CAMPEONATO MUNDIAL: Duplas brasileiras mantém bom aproveitamento em Viena

Evandro e André passaram por dupla de Cuba. Crédito: Getty Image/FIVB

 

A participação brasileira no Campeonato Mundial de Vôlei de Praia, que acontece em Viena (AUT), segue com uma boa sequência de resultados positivos. Apenas três jogos deste domingo (30.07) contaram com duplas do país, e em todos a vitória ficou com os representantes do Brasil. Evandro/André (RJ/ES), Ágatha/Duda (PR/SE) e Larissa/Talita (PA/AL) fizeram a segunda partida na competição e mantiveram a invencibilidade.

No torneio masculino, Evandro e André (RJ/ES) que estrearam com vitória na última sexta-feira (28.07) contra os holandeses Varenhorst e Van Garderen pelo grupo D, voltaram a vencer na segunda rodada. Contra os cubanos Quesada e Piña a partida foi definida em dois sets (21/17 e 21/19). O carioca Evandro comentou sobre o bom início da dupla na capital austríaca.

“Este foi um jogo complicado, pois não tínhamos muitas informações sobre os cubanos. Eles não rodam o Circuito Mundial, então não os conhecia. Conseguimos ler o estilo de jogo deles ao longo da partida e nos adaptamos. Meu saque foi bem consistente e o André fez bloqueios importantes. Estamos muito felizes por termos vencido os dois primeiros jogos”, disse o jogador de 2,10m.

Entre as mulheres, Ágatha e Duda (PR/SE) entraram em quadra logo cedo e tiveram que ir para o terceiro set para vencerem as canadenses Gordon e Saxton (27/25, 15/21 e 15/7), no grupo C. A paranaense Ágatha, que defende o título mundial, avaliou as condições da partida, com a temperatura da areia próxima aos 50 graus.

“Jogamos em um clima muito parecido com o que temos no Brasil. O calor estava forte. As canadenses jogaram muito bem e, principalmente no segundo set, encaixaram bons saques. Vimos que seria complicado reverter a situação e poupamos energia para o tiebreak, e essa estratégia acabou dando certo”, contou Ágatha.

A última partida com dupla brasileira em quadra neste domingo foi o duelo entre Larissa e Talita (PA/AL) com as representantes dos Estados Unidos Branagh e Day. As brasileiras conseguiram dominar o jogo do começo ao fim e, com poucos erros cometidos, venceram por 2x0 (21/15 e 21/9), em partida do grupo A.

Nesta segunda-feira (31.07) seis equipes do Brasil voltam para a quadra. Álvaro/Saymon (PB/MS) joga com Kunet/Dressler (AUT), às 7h (hora de Brasília); Maria Elisa/Carol Solberg (PE/RJ) enfrenta Hughes/Claes (EUA), às 8h (hora de Brasília); Bárbara Seixas/Fernanda Berti (RJ) mede forças com Heidrich/Vergé-Dépré (SUI), às 12h (hora de Brasília); Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) contra Plavins/Regza (LET), às 13h (hora de Brasília); e Pedro Solberg/Guto (RJ) terão pela frente Seidl/Winter (AUT), às 14h (hora de Brasília) e Elize Maia/Taian (ES/CE) contra Manhica/Muianga, de Moçambique, às 10h (hora de Brasília)

Brasileiros levam o ouro em Espinho (POR)

Enquanto acontece o Mundial em Viena (AUT), uma etapa do Circuito Mundial de duas estrelas foi realizada neste fim de semana em Espinho, cidade no litoral norte de Portugal. A medalha de ouro ficou com os paraibanos George e Vítor Felipe que venceram na decisão Júlio/Ahmed Tijan, do Qatar, por 2x0 (21/12 e 21/13), neste domingo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.