois da emoção de passar a primeira, fui com tudo. Para mim, a paciência foi fundamental", destacou. "Com essas duas vitórias, vou adotar o Brasil", brincou.

A brasileira Paula Ponte, de Fortaleza, disse que foi muito gratificante e comemorou o vice e o fato de ser a melhor brasileira. "Fui a segunda da água, liderei o ciclismo, mas fui passada no km 30 da corrida. Ela estava mais forte e mereceu. Fico, assim mesmo, feliz com o feito", afirmou.

Resultados 2016

Masculino
1) José Belarmino Souza Filha (BRA), 9h12min09seg
2) Felipe Dayrell Silvestre (BRA), 9h18miin39seg 
3) Gustavo Fleury Soares (BRA), 9h20min19seg

Feminino 
1) Maria Porrini (URU), 10h45min00seg
2) Paula Ponte (BRA), 10h49min46seg
3) Lívia Bustamante (BRA),11h02min16seg

Brasileiros dominam pódio no Ironman 70.3 Rio

Brasileiros dominam pódio no Ironman 70.3 no Rio de Janeiro. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A á Z

Depois de um sábado muito chuvoso na cidade maravilhosa, o domingo não poderia ter amanhecido melhor. Um tempo fresco, fechado e sem a presença do sol. Perfeito para os 1300 atletas que vieram de vários lugares do Brasil e da América do Sul até o Recreio dos Bandeirantes para participar do Ironman 70.3 na cidade maravilhosa e só deu Brasil no alto do pódio com Reinaldo Colucci e Luísa Baptista.

No masculino, Reinado Colucci dominou a prova de ponta a ponta. Ele já saiu forte nos 1,9km de natação e abriu ainda mais sua vantagem nos 90 km de ciclismo e administrou nos 21km de corrida fechando com o tempo de 3h55min.  Em segundo ficou Paulo Roberto Maciel da Silva, seguido por Luiz Francisco Paiva Ferreira.

Antonio Colucci foi o grande vencedor entre os homens. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

“Estou me recuperando de uma cirurgia e queria ganhar muito esta prova e consegui. Foi uma prova bem dura. Eu nadei bem e consegui abrir uma boa vantagem para o segundo atleta no ciclismo onde fiz muita força e na corrida senti as pernas pesadas e tive que me concentrar bastante para buscar a vitória ” – Conta Colucci sobre sua primeira vitória no Brasil na série do Ironman e agora se concentra para se dar bem em Kona no Havaí. 

 Já entre as mulheres, Luísa Baptista também abriu uma boa vantagem sobre a argentina Romina Palacio e já dominando a prova no ciclismo, só teve o trabalho de manter uma boa corrida para chegar a frente com o tempo de 4h29min. Quem fechou o pódio foi Carol Furriela.

Luísa Baptista venceu entre as mulheres. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

“Estou muito contente em ter ganho e esse era o meu objetivo. A roupa de borracha me atrapalhou um pouco na natação, a bicicleta foi difícil com as subidas e a corrida onde senti umas gotinhas caindo achei que seria mais tranquilo, mas pude ir bem para fechar a competição e faturar” – Diz Luisa que competiu pela primeira vez em uma prova de Ironman.

Foi a segunda vez do Ironman 70.3 no Rio. E este ano, a grande novidade ficou no percurso da corrida que tinha sido reclamação na primeira edição entre os participantes. Para este ano, o desafio passou a ser correr três voltas no plano de 7km, o que permitiu junto com o tempo fechado, uma melhora nas marcas pessoais dos participantes.

Foram 1,9km de natação com o Pontal ao fundo na largada. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

Resultado:

Masculino:

1 Reinaldo Colucci – 3h55min13

2 Paulo Roberto Maciel da Silva – 3h57min06

3 Luiz Francisco Paiva Ferreira – 3h58min42

4 Iuri Josino Vinuto – 3h59min18

5 Felipe Santos 3h59min36s

Foram 90km de natação pela orla e também com muita subida na Estrada do Pontal. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

Feminino

1 Luísa Baptista – 4h29min40

2 Romina Palacio (ARG) – 4h33min43

3 Carol Furriela – 4h35min00

4 Ariane Monticeli – 4h35min41

5 Luíza Cravo – 4h39min05

Com a torcida ao lado, os atletas percorreram 21 km em três voltas num circuito de 7 km. Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

