Semifinais são definidas e duplas que saíram do classificatório são destaque na Urca

Semifinais são definidas e duplas que saíram do classificatório são destaque na Urca Disputas de hoje definiram as semifinais. Crédito: Ramilton N. Bonfim

s semifinais da segunda etapa do Circuito Challenger de vôlei de praia 2018, disputada no Rio de Janeiro (RJ), foram definidas neste sábado (30.06). Foram 32 partidas nos torneios masculino e feminino na Escola de Educação Física do Exército, no bairro da Urca. Destaque para times que vieram do classificatório e conseguiram avançara até a disputa de medalha. A competição se encerra neste domingo (01.07), com entrada franca à torcida.

As semifinais do torneio masculino terão Ramon Gomes/Adrielson (RJ/PR) contra Marcus/Luciano (RJ/ES), que conseguiram a vaga através do classificatório, na última sexta-feira. A outra semifinal será entre Bernat/Ferramenta (RJ) contra Matheus Maia/Felipe Cavazin (RJ/PR), que também vieram do classificatório. Os dois jogos acontecem às 9h20 (de Brasília).

O torneio é composto por oito times pré-classificados (ranking de entradas ou convite) e mais quatro que conquistam a vaga no classificatório, no primeiro dia de disputs. Ramon Gomes/Adrielson e Matheus Maia/Cavazin chegam à semifinal invictos, com três triunfos, enquanto os dois outros times sofreram uma derrota na fase de grupos.

Entre as mulheres, as semifinais terão Tainá/Victoria (SE/MS) contra Andrezza/Neide (AM/AL), e o duelo entre duas duplas que conseguiram a vaga no classificatório: Vivian/Vitória (PA/RJ) contra Elize Maia/Maria Clara (ES/RJ). As duas partidas ocorrem às 8h30 (de Brasília). Com exceção de Andrezza e Neide, as outras três duplas chegam invictas à semifinal.

A disputa de bronze e a final do torneio feminino ocorrem às 10h10 (de Brasília), enquanto as partidas valendo medalhas no torneio masculino começarão às 11h, todas neste domingo. Entre as mulheres o pódio será totalmente diferente da primeira etapa, já que nenhuma das semifinalistas no Rio de Janeiro subiu ao pódio em Maringá (PR). No masculino, Ramon/Adrielson foi prata na primeira parada, enquanto Luciano foi ouro, mas jogando ao lado de Márcio Araújo (CE).

A competição conta com 12 duplas em cada gênero, divididas em três grupos de quatro. Os primeiros e segundos de cada chave, além de dois melhores terceiros, vão às quartas de final, e deste ponto o torneio segue em formato eliminatório simples.

Finais serão amanhã e aberto ao público. Crédito: Ramilton N. Bonfim

A temporada do Challenger é composta por quatro etapas. Na abertura, em Maringá (PR), títulos para Márcio Araújo/Luciano (CE/ES) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Após a parada do Rio de Janeiro (RJ), neste final de semana, as cidades de Jaboatão dos Guararapes (PE) e Brasília (DF) recebem o tour entre os meses de junho e agosto.

Os campeões de uma etapa recebem 200 pontos no ranking geral e cerca de R$ 13 mil em premiações. Somando os dois naipes, o torneio distribui quase R$ 130 mil. É a segunda vez que Maringá (PR) abre a temporada do Challenger, já que em 2017 o mesmo aconteceu. Na oportunidade, Josi/Lili (SC/ES) e Fernandão/Bruno (ES/AM) foram os vencedores.

VEJA OS RESULTADOS DO TORNEIO MASCULINO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1005&sexo=m

VEJA OS RESULTADOS DO TORNEIO FEMININO
http://www.aplicativoscbv.com.br/challenger/tabopen/tabelatodas.asp?site=1005&sexo=F

Última modificação emSábado, 30 Junho 2018 21:50

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.