fbpx

Larissa/Talita e Maria Elisa/Carol vencem e se enfrentam nas quartas de final

Larissa durante partida contra as suíças nas oitavas de final do torneio. Crédito: Divulgação/FIVB 

 

As duplas brasileiras se cruzarão mais uma vez no torneio feminino do Campeonato Mundial de vôlei de praia 2017, disputado em Viena, capital austríaca. Larissa/Talita (PA/AL) e Maria Elisa/Carol Solberg (PE/RJ) venceram nesta quinta-feira (03.08), pelas oitavas de final, e se enfrentarão nas quartas de final do torneio, nesta sexta-feira (04.08).

Será o segundo confronto seguido contra compatriotas para Maria Elisa e Carol Solberg, que nesta quinta eliminaram Elize Maia e Taiana (ES/CE) com vitória por 2 sets a 0 (21/9, 21/19), em 36 minutos. A partida entre as brasileiras pelas quartas de final ainda terá o horário divulgado pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Maria Elisa analisou o desempenho em um duelo que se repetiu diversas vezes na atual temporada do Circuito Mundial. Foi o sexto jogo e a quarta vitória contra Elize/Taiana.

“A coisa mais complicada em um torneio como este é manter uma boa regularidade e mantivemos isso desde o jogo passado. Estávamos muito focadas e estudamos muito o jogo delas. Carol foi uma guerreira, ela trouxe energia que precisávamos, enquanto eu tentava ter a leitura para pensar na estratégia e dar algumas informações a ela durante o jogo”.

A carioca Carolina Solberg também comentou a vitória sobre as compatriotas e sobre o forte calor em Viena.

“Está quente e temos que ser bastante fortes para lidar com isso. Nós não jogamos tantos jogos juntas, mas nós começamos a descobrir quem somos como time. Elize e Taiana são um time excelente e é uma partida que qualquer equipe pode sair com a vitória. Nos enfrentamos várias vezes neste ano e é um jogo tenso para nós. Agora estamos de olho nas quartas de final e espero que possamos brigar por uma medalha”.

Já Larissa e Talita superaram nas oitavas de final as suíças Joana Heidrich e Anouk Vergé-Dépré por 2 sets a 0 (21/19, 21/16), em 37 minutos de duração. Destaque para Talita, maior pontuadora do confronto com 17 acertos (16 ataques e um bloqueio), que analisou o jogo.

“As suíças possuem uma equipe muito forte, sabíamos que teríamos que manter o que fizemos até agora. Jogar unidas e fortes mentalmente. Estamos evoluindo jogo a jogo. Agora vamos descansar e nos prepararmos para esse duelo das quartas de final”.

Com a nona colocação, Elize Maia e Taiana somam 480 pontos no ranking geral e recebem um prêmio de 11 mil dólares. Ágatha/Duda (PR/SE) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), eliminadas na primeira fase eliminatória, somam 320 pontos e recebem 7 mil dólares.

 

Masculino

 

O Brasil terá três duplas nas oitavas de final do torneio masculino no Campeonato Mundial de vôlei de praia 2017, em Viena, na Áustria. Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Evandro/André Stein (RJ/ES) e Pedro Solberg/Guto (RJ) venceram seus jogos pela primeira rodada eliminatória nesta quinta-feira (03.08) e avançaram no torneio, sem se cruzarem neste momento.

Os duelos das oitavas ocorrem nesta sexta (04.08) e terão Alison/Bruno enfrentando os canadenses Saxton/Schalk às 6h (de Brasília). As equipes se cruzaram nove vezes, com oito vitórias dos campeões olímpicos. No mesmo horário, mas sem transmissão, Evandro/André encara os letões Samoilovs e Smedins no primeiro encontro dos times.

Outra partida com transmissão será a dos cariocas Pedro Solberg e Guto, que encaram os espanhóis Herrera e Gavira às 9h, no primeiro duelo entre os times.

Evandro e André Stein avançaram às oitavas de final ao superarem os letões Plavins/Regza por 2 sets a 0 (21/13, 21/18), em 33 minutos de partida. Após o duelo, que teve André como maior pontuador, com 17 acertos, o capixaba analisou o desempenho da parceria até aqui.

“É meu primeiro Campeonato Mundial, existe um pouco de pressão, mas estou conseguindo me manter tranquilo. Acredito muito no nosso time e realmente acho que podemos ir longe, mantendo a confiança. Estamos indo passo a passo, sempre pensando que o próximo jogo é o mais importante, não importando se é na chave ou na fase eliminatória”.

Pedro Solberg e Guto conquistaram a vaga em uma partida eletrizante, ao superarem o time da casa, dos austríacos Martin Ermacora e Moritz Pristauz-Telsnigg, por 2 sets a 1 (21/23, 21/16, 17/15), em uma hora de duração. Pedro celebrou a classificação e analisou o duelo.

“Estou aproveitando muito este momento, estou muito feliz, foi uma partida incrível, com uma torcida e uma atmosfera inesquecível. Os austríacos jogaram muito bem. Guto é um grande jogador, está disputando seu primeiro Campeonato Mundial e joga como um veterano, ele me leva ao limite sempre, faz com que eu dê meu máximo”, destacou Pedro.

Os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt, por sua vez, superaram no Round de 32 os letões Rihards Finsters e Edgars Tocs com tranquilidade, por 2 sets a 0 (21/15, 21/7), em 28 minutos de duração. Destaque para os 19 acertos de Alison, maior pontuador do jogo.

Já Álvaro Filho e Saymon acabaram superados na primeira rodada eliminatória, ao serem superados pelos holandeses Van Garderen e Christiaan Varenhorst por 2 sets a 0 (21/17, 21/18), em 37 minutos de duração. Com isso, o paraibano e o sul-mato-grossense terminam em 17º, somam 320 pontos e recebem 7 mil dólares.