 

Atletas na transição, onde a competição pode ser decidida. Crédito: Ricardo Erlich/Esportes de A à Z

Crédito: Bruno Lopes/Esportes de A à Z

IRONMAN 70.3 Rio de Janeiro será atração do domingo, com 1300 atletas

Prova acontece na Praia da Macumba, no Recreio do Bandeirantes, a partir das 6h45, e se consolida como uma das mais fortes dos calendário. Crédito: Ricardo Erlich/Esportes de A à Z

 
A segunda edição do IRONAMN 70.3 Rio de Janeiro é o destaque esportivo neste domingo. Cerca de 1.300 competidores, de 26 países, participam da competição, marcada para a Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes. Serão 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21, 1 km de corrida para atletas da categoria Elite e da Faixa Etária. A largada, na Praia da Macumba, será em ondas e começará às 6h45. Trata-se do quarto e penúltimo evento do Circuito IRONMAN no Brasil na temporada e, em sua segunda edição, já mostra sua força.
 
O evento, que faz parte do calendário mundial de mais de 80 provas, sendo a nona na América Latina, distribuirá 30 mil dólares de prêmio e pontos no ranking para a Elite,  e 40 vagas para a Faixa Etária no Mundial de 2017 de 70.3, em Chattanooga (Tennessee).
 
"Teremos uma prova ainda mais forte que o ano passado, com cerca de 1300 atletas de 26 países, num dos palcos dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O IRONMAN 70.3 Rio de Janeiro se consolida como uma das etapas mais procuradas do calendário mundial, pois atingiu seu limite em poucos mais de uma semana. O percurso sofreu mudanças que trarão mais segurança e emoção", destaca Carlos Galvão, diretor-geral da Unlimited Sports, promotora da competição.
 
O Brasil detém os títulos da primeira edição, vencida pelo goiano Santiago Ascenço e pela catarinense Mariana Borges. Ambos estarão defendendo seus títulos este ano, ao lado de outras feras do país como Guilherme Manocchio, campeão do IRONMAN Fortaleza 2014, Reinaldo Colucci, um dos principais nomes do esporte, Ariane Monticeli, campeã do IRONMAN Florianópolis 2015, e as jovens Carol Furriela, Luísa Baptista e Bruna Mahn.
 
Do exterior, os destaques são os argentinos Mario Elias, quinto no ano passado, e Sebastian Blanco, o suíço Urs Muller, o uruguaio Juan Manuel Lauro e o belga Hendrik-Jan Verhaegen. Entre as mulheres, as atrações inscritas são  a britânica Corinne Abraham, campeã européia em 2014 e  do IRONMAN do México (Cozumel) e do 70.3 IRONMAN Austin, ambos no ano passado, a sul-africana Seymour Jeanni, a argentina Romina Palácio e a chilena Maria Luz Poblete.
 
Percurso e trânsito
 
A prova funcionará assim:  1.9 km de natação na Praia da Macumba, depois 90 km de ciclismo, com três (3) voltas partindo da Praça Tim Maia até o Alfabarra, retornando até o Recreio, subindo a Serra da Grota Funda e voltando novamente até a Praça Tim Maia, e  21.1 km de corrida, com  três (3) voltas pela praia do Recreio/Reserva.
 
A programação de alterações/fechamentos está assim:
 
das 4h às 11h30,  Av. Lucio Costa - pista junto à orla no sentido Barra-Recreio, do Alfabarra até a Praça Tim Maia. A partir desse horário os motoristas poderão acessar a Praia da Reserva até a Ilha 3;  Estrada do Pontal - da Avenida Gilka Machado até a Avenida das Américas, subida da Grota Funda até o Trevo de Guaratiba (junto ao posto de gasolina).
 
das 4h às 16h30,  Av. Lucio Costa - pouco depois do Condomínio Alfabarra (Barra da Tijuca) até a Avenida Gilka Machado (Recreio); Estrada do Pontal - Av. das Américas até o topo da Serra da Grota Funda, ponte do canal Rio Morto e o Trevo de Guaratiba (em frente ao posto de gasolina); Recreio - pista da orla e a pista central junto às edificações. Estacionamento proibido da Avenida Pedro Moura até a Avenida Gilka Machado.
 
