Corrida de Rua

Corrida de Rua (209)

Quenianos voltam a dominar Meia Maratona Internacional do Rio

Depois de alguns dias de tempo fechado, o sol resolveu dar as caras na cidade maravilhosa e ser companhia dos atletas que participaram da Meia Maratona Internacional do Rio. E junto com a volta do calor, os quenianos voltaram a vencer a prova e fizeram dobradinha no masculino e no feminino.

Depois das vitórias de Giovani dos Santos em 2016 e José Marcio Leão em 2017, o queniano Paul Kipkemoi Kipkorir tomou a liderança no Aterro e abriu uma vantagem para o brasileiro Welligton Bezerra da Silva para cruzar em primeiro lugar.

“Estava quente e gostei de participar da prova. A cidade do Rio de Janeiro é bonita e gostaria de voltar mais vezes para competir aqui. ” – Comentou Paul após cruzar a linha de chegada.

Esther Chesang Kakuri também do Quênia foi bicampeã. Crédito: Ricardo Erlich/EAZ

Melhor brasileiro e em sua segunda participação, Welligton que está se preparando para encarar a Maratona de Berlim no mês que vem, saiu contente com o seu resultado.

“Foi muito satisfatório trazer esse resultado para o Brasil.  Os brasileiros se juntaram para poder encarar os quenianos e vim de um segundo lugar em São Paulo. Até o km 14 todos poderiam ter ganho a prova, mas o queniano estava bem e conseguiu abrir e aí foi segurar o segundo lugar a qual me deixou muito feliz. ” – Diz.

Já na prova feminina, a queniana Esther Chesang Kakuri de 48 anos, foi bicampeã mantendo o seu reinado na competição. Ela teve uma disputa apertada com sua compatriota Emiv Chepkemoi Arusio e chegaram quase juntas com apenas quatro segundos de vantagem.

Multidão de corredores de vários cantos do Brasil e do mundo participaram da prova que largou em São Conrado e terminou no Aterro do Flamengo. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Já na categoria cadeirantes, Leonardo de Melo e Aline Rocha confirmaram mais uma vez serem os melhores  e ganharam novamente a meia maratona.

Diferente de outros anos, a Meia Maratona Internacional do Rio foi bem mais enxuta que em outros anos. Dessa vez, não contou com transmissão da TV ao vivo e teve perda de dois principais patrocinadores da prova. Mas no quesito de estrutura, não faltou nada para os participantes e ainda antecipou em alguns minutos a largada.

 

Resultados:

Masculino

1) Paul Kipkemoi Kipkorir 1:05:02
2) Wellington Bezerra da Silva (BRA) 1:05:27
3) Denis Kemboi Bera Kusimba 1:05:42
4) Paulo Roberto Almeida Paula (BRA) 1:06:17
5) Demesio Legesa Gudeta 1:06:23

Feminino

1) Esther Chesang Kakuri 1:18:42
2) Emiv Chepkemoi Arusio 1:18:46
3) Meseret Gezahegn Merine 1:19:03
4) Salome Chepchumba Masobo 1:19:26
5) Marcela Cristina Gomez Cordeiro 1:19:41

Veja mais imagens da prova:

Leonardo de Mello venceu na categoria cadeirantes. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

 

Pelotão Masculino pelo 13 km Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Pelotão feminino. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

A disputa foi até a linha de chegada com Aline (de verde) vencendo na categoria feminina de cadeirantes. Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Atletas comemoram na linha de chegada depois de 21km percorridos. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

 

22ª Meia Maratona do Rio de Janeiro ajusta horários de largada

Pensando no bem-estar dos atletas, a 22ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, programada para o domingo, dia 19 de agosto, começará mais cedo. Será uma antecipação de 15 minutos na disputa de 21.097 metros, com largada em São Conrado e término no Aterro do Flamengo, Haverá ainda o Super 5, prova de 5k com largada e chegada no Aterro do Flamengo, que seguirá sem alteração.

