Brasil encerra etapa em casa com vitória sobre a Sérvia

Brasil encerra etapa em casa com vitória sobre a Sérvia Diante de um ginásio lotado, equipe contou com atuação inspirada da ponteira Amanda. Crédito: William Lucas/Inovafoto/CBV

No último jogo da etapa disputada no ginásio José Corrêa, em Barueri (SP), a seleção brasileira feminina de vôlei esteve em tarde inspirada. As comandadas pelo técnico José Roberto Guimarães venceram a Sérvia por 3 sets a 1, nesta quinta-feira (17.05), com parciais de 23/25, 25/22, 25/14 e 25/21. O público lotou o ginásio e entusiasmou a equipe, que correspondeu com grande atuação.

 Na etapa paulista, o Brasil foi superado pela Alemanha na estreia, por 3 sets a 1, e assegurou duas vitórias – sobre Japão e Sérvia, ambos pelo mesmo placar. Já a seleção da Sérvia havia chegado para enfrentar a seleção brasileira com dois resultados positivos, sobre as alemãs e as japonesas.

A central Bia foi a maior pontuadora da partida, com o total de 18 acertos (nove de ataque, oito de bloqueio e um de saque). A oposto Tandara também se destacou, marcando 14 pontos. E a ponteira Amanda, muito festejada pelos torcedores, fez 13. Após o jogo, a atacante falou sobre o desempenho de hoje.

“O resultado sempre é coletivo. Treinamos muito na preparação para essa etapa, principalmente porque enfrentaríamos seleções com características muito diferentes. A comissão técnica nos preparou muito bem para isso e todas juntas conseguimos fazer o que foi treinado. Não é fácil jogar contra um time tão alto, mas a vitória veio”, disse Amanda.

A jogadora da seleção brasileira ainda falou sobre o dia a dia do grupo e em como trabalha para conseguir bons desempenhos em quadra.

“Eu me dedico muito. Essa boa atuação é fruto de muito trabalho e inspiração. Eu olho as meninas que estão aqui há muito mais tempo se dedicando, as jogadoras que viajam e deixam filhos em casa, que abdicam de muita coisa, períodos longos longe e não tem como entrar devagar em quadra. Isso me inspira muito”, complementou Amanda.

A ponteira Drussyla também comentou sobre o resultado positivo do Brasil. “Estudamos muito essa semana, pois sabíamos que o time delas tem muita qualidade e entramos com confiança. Queríamos muito essa vitória hoje e estamos muito felizes porque deu certo”, afirmou Drussyla.

Satisfeito com a atuação do seu time nesta quinta-feira, o técnico José Roberto Guimarães fez uma análise da partida contra a Sérvia.

“Podemos ver uma evolução como um todo no sistema defensivo e na relação entre o bloqueio e a defesa. Conseguimos ajustar as posições em quadra e o nosso bloqueio. Ainda podemos melhorar o nosso saque. Gostei de ver a atenção das jogadoras em quadra. O time mostrou que evoluiu e estou muito feliz com essa vitória. Sabíamos que seria um jogo difícil e foi legal ver a energia das meninas hoje”, afirmou José Roberto Guimarães.

 A seleção feminina viaja na madruga desta sexta-feira (18.05) para Ankara, na Turquia, onde disputará a segunda semana da competição contra as donas da casa, a Argentina e a República Dominicana. O primeiro jogo do time verde e amarelo será na terça-feira (22.05), às 11h (horário de Brasília) contra a Turquia.

 A competição

A Liga das Nações acontece pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição tem 16 equipes na disputa pelo título.

A cada semana são formados quatro grupos com quatro seleções cada, definidos em sorteio. Ao fim da fase classificatória, as cinco equipes mais bem classificadas avançarão à Fase Final, que contará ainda com a China, país sede. A Fase Final acontecerá de 27 de junho a 1º de julho. 

O JOGO

O Brasil abriu o placar do jogo com um ponto de saque da levantadora Roberta. O set começou equilibrado. A Sérvia foi para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (8/7). Quando as sérvias fizeram 11/8, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Bem no bloqueio, o time verde e amarelo virou o marcador (14/11). A Sérvia cresceu de produção e voltou a liderar o set (16/15). Com um ataque da oposta Tandara, as brasileiras fizeram (17/16). A oposta Boskovic fez um ponto de contra-ataque e as sérvias fecharam o primeiro set por 25/23.

O Brasil começou melhor o segundo set e fez 3/1. O time verde e amarelo foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Com um ace da oposta Tandara, o time verde e amarelo abriu dois pontos (11/9). As brasileiras mantiveram a vantagem no segundo tempo técnico (16/14). Bem no bloqueio, o time do treinador José Roberto Guimarães abriu três pontos (18/15) e a Sérvia pediu tempo. As europeias cresceram de produção e empataram (18/18). Com Amanda bem nos contra-ataques, o Brasil abriu três pontos (21/18). As brasileiras seguraram a vantagem até o final e venceram o segundo set por 25/22.

O terceiro set iniciou equilibrado. Se aproveitando dos erros das sérvias, o Brasil fez 7/6. Bem no bloqueio, as brasileiras abriram dois pontos (8/6) e o treinador da Sérvia pediu tempo. O Brasil seguiu ditando o ritmo da parcial e aumentou a vantagem no marcador para quatro pontos (11/7). No segundo tempo técnico, as brasileiras venciam por 16/10. O Brasil dominou a parcial até o final e venceu o terceiro set por 25/14.

O Brasil fez os dois primeiros pontos do quarto set. Numa largada da ponteira Drussyla, o time verde e amarelo fez 6/4. Quando as brasileiras tinham 7/4, o treinador da Sérvia pediu tempo. A equipe do treinador José Roberto Guimarães seguiu melhor e fez 11/7. A Sérvia cresceu de produção e encostou (12/11). Com um ponto de saque da oposta Tandara, o Brasil voltou a abrir no marcador (14/11). O Brasil tinha quatro de vantagem no segundo tempo técnico (16/12). As donas da casa seguraram a vantagem até o final e venceram o quarto set por 25/21 e o jogo por 3 sets a 1.