Toda a região estará sinalizada e folhetos explicativos começaram a ser distribuídos a partir desta terça-feira, visando informar a todos. "Queremos que o evento seja agradável para todos, provocando o menor trabalho para as pessoas que moram ao longo do percurso", destaca Carlos Galvão, diretor-geral da Unlimited Sports e da prova.
 
Programação
 
Endereço Hotel Atlântico Sul: Av. Lúcio Costa, 18000 - Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro/RJ
 
05/11 - Sábado - Hotel Atlântico Sul
09h - 19h - IRONMAN Expo
09h - 13h - Entrega de Kit
10h - Congresso Técnico - Português
11h - Congresso Técnico - Inglês
12h - Congresso Técnico Elite
14h - 19h - Bike Check-in
14h - 15h - Números 0001 - 0250
15h01 - 16h - Números 0251 - 0500
16h01 - 17h - Números 0501 - 0750
17h01 - 18h - Números 0751 - 1000
18h01 - 19h - Números 1001 - 1400
 
06/11 - Domingo - Hotel Atlântico Sul
08h - 17h:00 - EXPO - IRONMAN
05h - 06h40 - Acesso à área de Transição
06h45 - Largada Elite Masculina
06h50 - Largada Elite Feminina
07h- 07h15 - Largada Faixa Etária
7h - M 30-34 (touca azul)
7h - M 45-49 (touca azul)
7h05 - M 18-24 (touca vermelha)
7h05 - M 50-54 (touca vermelha)
7h05 - M 35-39 (touca vermelha)
7h10 - M 40-44 (touca verde)
7h10 - M 25-29 (touca verde)
7h10 - M 55-59 (touca verde)
7h10 - M 60-64 (touca verde)
7h10 - M 65-69 (touca verde)
7h10 - M 70-74 (touca verde)
7h15 - Todas as Mulheres (touca amarela)
12h - Premiação Elite
13h - 16h - Bike Check-Out
13h - 17h - Achados e Perdidos
19h - Premiação Elite e Faixa Etária
20h - Distribuição de Vagas IRONAMN 70.3 World Championship 2017

 

 

IRONMAN 70.3 Rio abre mais 50 vagas

Serão abertas mais 50 vagas amanhã para a etapa carioca. Crédito: Ricardo Erlich/Esportes de A à Z

 

No dia 6 de novembro será realizada a segunda edição do IRONMAN 70.3 Rio de Janeiro, quarta e penúltima etapa da série de eventos do Circuito IRONMAN no país. A prova será no Recreio dos Bandeirantes e distribuirá 30 mil dólares e pontos no ranking para a Elite, além de classificar atletas da Faixa Etária para o Mundial de 2017 de 70.3, em Chattanooga (Tennessee).

Com as inscrições oficialmente já encerradas, a Unlimited Sports, organizadora do evento, abre mais 50 vagas de caridade, com o valor arrecadado, descontados o preço inicial e os impostos, sendo destinado a instituições assistências. Trata-se de uma ação que acontece desde 2007, por meio de doação em dinheiro, alimentos e objetos que possam ser úteis.

A abertura das 50 vagas acontecerá no dia 6 de setembro, a partir das 10h (horário de Brasília), com valor especial de US$ 500,00. A inscrição deverá ser feita pelo site www.active.com. Mais informações no sitewww.ironmanbrasil.com.br

Mais informações no site oficial: www.ironmanbrasil.com.br 

IRONMAN FORTALEZA 2016 TAMBÉM OFERECERÁ CATEGORIA REVEZAMENTO

Ironman Fortaleza terá categoria revezamento. Inscrições estão abertas. Crédito: Fabio Falconi

 

A série de eventos do Circuito IRONMAN no Brasil terá seu final no dia 20 de novembro, com a realização IRONMAN Fortaleza 2016, quinta e última etapa da temporada, com largada e chegada no Marina Park Hotel, na capital cearense. O desafio para os triatletas da Faixa Etária será 3,8 km de natação, 180,2 km de ciclismo e 42,2 km de corrida, com largada às 6h e limite de 17h para completar o evento. A prova classificará 40 atletas para a final do Circuito Mundial em 2017, em Kona no Havaí (EUA). Assim como acontecerá no Itaipu IRONMAN 70.3 Brasil Paraguay, a disputa em Fortaleza também terá a categoria Revezamento.