Dessa forma, os horários ficaram assim: Cadeirante,  largada 7h59; Elite Feminino: largada 8h;  Elite Masculino, largada 8h15; Pelotão Geral, largada 8h15; Corrida Super 5K permanece com largada às 7h.

A 22ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, a mais rápida  bonita do gênero no país, marcada para o dia 19 de agosto, terá entrega de kits e EXPO Atleta na Marina da Glória entre 16 e 18 de agosto. Com o objetivo de melhor atender aos atletas, evitar filas e demora na retirada do kit, bem como poder curtir mais a EXPO, a Yescom escolheu o novo local.

O espaço na Marina da Glória terá cerca de 3 mil m2 de área coberta, com várias vantagens para os corredores. Além de estar ao lado do Aeroporto Santos Dumont, o que favorecerá aos atletas de outros estados, ainda possui muitas vagas de estacionamento.

A facilidade da retirada do kit ainda permitirá que os atletas aproveitem mais a EXPO Atleta. O espaço terá vários estandes de produtos, serviços, área de alimentação, palestras e uma área exclusiva para as assessorias esportivas. Mais informações poderão ser obtidas no site.

Ação Social

O Sesc RJ é um dos apoiadores da prova ao lado da Yescom e terá atividades nas áreas de cultura, saúde e educação. Além de curtir uma programação especial, levando um quilo de alimento não perecível na retirada do kit, o atleta também colaborará com instituições  sociais atendidas pelo Mesa Brasil Sesc RJ.

Considerada a melhor meia maratona do país, ela tem um percurso rápido e que possibilita a obtenção de tempos baixos. A prova ratificou sua importância em 2008, em sua 12ª edição, quando também foi válida pelo Mundial de Meia Maratona. Os atletas Zersenay Tadese, da Eritréia, com o tempo de 59min56seg, e Lornah Kiplaga, da Holanda, 1h08min37seg, foram os vencedores.

Em 2017, o Brasil repetiu o topo do pódio no masculino, desta vez com o atleta pernambucano Marcio Leão, enquanto no feminino a vitória foi da queniana Esther Kakuri.

Sta. Cruz Cabrália (BA) recebe a Meia-Maratona de Cabrália no dia 14 de outubro

Estão abertas as inscrições para a Meia-Maratona de Cabrália que será realizada no dia 14 de outubro na cidade de Sta. Cruz Cabrália (BA), a 20km de Porto Seguro, na mais charmosa e paradisíaca Costa do Descobrimento do Brasil situada ao sul da Bahia. O evento tem a organização da Brasil Super Sports e parceria com a Prefeitura Municipal de Sta. Cruz Cabrália.

Esta será a primeira vez que a cidade recebe uma Meia-Maratona com 21km de distância de corrida rústica que será realizada inteiramente no asfalto com largada a partir das 7h e chegada na Praça do Arakakai. O percurso será pela orla da praia passando pela praia da Coroa Vermelha passando pela Praia da Pontaa Grande, em Porto Seguro. Além dos 21km serão realizadas provas de 10km e 5km. A retirada dos kits será no dia 13 de outubro das 14h até às 19h30 no mesmo local da largada. Cada atleta inscrito receberá uma camisa em poliamida, squeeze, sacochila, numeral de peito, energético e barra de cereal. Todos os atletas receberão medalhas de participação e os cinco melhores de cada categoria receberão troféus.

As inscrições podem ser realizadas através do site https://www,suainscricao.com/evento/meia-maratona-de-cabralia-ba . Mais informações podem ser obtidas através do contato (73) 98836-1380 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

"É a primeira vez que Cabrália recebe uma corrida desse porte, nosso objetivo é colocar Santa Cruz Cabrália no calendário nacional das corridas de rua e divulgar a cidade para o Brasil e desenvolver o esporte local. Fizemos não só a Meia-Maratona, mas corridas 10km e 5km para atender todos os gostos desse esporte que só cresce no Brasil. Temos atletas inscritos já não só da Bahia como também do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Nossa expectativa é receber em torno dos 500 atletas", afirmou Luis Pedreira, da Brasil Super Sports.

