Definida equipe brasileira de vela para as olimpíadas

Definida equipe brasileira de vela para as olimpíadas Ao lado da tocha olimpica, a equipe de veja conta com nomes experientes e novatos. Crédito: Ricardo Erlich/Esportes de A à Z

Depois de diversas disputas pelo mundo, a equipe que irá representar o país na vela nas olimpíadas em casa está formada. O esporte que mais deu medalha para o Brasil vai desde atletas experientes e vencedores como o bicampeão olímpico na classe Laser, Robert Scheidt, a novos nomes da vela nacional como Martine Grael e Kahena Kunze, campeãs mundiais na 49erFX em 2014.

Em uma apresentação no Morro da Urca, diante da Baia de Guanabara onde será realizada a competição, os 15 atletas foram apresentados e juntos estavam presentes outros medalhistas olímpicos como os irmãos Torben e Lars Grael que farão papel de padrinhos da equipe.

“Estou muito emocionado de disputar minha sexta olimpíada na história. Estou bem fisicamente e acredito no meu potencial. Se a olimpíada não fosse em casa, talvez não teria motivação para estar aqui novamente.  Não tenho certeza se essas medalhas irão se realizar, mas temos um grande número de chances em várias classes, o que não tínhamos em outras oportunidades. A nossa preparação está bem melhor e esses próximos seis meses vamos focar bastante. ” – Conta Robert Scheidt da classe laser e o mais experiente do grupo.

“Essa é uma equipe mista de atletas experientes com o Robert, Bimba e a Fernanda e também muita gente nova com muito potencial que vai dar um bom equilíbrio a competição. O importante é eles terem uma boa condição para poder buscar um bom resultado. As aguas da baia de Guanabara não são fáceis para a equipe brasileira e o resultado pode ser imprevisível. ”- Diz Torben Grael, coordenador técnico da equipe de vela e maior medalhista do Brasil.

Equipe brasileira nas olimpíadas

Jorge Zarif, na Finn; Martine e Kahena; Patricia Freitas, na RS:X feminina; Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X masculina; Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, na 470 feminina; Scheidt e Fernanda Decnop, na Laser Radial; Marco Grael e Gabriel na 49er; Henrique Haddad e Bruno Bethlem na classe 470 masculina e Samuel Albrecht e Isabel Swan na Nacra 17.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.