A categoria Revezamento dará oportunidade a mais competidores. Isso porque permitirá que atletas das três modalidades possam participar de uma prova IRONMAN, já que cada um pode ficar responsável por sua especialidade. As equipes poderão ter dois competidores, com um dos componentes fazendo duas pernas, ou três, ficando cada um como uma perna. Estes deverão utilizar uma tornozeleira com o chip, que será revezada a cada término de percurso. Haverá uma "Estação de Revezamento" na transição para a troca. A intenção desta novidade é fomentar o esporte e incentivar mais atletas a se engajarem no triatlo.

A retirada do kit é outro ponto a ser destacado. Afinal, todos os integrantes devem retirar o kit juntos, pois há necessidade de que cada um assine o Termo de Responsabilidade. Os números do kit (tatuagem, adesivos, número do atleta) terão um "R" antes do número e uma cor diferente. Mais detalhes poderão ser obtidos no site, www.ironmanbrasil.com.br, clicando no ícone da prova de Fortaleza..

As inscrições para a categoria Revezamento já estão abertas, com taxa de R$ 750,00 por equipe. Informações adicionais estão disponíveis no site oficial da prova.

Programação

Endereço Marina Park: Avenida Presidente Castelo Branco, 400 - Fortaleza/Ceará

16 Nov - Quarta - Marina Park
14h - 19h - EXPO - IRONMAN

17 Nov - Quinta - Marina Park
09h - 19h - EXPO - IRONMAN
10h - Treino de Natação

18 Nov - Sexta - Marina Park
09h - 19h - EXPO - IRONMAN
09h - 18h - Entrega de Kits
10h - Congresso Técnico Faixa Etária - Português
11h - Congresso Técnico Faixa Etária - Inglês
19h - 21h - Jantar de Massas

19 Nov - Sábado - Marina Park
09h - 19h - EXPO - IRONMAN
09h - 12h - Entrega de Kits
13h - 17h - Bike Check-in e Pintura dos Atletas
13h - 14h - Numeração 551 - 800
14h01 - 15h - Numeração 401 - 550
15h01 - 16h - Numeração 251 - 400
16h01 - 17h - Numeração 100 - 250

20 Nov - Domingo - Marina Park
09h - 19h - EXPO - IRONMAN
04h - 05h30 - Acesso dos Atletas à Área de Transição
06h - 06h45 - Largada Faixa Etária (largada em ondas)
16h30 - 23h30 - Bike e Sacolas Check-Out

21 Nov - Segunda - Marina Park
09h - 14h - EXPO - IRONMAN
09h - 12h - Achados e Perdidos
10h - Premiação
11h - Confirmação dos Classificados para o Ironman World Championship
20h - Festa - Pirata Bar (Rua dos Tabajaras, 325 - Praia de Iracema)

Estrangeiros vencem o IRONMAN Florianópolis 2016

Canadense Brent McMahon e a americana Elizebeth Lyles venceram a disputa neste domingo. Crédito: Gabriel Heusi

Novos campeões e com novos recordes. O IRONMAN Florianópolis incluiu, neste domingo, dia 29, em Jurerê Internacional, mais dois nomes à lista de grandes vencedores da disputa, a mais tradicional do país. O canadense Brent McMahon e a norte-americana Elizabeth Lyles foram os vencedores do South American Championship IRONMAN Florianópolis 2016, somando importantes pontos no ranking para o Mundial do Havaí, em outubro. Brent, terceiro colocado em 2015, completou os 3.8 km de natação, 180.2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida com o tempo de 7h46min10seg, novo recorde e quase 20 minutos à frente do segundo colocado, o britânico Tim Don, com 8h04min15seg. Kevin Collington, dos Estados Unidos, ficou em terceiro, com 8h04min58seg. O melhor brasileiro foi Fabio Carvalho,em sexto, com o tempo de 8h19min17seg.

No feminino, depois de perder nos últimos quilômetros da maratona, em 2015 a norte-americana voltou este ano venceu com sobras, com marca de 8h54min11seg, também novo recorde. A segunda colocação, mais de 15 minutos depois, foi da alemã Mareen Hufe, 9h09min36seg, enquanto a terceira ficou com a espanhola Gurutze Frades, com 9h15min52seg. A campeã de 2015, a brasileira Ariane Monticeli, teve problemas com sua bicicleta e, mesmo assim terminou em quarto, com 9h21min18seg. Já a local Mariana Borges, campeã do 70.3 Rio de Janeiro, terminou em sexto, 9h34min01seg.