Maratona Internacional de São Paulo 2019 será no dia 7 de abril

A Maratona Internacional de São Paulo completará 25 anos  em 2019. A edição especial de Jubileu de Prata será no 7 de abril, com  largada, a partir das 6h50,  e chegada no Ibirapuera, em frente ao Obelisco. A 25ª Maratona Internacional de São Paulo terá três distâncias, com foco no clássico. Além da tradicional  corrida de 42k, acontecerão ainda a Meia Maratona, ou seja 21k, e a prova de 5k. 

Entre as atrações  da comemoração de Jubileu de Prata estarão a entrega de medalha especial, a Expo Maratona com estandes de produtos e serviços, palestras, música ao longo dos percursos e muito mais.

Para as inscrições feitas até o dia 8 de agosto, até às 16h (horário de Brasília),  haverá a inscrição Promo no valor de R$ 80,00,  à vista no boleto ou em duas vezes no cartão de crédito, e a inscrição Básica, por R$ 100,00, também à vista no boleto ou em duas vezes no cartão.

A prova oferecerá infraestrutura (apoio médico, acessos, hidratação, lanches) para o número oficial de inscritos. Não serão disponibilizados recursos extras para atletas que não estejam inscritos oficialmente (”pipocas”).

Quatro dicas para quem quer praticar corrida de rua

As corridas de rua ou em grupo, vem ganhando cada vez mais força e mais adeptos. Encontrar uma Crew de corrida em São Paulo já não é tão difícil e de fato, correr em grupo, com a supervisão de profissionais da saúde, torna o treino ainda mais prazeroso. 

Para ajudar os corredores ou aqueles que pretendem iniciar a prática de corrida de rua, a Treinadora e educadora Camilla Luchetti, profissional de educação física da crew CORRE CMG, listou abaixo quatro dicas preciosas para auxiliar os treinos e provas diminuindo alguns riscos.

Vejam:

1)        VARIE O AMBIENTE DA CORRIDA!

Naturalmente a corrida é uma atividade Cíclica, quando se corre APENAS em superfície dura e plana (asfalto, esteira), a chance de desenvolver um desgaste (devido a esforço repetitivo) e aumentar a carga do impacto são muito maiores, já que o solo, esforço, direção e ângulos articulares são sempre os mesmos.

Procure variar o ambiente, treine e explore também ambientes não lineares, com obstáculos e mudanças de direção, dessa maneira você diminui o ciclo de movimentação restritamente repetitiva, promove o aumento de estímulos motores e o controle de movimento, melhora a capacidade muscular, varia as amplitudes articulares, minimiza as forças do impacto e de brinde, torna sua corrida mais segura e saudável.

2)        A DIFERENÇA ENTRE O ANTÍDOTO E O VENENO É A DOSE!

A intensidade é fator determinante para que aconteçam ajustes fisiológicos e estruturais positivos, ou negativos.

Para essa identificação de nível de esforço, uso uma escala (de 1 a 10) como referência de intensidade. Cabe à pessoa que está treinando distinguir o valor do estado em que ela se encontra durante a atividade.

 

1-      ESTADO DE QUASE REPOUSO              

2-      CAMINHADA LEVE

3-      ESTADO DE AQUECIMENTO                 

4-      ESFORÇO LEVE

5-      ESFORCO QUASE FORTE                       

6-      ESFORÇO FORTE

7-      ESFORCO MUITO FORTE                      

8-      ESFORÇO FORTISSIMO

9        Para 10 - ESTADO DE EXAUSTÃO

A sugestão é que o treino seja levado dentro dos valores 05, 06 e 07 e que a pessoa faça as pausas que perceber necessárias para retornar ao estado 04 antes de recomeçar a atividade.

