Grand Slam dos EUA é suspenso por condições climáticas

As duplas femininas são a esperança do Brasil em buscar medalhas no Grand Slam de São Petersburgo, realizado até o próximo domingo (21/06) nos Estados Unidos. Resta saber, no entanto, quantos times do país seguem na disputa: pela segunda vez nesta sexta-feira (19/06) as atividades no complexo montado na baía de Tampa foram interrompidas em função do risco de tempestade na costa sul norte-americana.

Antes da paralisação, Larissa e Talita (PA/AL) venceram Fan Wang e Yuan Yue, da China, por 2 sets a 0 (28/26 e 21/19), em 54 minutos. Com isso, elas terminaram em primeiro na chave A e asseguraram vaga às oitavas de final. Mesma situação de Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), que levaram a melhor sobre as alemãs Katrin Holtwick e Ilka Semmler por dois sets diretos (21/17 e 21/15, em 41 minutos), mantendo 100% de aproveitamento e liderança da chave B.

Brasileiros são eliminados do Grand Slam dos EUA

Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), Evandro/Pedro Solberg (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR) não se encontraram em quadra e deram adeus à competição na fase de oitavas de final. A dupla carioca começou bem e, na repescagem, venceu os poloneses Bastosz Losiak e Piotr Kantor por 2 sets a 0, com parciais iguais de 21/19, em 43 minutos. 

Após a retomada dos jogos no período da tarde, entretanto, os cariocas não desenvolveram seu melhor voleibol.Nervoso com as marcações da arbitragem, Pedro Solberg chegou a levar um cartão vermelho - e perderam por 2 sets a 0 para os norte-americanos Nick Lucena e Theodore Brunner (21/18 e 21/18), em 39 minutos.

Assinar este feed RSS