A esperada chuva para o domingo não decepcionou os participantes. Desde a largada, com uma garoa fina, e ao longo de dia, ela foi companheira dos triatletas em Florianópolis. Mas isso não tirou o entusiasmo e a briga pela primeira colocação teve bons momentos. Brent saiu entre os primeiros colocados na natação e, no ciclismo, duelou com o brasileiro Igor Amorelli, vencedor de 2014. O brasileiro, entretanto, voltava de uma cirurgia e acabou saindo da prova, deixando a briga para o canadense e o britânico Tim Don.

Mas o dia era de Brent, que só fez abrir sua vantagem até cruzar em primeiro lugar com o novo recorde da prova. O esforço foi tanto que o campeão acabou sendo atendido pelos médicos após a vitória. "Depois do ano passado eu tinha certeza que voltaria aqui. Florianópolis tem um percurso incrível, é bem organizada e tem uma atmosfera diferente. Eu estou bastante satisfeito com o resultado, em uma certa hora da prova eu vi que estava rápido e pensei ‘vamos ver até onde isso pode ir’. Eu sabia que estava rápido, especialmente na corrida. Mantive um pace muito bom. Estou muito feliz com a minha vitória e agora penso no que posso fazer em Kona. Agora vou sentar com os meus treinadores e ver o que mais pode ser feito", declarou.

Melhor brasileiro na prova, Fábio Carvalho, campeão do 70.3 de Foz do Iguaçu em 2014, também era só alegria com o sexto lugar. "Estou muito feliz com o resultado. Consegui encaixar bem minha prova. O carinho da torcida aqui é incrível e ajudou muito nesse resultado. Eu vim com o objetivo de conquistar um top-10 e veio o sexto lugar. Agora vou comemorar muito com a minha família e amigos, mas depois já vamos sentar com a equipe toda e já programar o segundo semestre", afirmou.

Feminino

Liz Lyles comemorou como nunca sua vitória. Afinal, a derrota inesperada no ano passado deixou a atleta bastante incomodada. Ela se preparou bem, veio determinada e conseguiu atingir sua meta, contando também com o problema da bike de Ariane, que tirou a brasileira da briga pelo primeiro lugar.

"O meu principal objetivo do ano era ganhar aqui, era ganhar uma etapa continental e eu consegui! Agora posso pensar em Kona. Vencer no Brasil é especial demais, a torcida daqui é inigualável, me fizeram chorar", disse. "A prova foi muito boa, consegui fazer um bom pedal apesar da chuva e uma ótima corrida. Estou bem feliz com o resultado e com o recorde. Eu queria muito vencer aqui e consegui. Esse é um evento especial", completou.

A brasileira, por sua vez, não escondeu a decepção. "Estou muito frustrada com o que aconteceu. Eu treinei muito para essa prova, mas infelizmente coisas assim podem acontecer. A torcida aqui me motivou muito e, apesar de todas as dificuldades no ciclismo, em nenhum momento pensei em desistir. Nunca faria isso, nem que tivesse que andar até a meia noite", destacou. "Eu perdi muito tempo na bicicleta, tentei tirar o máximo que deu, mas a distância era muito grande. As meninas que terminaram na frente estão de parabéns", finalizou.

Resultados 2016 - Elite:

Masculino

1) Brent Mcmahon (CAN), 7h46min10seg * (47:47/4:11:54/2:42:52)
2) Tim Don (GBR), 8h04min15seg (47:49/4:22:00/2:50:26)
3) Kevin Collington (EUA(), 8h04min58seg (47:58/4:23:48/2:48:48)
4) Paul Matthews (AUS), 8h08min57seg (47:46/4:24:45/2:52:01)
5) Pedro Silva Gomes (PRT), 8h16min42seg (54:38/4:29:29/2:47:50)
6) Fabio Carvalho (BRA), 8h19min07seg (47:58/4:35:20/2:50:55)
7) Ronnie Schildknecht (SUI), 8h19min59seg (55:14/4:28:44/2:51:06)
8) Frank Silvestrin (BRA), 8h20min3seg (51:10/4:33:29/2:51:13
9) Mario de Elias (ARG), 8h21min37seg (51:15/4:33:21/2:52:42)
10) Luis Henrique Ohde (BRA), 8h27min32seg (48:21/4:35:49/2:58:36)