Exemplo: chegando no nível 07 realize um descanso ativo caminhando. Quando perceber que voltou para o estado 04, recomece.

Atente-se, pois treinar próximo de fadiga ou em fadiga, gera ajustes negativos e a longo prazo, o surgimento de consequências desfavoráveis.

3)        TIRE OS FONES DE OUVIDO E ESCUTE A SUA CORRIDA!

Correr silenciosamente é fundamental quando se trata de uma corrida saudável. Saber correr sem a necessidade de bater os pés no chão, ou se largar ao chão em cada passada, é sinal de um bom controle motor, não descarregando toda a responsabilidade e função de absorção de impacto somente aos calçados. Treine saltos e saltitos silenciosos, aos poucos conseguirá transferir essa experiência para a corrida.

4)        O QUE JÁ NÃO É MAIS NOVIDADE, MAS AINDA PRECISA SER DITO!

Atividade física é muito importante, mas não é nada sem uma boa alimentação e ótimas noites de sono! Ao longo da vida, existe um processo de ajustes biológicos acontecendo a todo momento, e para que eles aconteçam de forma positiva dependemos de atividade física e exercício em doses certas, assim como nutrição, sono e repouso adequados.

 

*Camila Luchetti é profissional da educação física (CREF 105455-G/SP), trabalha com educação do movimento e é orientadora da crew de corrida CORRE CMG.

Estão abertas as inscrições para a 5ª Corrida Venancio pela Saúde

A tradicional Corrida Venancio pela Saúde já está com as inscrições abertas. O evento acontecerá no dia 2 de setembro, no Aterro do Flamengo, para 5 mil participantes. A largada será às 8h, em frente ao Monumento dos Pracinhas, com duas modalidades: 4 Km de caminhada e 8 Km de corrida. Os interessados podem se inscrever pelo site www.corridavenanciopelasaude.com.br.

“A Corrida é muito esperada por todos os clientes e colaboradores da Venancio, por isso, é um dia de muita alegria para nós. O evento faz parte das comemorações dos nossos 39 anos de história. Todo o mês de setembro é de muita festa, com sorteio de prêmios, promoções e surpresas especiais", afirma Armando Ahmed, presidente da rede de drogarias.

Todos os participantes ganharão um kit com camisa, viseira, squeeze, sacochila e diversos produtos de cuidados pessoais que são comercializados na rede. As inscrições individuais custarão R$ 90 por pessoa e será disponibilizada meia-entrada para idosos, PNEs (Portadores de Necessidades Especiais) e demais pessoas que se enquadram nesta categoria. As inscrições de grupos, com 10 participantes ou mais, custarão R$ 80 por pessoa. Os valores citados acima são referentes ao 1º lote. Além disso, serviços gratuitos estão garantidos no dia da prova.

A entrega dos kits será feita nos dias 30, 31 de agosto e 1º de setembro, na megastore da Drogaria Venancio, localizada na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 791 – Copacabana / RJ. Mais informações no site do evento.

Meia maratona noturna agita o Pontal, no Recreio dos Bandeirantes

Uma prova para o corredor se desafiar, superar seus limites e baixar seu tempo nos 21K. Essa é a Meia Maratona Noturna do Pontal, que, em 22 de setembro, pelo segundo consecutivo vai agitar a orla do Recreio dos Bandeirantes no Rio de Janeiro. O evento terá também uma prova de 5K, perfeita para quem curte uma corrida rápida e em família.

 

A De Castilho Sports leva mais uma vez para o Recreio sua experiência na organização de eventos como o Circuito Rio Antigo, Soul Carioca e Meia do Porto, que já se firmaram no calendário de corridas de rua da Cidade Maravilhosa.

