Yacht Club Santo Amaro é sede da Taça Geraldo Peixoto

Olivia e Marina na 420 Crédito imagem: Silas Azocar/PMI Olivia e Marina na 420

O Yacht Club Santo Amaro (YCSA) organiza neste fim de semana (7 e 8) seu primeiro evento da temporada na Represa Guarapiranga. O ano de 2015 será inaugurado com a Taça Geraldo Peixoto, ex-Taça Flotilha da Garoa, com a previsão de seis regatas, máximo de três por dia. A competição reúne barcos Optimist e 420, classes de base da vela que competem na Raia 1, destinada aos veleiros de menor porte, capazes de navegar mesmo com o nível mais baixo da represa. 

São esperadas cerca de 50 embarcações, dez da classe 420 e 40 da Optimist, entre inscrições do YCSA, outros clubes do entorno da Guarapiranga e velejadores do litoral norte de São Paulo. O Audi YCSA Sailing Team leva à raia, velejadores considerados favoritos. Na 420, a dupla Eric Belda e Rodrigo Dabus conquistou o título sul-americano em dezembro em Porto Alegre e o vice brasileiro há 15 dias em Ilhabela. André Fiuza e Stephan Kunath, terceiros em ambas as competições, também estão confirmados, assim como Olivia Belda e Marina Arndt, melhor dupla feminina no Brasileiro. 

Na Optimist, os destaques do Audi YCSA Sailing Team são: Martin Chao, Nicolas Bernal e Leonardo Didier, que subiu ao pódio da categoria mirim no Brasileiro disputado em janeiro na Baía de Guanabara. As regatas deste fim de semana serão disputadas em percurso barla-sota (demarcado por duas boias) ou trapezoidal. A partir da quinta regata descarta-se o pior resultado. As primeiras largadas estão marcadas às 13h00. Além do YCSA, Classe Optimist São Paulo (COSP), Classe 420 SP e Fevesp, organizam o campeonato. 

Meia vida dedicada ao YCSA - A mudança de nome da competição deve-se a uma justa homenagem. Geraldo Peixoto é o mais antigo funcionário do YCSA. No próximo dia 1º de março completa 32 anos de serviços prestados ao clube. O mineiro de 64 anos dedicou até hoje metade de sua vida aos associados que o chamam carinhosamente de seo Geraldo. "Sinto-me muito feliz. Não esperava tamanha alegria. Recordo o dia em que cheguei. Não sabia nada e entrei como ajudante-geral", conta o funcionário que já foi o responsável pela piscina e hoje tem o cargo de supervisor náutico. 

Geraldo acompanhou a evolução de associados como Robert Scheidt, João Hackerott e Rique Vanderley e orgulha-se por tê-los ajudado desde a época do Optimist. "Sempre estava na rampa para levar os barcos deles para a água e depois trazê-los de volta ao hangar, quando as regatas acabavam. Ajudei muito essa turma e se precisar ajudarei novamente", afirma Geraldo, sempre solícito, esbanjando humildade e simpatia. 

Atualmente, Geraldo acompanha as disputas na Guarapiranga embarcado, junto à raia como integrante da Comissão de Regatas (CR). "Ajudo a organizar as largadas, contar os barcos, ver se alguém largou escapado. Aprendi muito trabalhando aqui. O YCSA é muito importante na minha vida. Tudo o que conquistei e tenho hoje, veio do meu trabalho neste clube", resume o supervisor demonstrando que seu empenho foi reconhecido.

Raphael Oliveira

Raphael Oliveira, Carioca morador de Uberlândia desde 2011 pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Faculdades Integradas Hélio Alosno (FACHA-RJ), apaixonado por esportes fundador do site de notícias esportivas “Esportes de A a Z” onde se divide entre editor e fotógrafo, possui na currículo cobertura de eventos como Grand Slam de Judo, Mundial de Judo, Liga Mundial de Vôlei, Finais do NBB e Superliga de Vôlei, Mundial de Natação Paralímpica, NBA e UFC e Paralímpiadas Rio 2016.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.