Feminino

1ª) Elizabeth Lyles (EUA), 8h54min11seg * (56:53/4:48:37/3:03:48)
2ª) Mareen Hufe (ALE), 9h09min36seg (1:01:22/4:51:31/3:11:02)
3ª) Gurutze Frades (ESP), 9h15min52seg (1:01:26/5:00:36/3:08:54)
4ª) Ariane Monticeli (BRA), 9h21min18seg (1:01:25/5:09:24/3:03:55)
5ª) Kristin Möller (ALE), 9h29min36seg (1:01:22/5:18:12/3:04:41)
6ª) Mariana Borges (BRA), 9h34min01seg (59:39:67/5:05:53/3:23:20)
7ª) Cait Snow (EUA), 9h35min13seg (56:47/5:19:58/3:12:27)
8ª) Laurel Wassner (EUA), 9h38min45seg (56:42/5:20:14/3:14:09)
9ª) Karina Ottosen (DIN), 9h44min17seg (1:01:19/5:17:07/3:20:29)
10ª) Lucie Zelenkova (CZE), 9h54min05seg (54:10/5:19:45/3:34:13)

Ironman Florianópolis será neste domingo

Florianópolis receberá neste domingo uma etapa do Ironman. Crédito: Fábio Falconi

Domingo será o dia. Após uma preparação dura, muita dedicação e amor pelo esporte, cerca de 2000 atletas de 36 países disputarão o Ironman Florianóipolis 2016. O South American Championship IRONMAN Florianópolis 2016 largará às 6h45 para a Elite masculina, ficando a Elite feminina para as 6h50 e a Faixa Etária, por ondas, a partir das 7h05. A Área de Transição será no Clube Doze de Agosto, onde também estará montada e Expo IRONMAN e uma série de atrações para o público. O desafio será de 3.8 km de natação, 180.2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida, com tempo limite de 17h.

A briga, mais uma vez, será por pontos no ranking e a premiação de 150 mil dólares para a Elite, e 75 vagas os atletas na Faixa Etária para o Mundial IRONMAN 2016, no Havaí. Com isso, os melhores do país e destaques do exterior garantiram presença na capital catarinesne, promentendo uma disputa muito interessante no domingo.

Já tradicional no circuito, a prova em Florianópolis segue se destacando graças à qualidade do evento, sua organização profissional e à grande receptividade do povo catarinense, pontos destacados por todos os participantes. Estes fatores, sem dúvida, explicam porque as vagas, quando abertas, acabam em poucos minutos.

Os destaques confirmados são a atual campeã, a brasileira Ariane Monticeli, sua compatriota Mariana Borges, campeã do 70.3 Rio de Janeiro, a norte-americana Liz Lyles, vice no ano passado em Florianópolis, o canadense Brent McMahon, terceiro em 2015, o britânico Tim Don, campeão do 70.3 Palmas neste ano, e os brasileiros Guilherme Manocchio, compeão em Fortaleza 2014 e Copenhagen 2015, Igor Amorelli, campeão em 2014, e Fábio Carvalho, campeão do 70.3 Foz do Iguaçu em 2014, ente outros.

Ao longo destes 16 anos, o triatlo nacional conquistou o lugar mais alto do pódio em quatro oportunidades, com Fernanda Keller, 2004 e 2008, em 2014, a primeira vitória no masculino com o atleta Igor Amorelli, e no ano passado com a vitória de Ariane Monticeli. Os atletas brasileiros conquistaram também a segunda colocação em 2007 e 2009, com Reinaldo Colucci; em 2011, com Guilherme Manocchio; em 2012, com Santiago Ascenço; e em 2013, com o próprio Igor Amorelli. Também houve um terceiro lugar, com Santiago Ascenço, em 2010.

Nesta sexta-feira, os destaques falaram sobre a prova:

Ariane Monticeli (Brasil, Esporte Clube Pinheiros)
Estou me sentindo muito bem esse ano, no auge da minha forma e melhor do que em 2015. Se eu vou ganhar é uma outra história, mas com certeza venho para fazer um resultado melhor do que fiz na última edição.