 

“A orla do Recreio dos Bandeirantes é um local perfeito para uma meia maratona noturna. A beleza de uma prova à beira-mar sem a agitação da zona sul do Rio. Vista por outro ângulo, é também uma prova democrática, que leva a distância de 21K para um local mais próximo aos bairros da zona oeste do Rio, que tradicionalmente abrigam bons corredores e famílias inteiras de amantes do esporte. É um prazer poder organizar mais uma vez a Meia Maratona do Pontal”, diz Virgílio de Castilho, organizador da prova.

 

Além da premiação para vencedores da prova no geral, haverá premiação por faixa etária na distância de 21K. A largada para as duas distâncias será às 20h na Praça Tim Maia e as inscrições são limitadas e podem ser feitas no site do evento até 9 de setembro ou o fim das vagas.

 

Meia Maratona Noturna do Pontal

 

Data 22 de setembro de 2018 (Sábado)

Local: Praça Tim Maia, Recreio dos Bandeirantes  

Largada: 20h

Distâncias: 21k e 5K

 

Circuito Rio Antigo: Etapa Cinelândia apresenta aos corredores de rua importantes monumentos históricos

A terceira parte da sua mandala está em jogo. Depois de passar pela Lapa e pela Quinta da Boa Vista, o Circuito Rio Antigo chega agora à Cinelândia, dia 16 de setembro. O mais tradicional circuito de corridas de rua do Rio de Janeiro vai dar ao corredor mais uma chance de correr por ruas de história. Com opções de corrida e caminhada de 5K; e de corrida de 10K os inscritos terão a chance contemplar durante o percurso monumentos e prédios históricos, como o Theatro Municipal, a Catedral Metropolitana e o Museu Nacional de Belas Artes.

“É realmente uma etapa especial. Está no calendário desde 2011, no início do Circuito Rio Antigo. Ter estes monumentos históricos como cenário e ao mesmo tempo percorrer a Avenida Chile com seus prédios modernos e a Catedral é um presente tanto para os atletas que visam ao pódio como para as famílias que buscam uma atividade saudável nas manhãs de domingo”, afirma Virgílio de Castilho, lembrando que o percurso é recheado de sombras, por conta dos altos prédios do centro do Rio.

O Circuito Rio Antigo este ano tem quatro etapas. A primeira foi na Lapa, em 25 de março. Depois na Quinta da Boa Vista, em 24 de junho. A última será no Porto Maravilha, em 9 de dezembro, encerrando a temporada de provas da De Castilho Sports. A novidade este ano é a mandala formada pelas medalhas das quatro etapas.

 

CIRCUITO RIO ANTIGO – ETAPA CINELÂNDIA

16 de setembro de 2018

Cinelândia

Largada: 8h

Distâncias: 5k corrida e caminhada e 10k corrida

Mais informações: www.circuitorioantigo.com.br

Flamengo convoca sua torcida para correr no maior do mundo

No próximo dia 16 de setembro, a partir das 10h, o Flamengo, em parceria com a X3M Sports Business, promoverá uma experiência única ao seu torcedor. A Nação Rubro-Negra em Movimento é um projeto para reunir 10 mil flamenguistas “em casa”, comprovando que a maior torcida do mundo faz a diferença não somente durante as partidas de futebol. Dentre as ações oferecidas estão: caminhada de 4 a 5 km no Maracanã, palco com atrações musicais, interação com personalidades rubro-negras, food-trucks e, aos que desejarem ir além, corrida de 5 km, cujo percurso também será o interior (e parte exterior) do estádio.

O ápice promete ser o trecho final das atividades físicas, quando os participantes poderão simular as emoções dos jogadores em um dia de jogo, entrando pela rampa de acesso ao gramado e contornando-o até uma das saídas de fundo.

“A Nação Rubro-Negra em Movimento é para o torcedor rubro-negro, não somente para o corredor. Nosso intuito é mostrar a força da nação e transformar o dia 16 de setembro em uma grande festa para amantes do Flamengo. É importante ter boa música, comes e bebes de qualidade e ótima estrutura, mas o principal é gerar um momento inesquecível, é reunir os torcedores no Maracanã e mostrar que o clube tem mesmo a maior torcida do mundo e que sempre poderá contar com ela”, explica Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business.

