fbpx

SESC RJ vence SESI SP e está na final da Copa Libertadores

SESC RJ vence SESI SP e está na final da Copa Libertadores Wallace destacou a força do conjunto do SESC RJ na vitória contra o SESI SP. Crédito: Rafinha Oliveira / EMS Taubaté Funvic

O SESC RJ está na final da Copa Libertadores 2018-2019. A equipe carioca derrotou o SESI SP por 3 a 2 (17-25, 25-18, 25-23, 21-25 e 15-13), há pouco, na noite desta terça-feira, dia 12, pela semifinal da Copa Libertadores 2018-2019, no Ginásio Abaeté, em Taubaté (SP). Com a vitória, o SESC RJ vai enfrentar o vencedor de Taubaté x Bolívar (ARG), nesta quarta-feira, dia 13, na decisão do campeonato, a partir das 19h (horário de Brasília). O búlgaro Penchev marcou os últimos três pontos do tie-break, fechando o set num ace, e comemorou o resultado.

- Conseguimos uma grande vitória! Todos estão de parabéns! Estou muito feliz em poder ajudar o time, mas mais feliz porque mostramos a alegria e a união da nossa equipe. Somos mais do que um time. Agora temos uma final pela frente, precisamos estar concentrados para fazer um bom jogo - frisou.

Wallace elogiou o equilíbrio do time, e destacou a força do grupo.

- Esse jogo é mais do que uma semi... É um confronto entre equipes muito fortes. O SESI SP fez um baita jogo, conseguimos colocar a cabeça no lugar e oscilar menos na partida de hoje. O conjunto fez a diferença, a maneira como a equipe se comportou em quadra, além do saque, que foi fundamental para sairmos com a vitória. Demos o primeiro passo, agora é descansar e focar na decisão, entrar forte para lutar pelo título - afirmou o ponteiro.

Assim como se esperava, o equilíbrio marcou o início da partida. Trocando pontos, SESC RJ e SESI SP forçavam a mão no saque e seguiram empatados até 7 a 7. Mas que o time carioca passou a cometer erros na recepção, obrigando Giovane a pedir tempo com 14 a 9 para os adversários. A equipe esboçou uma reação, mas os paulistas abriram vantagem, controlaram o jogo e levaram o primeiro set em 25 a 17.

O SESC RJ voltou diferente. Os erros do fim do primeiro set foram corrigidos e a equipe voltou bem, com boa recepção e eficiente no ataque, abrindo 11 a 8. Com Thiaguinho inspirado, distribuindo bem no ataque, Wallace abriu 18 a 14. Pelo lado do SESI SP, William buscava Alan e Lipe, mas os comandados de Giovane mantiveram o ritmo forte para vencer a parcial por 25 a 18 e empatar a partida.

A equipe carioca seguiu bem no início do terceiro set. O SESC RJ abriu 6 a 3 e comandou o placar durante toda a parcial, resistindo à pressão do SESI SP no fim do set, para vencer por 25 a 23. No quarto set, um cartão vermelho dado para Lipe por reclamação deixou o SESC RJ em vantagem por 5 a 3. A parcial seguiu equilibrada, com as equipes virando bolas até 13 a 13. Só que o placar escapou, o SESI SP abriu vantagem para 21 a 17, frearam a reação carioca e fecharam em 25 a 21.

No tie-break, muito equilíbrio até que brilhou a estrela do búlgaro Penchev. O ponteiro pôs o SESC RJ em vantagem em bola de xeque, fez 14 a 13 vencendo o bloqueio paulista e, num ace, fechou o jogo: 15 a 13.