Mariana Andrade Borges (Brasil, Florianópolis, Equipe TIME)
Ano passado consegui ótimos resultados no segundo semestre e espero conseguir encaixar uma boa prova aqui esse ano, especialmente no ciclismo. Ter a companhia da torcida e dos meus amigos será muito importante para conquistar um bom resultado.

Liz Lyles (Estados Unidos)
Ano passado a Ariane fez uma grande prova e mereceu a vitória, mas esse ano estou confiante e quero um bom resultado aqui no Brasil. Não estou pensando em revanche, mas sim em fazer um bom papel. Retornei ao Brasil, pois gosto muito daqui e acho essa prova incrível.

Brent McMahon (Canadá, Team Bahrein13)
Ano passado o evento foi muito forte e tivemos um nível muito alto por aqui. Acredito que agora não será diferente. A atmosfera é incrível, com certeza será um belo evento e eu espero poder fazer meu melhor.

Guilherme Manocchio (Brasil, Team Bravo)
Fiz um camping de seis semanas na Europa e estou me sentindo muito bem. A preparação foi toda feita para chegar no auge nessa época. Tive um pequeno resfriado, mas nada que vá me atrapalhar na prova.

Stefan Schmid (Alemanha, Team Pewag)
Já competi em Florianópolis em 2013 e em Fortaleza no ano de 2014 e sempre adoro vir para cá. Esse ano fiz uma boa preparação, especialmente nas últimas seis semanas, e me sinto muito bem para a competição. Espero ter um bom desempenho na prova

Ronnie Schildknecht (Suíça)
Eu espero fazer um bom evento aqui, quem sabe em 7h52min (brincando com relação ao tempo que é abaixo do recorde da prova). Venho de um nono lugar na prova da África do Sul e estou me sentindo bem para essa prova. Quem sabe não sai um bom resultado.

Tim Don (Inglaterra, Team Bravo)
Já que o Ronnie quer fazer em 7h52min, para mim está bom em 7h51min (risos). Esse é meu terceiro Ironman, venho de distâncias mais curtas, mas estou bem empolgado. Será um longo dia e com muitos desafios pela frente. Quero fazer o meu melhor. Gosto muito do Brasil, já estive aqui muitas vezes, e venho atrás de mais um bom resultado.

Programação

28 Maio - Sábado - Clube Doze de Agosto
9h - 19h - EXPO - IRONMAN
9h - 11h - Entrega de Kits
13h - 20h - Bike Check-in
13h - 20h - Pintura dos Atletas
13h - 14h - Numeração 0001 - 0280
14h01 - 15h - Numeração 0281 - 0560
15h01 - 16h - Numeração 0561 - 0840
16h01 - 17h - Numeração 0841 - 1120
17h01 - 18h - Numeração 1121 - 1400
18h01 - 19h - Numeração 1401 - 1680
19h01 - 20h - Numeração 1681 - 2000

29 Maio - Domingo - Clube Doze de Agosto
8h - 20h - EXPO - IRONMAN
4h30 - 6h - Acesso dos Atletas à Área de Transição
6h45 - Largada Elite Masculina
6h50 - Largada Elite Feminina
7h05 - 7h30 - Largada Faixa Etária em ondas
- 7h05 - M 30-34 (touca laranja)
- 7h10 - M 35-39 (touca vermelha)
- 7h15 - M 40-44 (touca verde)
- 7h20 - M 45-49 (touca amarela)
- 7h25 - M 18-24 (touca azul)
- 7h25 - M 25-29 (touca azul)
- 7h25 - M 50-54 (touca azul)
- 7h25 - M 55-59 (touca azul)
- 7h25 - M 60-64 (touca azul)
- 7h25 - M 65-69 (touca azul)
- 7h25 - M 70-74 (touca azul)
- 7h30 - Todas as Mulheres (touca pink)
18h10 - 1h - Bike e Sacolas Check-Out

30 Maio - Segunda - Clube Doze de Agosto
9h00 - 14h - EXPO - IRONMAN
9h00 - 12h - Achados e Perdidos
10h - Confirmação dos Classificados para o IRONMAN World Championship
11h - Premiação
22h - Festa de Confraternização (à confirmar)

* Programação sujeita à alteração sem aviso prévio.


Mais informações no site oficial: www.ironmanbrasil.com.br 

Assinar este feed RSS