As inscrições gerais abrem no dia 20 de julho a partir das 12h e os sócios-torcedores terão um desconto exclusivo. O kit (camisa do evento e número de peito) poderá ser retirado entre os dias 14 e 15 de setembro, em local a ser definido. As medalhas serão entregues somente no dia da festa. A Nação Rubro-Negra em Movimento terá uma segunda edição realizada ainda em 2018, em Brasília, em local e dia ainda não definidos. 

 

Serviço – Nação Rubro-Negra em Movimento - RJ

Data: 16/09/2018

Local: Estádio Mário Filho, o Maracanã

Horário de abertura: 9h15

Horário de largada da corrida e da caminhada: 10h

Valor: Exclusivo para sócios - R$ 99,00 / 1° lote – R$ 109,00 / 2° lote – R$ 119,00

Retirada de kits: 14/09/2018 e 15/09/2018

Local de retirada de kits: A definir

Mais informações em: http://nrmovimento.com.br/ 

O que leva as pessoas a fraudar uma corrida? Veja as consequências!

Olha lá! Joãozinho diminuiu seu tempo e muito na corrida. Será que ele correu mesmo ou só entrou para pegar medalha? Mariazinha está seca e perfumada, ela só quer aparecer! Algumas dessas histórias lhe parece familiar? O Esportes de A à Z tem notado um certo aumento nesses casos que viralizaram nas redes sociais. E o que leva essas pessoas a fraudarem o resultado?

Neste último fim de semana, o caso aconteceu em Divinópolis - MG na meia maratona local onde um atleta de Belo Horizonte até tentou solicitar a troca de titularidade da inscrição minutos antes da largada, algo que não foi possível atender. Ele tinha uma inscrição para sua esposa e ele acabou correndo 21 km o que gerou premiação a ela. Na hora do pódio o número surgiu com ela e tentou ganhar a inscrição. Resultado: Foi denunciado e confirmado que havia sido ele que correu, foi banido das corridas dessa organização e ainda denunciado à polícia por crime de falsidade ideológica.

Na semana anterior, uma menina em Porto Alegre que havia entrado na competição para buscar índice para Maratona de Boston e ao chegar 40 km, sentiu dores e no desespero, pegou uma bicicleta de aluguel e completou a prova carregando ela até o final. Segundo o Blog do Harry que a entrevistou (clique aqui e leia), foi uma ação de amor, onde ela havia prometido levar a medalha ao pai que está doente e se arrependeu de ter tido essa atitude, o que lhe rendeu expulsão da assessoria esportiva que treina.

Já na Maratona do Rio, tiveram relatos de corredores que também usaram do recurso da bicicleta para se adiantar na primeira parte da prova e o Esportes de A à Z que esteve presente na linha de chegada, notou algumas pessoas com “tempos extraordinários” aparentando que não fizeram o devido esforço que uma competição de 42 km exige depois de meses de treinamento.


Em ação desesperada, atleta terminou maratona de bicicleta e arrependida, pediu desclassificação. Crédito: Divulgação/Facebook

Apenas foi citado casos nacionais. Antes que você pense que este seja um fenômeno pela má fama que o brasileiro tem de querer passar a perna nos outros, os mesmos tipos de relato existem no mundo todo com os mesmos tipos de personagens e onde podemos incluir homens que correm com numeral de mulheres, dois chips para ajudar alguém que não pode correr, aqueles que se aproveitam da lei dos idosos inscrevendo parente para pagar menos, vendem sua inscrição para outros ou até pior, os que correm sem inscrição, algo que não abordaremos nesta matéria.

