Irmãos Grael conquistam mais uma medalha para o Brasil

Torben e Lars são bronze no Mundial de Veleiros Clássicos 6M. Crédito: Nancii Bernard


A vela brasileira não para de ganhar medalhas em campeonatos internacionais. Neste fim de semana, foram mais duas.

No Mundial da classe Soling, disputado em Muiden, na Holanda, os brasileiros Nelson, Gustavo e Felipe Ilha, do Veleiros do Sul, venceram a última regata na sexta-feira, dia 22, e conquistaram a prata, com 27 pontos perdidos. Eles ficaram atrás somente da tripulação da Hungria comandada por Farkas Litkey (22 p.p.).

Já em Vancouver, no Canadá, os irmãos Torben e Lars Grael velejaram ao lado de Renata Pellicano, Markus Temke e Colin Gomm e ficaram com a medalha de bronze no Mundial de Veleiros Clássicos de 6 metros (27 p.p.), encerrado na sexta-feira, dia 22. A tripulação brasileira velejou a bordo do icônico Saskia, barco projetado em 1934 com a grife britânica de Sir William Fife. E, numa disputa de realezas náuticas, o título da competição foi conquistado pelo Rei da Espanha, Don Juan Carlos de Borbón, com 22 pontos perdidos.

“Vencemos a primeira regata do dia para fechar o evento na terceira colocação. Vitória para o rei da Espanha, Don Juan Carlos. Obrigado a todos pela torcida!”, afirmou Lars Grael.

MUNDIAL DE RS:X

A brasileira Patrícia Freitas encerrou neste sábado, dia 23, sua participação no Campeonato Mundial da classe RS:X, em Enoshima, no Japão. Após uma semana de ventos inconstantes, com direito a tufão nos primeiros dias de competição, a velejadora ficou na 22ª colocação, com 130 pontos perdidos. Agora, Patrícia volta sua atenção para a disputa da Copa Brasil de Vela, prevista para o período de 09 a 16 de dezembro, em Ilhabela (SP).

O pódio feminino do Mundial de RS:X foi totalmente preenchido pela China. A vice-campeã olímpica Peina Chen conquistou o título, com apenas 44,7 pontos perdidos. A prata foi para Jiahui Wu (50 p.p.), e o bronze ficou com Yunxiu Lu (56 p.p.). No masculino, outra vitória chinesa, com Bing Ye conquistando o ouro (51 pontos perdidos). O suíço Mateo Sanz Lanz levou a prata (53 p.p.) e o chinês Mengfan Gao ganhou o bronze (68 p.p.)

Mais informações: http://www.rsxclass.org/worlds2017/

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Mundial de 6M

1 – Bribón Gallant, Don Juan Carlos de Borbón (Espanha), 22 pontos perdidos

2 – Goose, Peter Hoffmann (EUA), 25 p.p.

3 – Saskia, Lars Grael (Brasil), 27 p.p.

 

Mundial de Soling

 

1 - Farkas Litkey/ Karoly Vezer/ Gabor Oroszlan (Hungria), 22 pontos perdidos

2 – Nelson Ilha/ Gustavo Ilha/ Felipe Ilha (Brasil), 27 p.p.

3 - Igor Yushko/ Sergey Pichugin/ Igor Severianov (Ucrânia), 33 p.p.

9 - Kadu Bergenthal/ Eduardo Cavalli/ Renan Abrahan Oliveira (Brasil), 64 p.p.

11 - Henrique Ilha/ Fernando Ilha/ Marcelo Azevedo (Brasil), 74 p.p.

Mundial de RS:X Feminino

1 – Peina Chen (China), 44,7 pontos perdidos

2 – Jiahui Wu (China), 50 p.p.

3 – Yunxiu Lu (China), 56 p.p.

22 – Patrícia Freitas (Brasil), 130 p.p.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.