CAMPEONATO MUNDIAL: Brasileiros seguem com vitórias no segundo dia em Viena

Álvaro e Saymon estrearam com vitória sobre dupla de Trinidad e Tobago. Crédito: Getty Image/FIVB

 

A participação brasileira no naipe masculino do Campeonato Mundial de Vôlei de Praia, que acontece em Viena (AUT), segue positiva. Na manhã deste sábado (29.07), três das quatro duplas do Brasil entraram em quadra e todas conquistaram vitórias tranquilas na estreia da competição. Os atuais campeões, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), Pedro Solberg/Guto (RJ) e Álvaro Filho/Saymon (PB/MS) enfrentaram duplas de menor expressão no Circuito.

Os primeiros a entrarem em ação foram os campeões brasileiros Álvaro Filho e Saymon (PB/MS). Na partida inaugural da dupla, pelo grupo A, os adversários foram a dupla de Trinidad e Tobago Williams e Phillips. Os brasileiros venceram por 2x0 (21/11 e 21/11), com destaque para o domínio no saque (seis pontos) e bloqueio (cinco pontos). O paraibano Álvaro Filho comemorou o bom começo.

“Nós trabalhamos muito duro para chegar aqui, e estamos contentes em poder jogar o Mundial. Queremos fazer o nosso melhor, jogar bem e mostrar o quanto amamos este esporte. Vamos pensar sempre no próximo jogo, dar um passo de cada vez para irmos longe”, disse o jogador que foi vice-campeão mundial em 2013, quando jogava com Ricardo.

Os atuais campeões mundiais e olímpicos, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), tiveram uma dupla de Moçambique como adversários na estreia pelo grupo E. Mesmo sem conhecer bem os oponentes, os brasileiros levaram a melhor por 2x0 (21/13 e 21/13). Ao fim do confronto Alison comentou a partida e valorizou o desenvolvimento que o vôlei de praia alcançou nas últimas décadas.

“Estamos felizes de jogar mais um torneio importante em nossa carreira. A arena é linda, este era o objetivo de todos os times e nossa estreia foi contra um time africano, uma estreia diferente, pois não conhecíamos o adversário. Mas tivemos tranquilidade de jogar, o time deles sabe jogar. O mais importante é perceber como nosso esporte está presente em todos os lugares do mundo. Fico feliz que uma semente plantada há 30 anos atrás, tenha se desenvolvido, com pessoas jogando em todas as partes, todas as classes. Agora o campeonato segue, nossa chave é forte e precisamos manter nosso foco e ritmo”, disse Alison.

Última parceria do Brasil a estrear em Viena, os cariocas Pedro Solberg e Guto passaram por Naidoo e Williams, da África do Sul, também em dois sets (21/13 e 21/15), em jogo válido pelo grupo H. Agora, as três duplas que jogaram neste sábado, só voltam a entrar em ação na próxima segunda-feira (31.07). Evandro e André (RJ/ES), serão os únicos a jogar neste domingo (30.07). Eles enfrentarão a dupla cubana Quesada e Piña, às 10h (horário de Brasília).