fbpx

Em uma final digna, Sesc-Rj vence e é campeão estadual

Em uma final digna, Sesc-Rj vence e é campeão estadual Time do Sesc-Rj chegou ao seu 14 título em 15 disputas pelo estadual. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Todo clássico que se preza, tem disputa acirrada e equilíbrio. E quando a partida está ótima, você não quer que acabe. E foi assim num jogo de 2h30 e partida decidida no tie break que o Sesc-Rj ganhou pela 14º vez o título carioca de vôlei feminino jogando num ginásio do Tijuca lotado contra um Fluminense forte que fez valer acompanhar a partida com parciais de 25-21, 23-25, 16-25, 25-19 e 15-12.

Quem se destacou foi a russa Kosheleva que saiu como a melhor jogadora da final. Ela que foi campeã mundial pela Rússia em 2010, está vindo de um processo de recuperação e se emocionou ao ganhar o troféu.

Partida foi decidida no tie-break. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

“Eu me emocionei, sim. Toda a ajuda que tenho recebido das minhas companheiras, de toda a equipe, tem me ajudado a ir melhorando passo a passo. Sei que não estou nas minhas melhores condições, mas tudo o que eu consegui fazer eu fiz dentro de quadra. E isso ter ajudado as minhas companheiras representou muito para mim. Foi incrível ter essa atmosfera hoje, ver a torcida vibrando conosco. Achei incrível”, revelou.

A capitã do Sesc-Rj, Roberta imaginou as dificuldades que teria pela frente, ainda mais depois da derrota que sofreram também no tie-break para o mesmo Fluminense na primeira fase da competição e ficou feliz com o resultado.

“Foi uma final complicada e difícil como se esperava. Estamos ainda nos formando e criando uma dificuldade. Sabíamos aqui que íamos bater cabeça e lutamos muito contra nossa dificuldade. O time ainda está sofrendo, mas o que vale que estávamos olhando uma para outra e vamos focar agora na superliga e começar bem com o pé direito com esta luta que tivemos aqui hoje”. – Diz.

Pelo lado do Fluminense, Pri Daroit falou um pouco sobre o jogo

“Faltou acertar alguns detalhes. É sempre um jogo de igual para igual e erros bobos podem custar o título. Foi o que aconteceu. São dois times grandes, duas equipes muito entrosadas e unidas. Perdemos nos detalhes, erros bobos que nos tiraram o título" – Falou.

O ginásio do Tijuca ficou lotado com as duas torcidas apoiando seus times. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

O jogo

Um clássico não poderia ter começado de forma diferente com um primeiro set bem emocionante e equilibrado. Os dois times se entregaram em quadra e mantiveram uma constante troca de lideranças no placar. Mas num vacilo do ataque tricolor, o Sesc-Rj abriu dois pontos de vantagem o que obrigou o técnico do Fluminense a pedir tempo em duas bolas seguidas, mas não adiantou muito. O time do Rio abriu vantagem e fechou o set em 25 a 21 colocando 1 a 0 no placar.

No segundo set, uma partida com diversos momentos. O Fluminense abria vantagem na partida e o Sesc-Rj buscava e empatava o jogo. Por muitas vezes, o time das Laranjeiras chegou a abrir quatro pontos, o que obrigou Bernardinho a pedir tempo e o time do Rio veio com outra atitude e conseguiu o empate. Mas o set era do Fluminense que mesmo levando uma virada no final do set, conseguiu se recuperar e vencer por 25 a 23 e empatar o jogo em 1 a 1.

Times estreiam pela superliga na sexta-feira. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Sentindo a derrota, o time do Rio entrou muito mal no terceiro set. Sem muita dificuldade, o Fluminense se aproveitando dos erros do Sesc-rj abriu e chegou a ter 10 pontos de vantagem. Até que o time do Rio esboçou uma reação, mas já era tarde de mais e fecharam o set em 25 a 16 e viraram para 2 a 1 o jogo.

O quarto set viu o Sesc-rj ressurgir na partida. O time de Bernardinho voltou muito melhor e comandou o placar o tempo todo. O Fluminense até chegou a empatar por duas vezes, mas com alguns bons saques de Kasiely, o Rio abriu e conseguiu fechar em 25 a 19, empatando em dois a dois e levando a partida para o tie-break.

Na decisão, o Fluminense abriu 3 pontos de vantagem e forçou Bernardinho a pedir tempo. O Sesc-rj então entrou na partida e conseguiu buscar a virada. O Fluminense por outro momento chegou a passar a frente, mas em outra virada o Sesc-rj não saiu mais da frente e fechou o jogo em 15 a 12 e foi campeão Carioca de 2018.

Primeira rodada da Superliga

O Sesc-Rj estreia nesta sexta também no Tijuca contra o Curitiba em partida que começa as 21:30. Já o Fluminense, encara o Pinheiros fora de casa as 20hrs.

Última modificação emTerça, 13 Novembro 2018 10:59