fbpx

Minas Tênis Clube vence Dentil/Praia Clube e segue invicto

Minas Tênis Clube vence Dentil/Praia Clube e segue invicto No primeiro jogo de 2019, time de Belo Horizonte superou a equipe de Uberlândia. Crédito: Divulgação/Praia Clube

O Minas Tênis Clube (MG) é o último invicto na Superliga feminina de vôlei 18/19. Nesta sexta-feira (04.01), o time de Belo Horizonte venceu o duelo mineiro contra o Dentil/Praia Clube (MG) por 3 sets a 2 (26/24, 17/25, 25/22, 23/25 e 15/13), no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG). A partida foi válida pela décima rodada do turno e contou com um público de 2.200 pessoas.

O resultado diminuiu a diferença entre os líderes na tabela de classificação. O Dentil/Praia Clube segue em primeiro, com 24 pontos (oito resultados positivos e um negativo). O Minas Tênis Clube, com um jogo a menos, está na segunda colocação, com 22 pontos e oito vitórias.

A central Carol Gattaz marcou 16 pontos, se destacou, foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 22 pontos (17 de ataque, três de bloqueio e dois de saque). Pelo lado do Dentil/Praia Clube, a ponteira Fernanda Garay fez 21 pontos.

As duas equipes sofreram com problemas de lesão. O Dentil/Praia Clube não contou com a central Fabiana, com dores no joelho, e perdeu a central Fran ainda no primeiro set com uma torção no joelho esquerdo. Já o Minas Tênis Clube não começou a partida com a ponteira Natália que sentiu o joelho no duelo contra o Sesc RJ antes do recesso.

Ao final do confronto, a central Carol Gattaz fez uma análise do resultado e destacou a postura do time de Belo Horizonte (MG).

“Acredito que tivemos paciência no jogo e sabíamos que a partida seria decidida nos detalhes. Soubemos fazer tudo o que a nossa comissão técnica nos passou e conseguimos a importante vitória. Toda a equipe está de parabéns. Perdemos a Natália, mas a Lana entrou muito bem e conseguiu ajudar a equipe. Uma equipe é assim e, quem entra, consegue desempenhar um bom papel. O mérito desse Viva Vôlei é todo da equipe, e cada atleta tem uma parcela importante nesta vitória”, comentou Carol Gattaz.

No Dentil/Praia Clube, a central Carol lamentou a derrota, mas destacou fatores positivos do confronto.

“Perdemos a Fran, mas a Gabriella entrou muito bem e é isso que buscamos como equipe para mantermos o ritmo mesmo com mudanças no grupo. Foi um jogo difícil e lutamos bastante, mas infelizmente não conseguimos parar o time delas taticamente. No entanto, isso faz parte do nosso crescimento”, analisou Carol.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira (08.01). O Dentil/Praia Clube jogará com o Sesi Vôlei Bauru (SP), às 19h30, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP). Já o Minas Tênis Clube mediará forças com o Fluminense (RJ), às 19h30, no Hebraica, no Rio e Janeiro (RJ).

O JOGO

O Dentil/Praia Clube fez os dois primeiros pontos do jogo. Bem no bloqueio, o time de Uberlândia fez 6/3. A central Fran sentiu o joelho e foi substituída pela jovem Gabriella. O Minas Tênis Clube cresceu de produção e abriu dois pontos (9/7). Se aproveitando dos erros do time da casa, a equipe de Belo Horizonte fez 14/10. A ponteira Rosamaria fez um ponto de saque e o time de Uberlândia encostou no placar (17/15). Quando as donas da casa fizeram 18/17, o treinador Stefano Lavarini pediu tempo. A parcial ficou disputada ponto a ponto. A oposta Bruna se destacou no final da parcial e as visitantes venceram a primeira parcial por 26/24.

O Dentil/Praia Clube começou melhor no segundo set e abriu dois pontos (6/4). Quando as donas da casa abriram três pontos (8/5), o treinador Stefano Lavarini pediu tempo. A paralisação fez bem as visitantes que encostaram no marcador (9/8). Bem no saque, as donas da casa voltaram a abrir no placar (12/8). Jogando com velocidade, o Dentil/Praia Clube manteve a vantagem (16/12). Bem no saque e no bloqueio, o time da casa abriu seis pontos (22/16). A equipe do treinador Paulo Coco foi melhor até o final e venceu o segundo set por 25/17.

Com dois pontos de saque da ponteira Gabi, o Minas Tênis Clube abriu dois pontos (6/4) no início da terceira parcial. O Dentil/Praia Clube se aproveitou dos erros das visitantes e deixou tudo igual no placar (9/9). O set ficou disputado ponto a ponto. A central Mara conseguiu um ponto de bloqueio e o Minas Tênis Clube abriu dois pontos (14/12). As donas da casa cresceram de produção e, com dois pontos de saque da central Carol, viraram o marcador (16/14). A central Mara conseguiu uma boa sequência de saques e o Minas Tênis Clube voltou a liderar o placar (18/16). O final da parcial foi equilibrado. O time de Belo Horizonte venceu o terceiro set por 25/22.

O Minas Tênis Clube fez o primeiro ponto no quarto set. Quando o time de Belo Horizonte abriu três pontos (4/1), o treinador Paulo Coco pediu tempo. O time mineiro seguiu melhor e, numa bola rápida da central Carol Gattaz, as visitantes fizeram 11/8. Com um ponto de ataque da ponteira Gabi, a diferença no placar subiu para quatro pontos (15/11). O Dentil/Praia Clube cresceu de produção e encostou no placar (17/15). O time da casa conseguiu uma grande reação e venceu o quarto set por 25/23.

O quinto set começou disputado ponto a ponto. Com um ponto de ataque da ponteira Fernanda Garay, o Dentil/Praia Clube fez 6/6. A central Carol Gattaz conseguiu um ponto de bloqueio e as visitantes abriram dois pontos (8/6). A ponteira Fernanda Garay subiu de produção e o Dentil/Praia Clube deixou tudo igual no final da parcial (13/13). O Minas Tênis Clube foi bem no saque no momento decisivo e fechou o quinto set por 15/13 e o jogo por 3 sets a 2.