Falando um pouco de atletas de elite, impossível não falar de uma das maiores fraudes da história e vem do ciclismo. O americano Lance Armostrong ficou famoso por ter tido um câncer que quase tirou a sua vida e lutou muito para continuar vivo e na sua recuperação, foram cinco vitórias na famosa Tour de France. Mas o que ninguém sabia que para ele conseguir tais resultados, ele se dopava e depois de muitas denúncias, acabou confessando, perdendo seus títulos e banido do esporte, sem contar a perda de patrocinadores. Essa mancha o queimou em definitivo.

Casos não faltam e sempre haverá um novo a cada fim de semana e vindo tanto de atletas que competem por um lugar ao sol, como também pelo povo. Como podemos entender esse tipo de pessoa? Consultamos a psicóloga e corredora Vanessa Protásio que já venceu a Maratona do Rio e a Corrida da Ponte na década de 80 para tentar esclarecer um pouco e ela comenta:

“Pessoas apresentam comportamentos que estão alinhados com seus valores. Podemos dizer que a mentira mascara uma verdade, é no caso quando um corredor não atinge seu objetivo, a verdade perde força para a mentira. Suportar uma frustração é muito difícil e o corredor faz a opção de se esconder atrás da mentira para não enfrentar suas limitações físicas ou emocionais” – Comenta.

 

O comportamento nas redes sociais ou de nossos políticos pode ser alguma influência para aqueles que querem cometer algum tipo de fraude? Vanessa comenta:

 

“Acho que o comportamento do homem não vem de uma influência externa e seria péssimo aceitar que o homem se influencia por tão pouco e que direciona suas ações desta forma.

Inventar, mentir, fraudar fazem parte de uma educação errada, de falta de ética, de respeito ao próximo, de espirito esportivo, de competitividade. Quando alguém mente ou frauda, está prejudicando outro em seu lugar e este princípio deveria ser básico. Educação está ao alcance de todos, basta querer mudar”. – Finaliza

 

No outro lado da balança, estão as empresas organizadoras das corridas que é quem literalmente corre atrás por meses para oferecer uma estrutura mínima para que você corra e a maioria delas é preocupada com esse problema das fraudes, principalmente se ela tiver premiação do faixa etária.

 

O mecanismo de recurso que elas têm hoje em dia é a passagem por tapetes de chip ao longo do percurso e algumas tem filmagem também, sendo a maioria na linha de chegada. E a utilização desse recurso, incide diretamente no valor da inscrição fazendo com que seu custo aumente ainda mais por uma minoria que insiste em fraudar o resultado achando que não irá prejudicar ninguém, apenas por uma medalha.

 

Procuramos algumas das empresas e até o fechamento da matéria, a Yescom, responsável pela Meia Maratona Internacional do Rio, 10 milhas da Garoto, Volta da Pampulha, São Silvestre e outras nos respondeu. Desde a edição da São Silvestre de 2016, quando a quantidade de pipocas quase dobrou a quantidade de participantes da prova gerando falta de água a aqueles que pagaram, a empresa tem feito forte campanha contra vários comportamentos errados de participantes.

 

Dentre as medidas é isolar a linha de largada e chegada, só permitindo a entrada de inscritos e a hidratação com a quantidade somente para servir aos inscritos. Mesmo assim, na edição de 2017, ficou famoso o caso de uma assessoria de Sorocaba onde homens e mulheres corriam com o mesmo número.

 

Segundo a Yescom, desde o começo da campanha, houve uma diminuição na quantidade de fraudes, principalmente nas inscrições de idosos. E todos aqueles que tiverem a fraude comprovada, primeiramente são apenas desclassificados e em seguida banidos de qualquer evento organizado por eles.

 

Em caso de fraude, você pode fazer a sua parte. Não deixe de denunciar ao organizador da corrida que estiver participando se notar algo errado com outro participante. Eles costumam estar perto da linha de chegada e não faltam mecanismos para desclassificar quem estiver errado. Para aqueles que fraudam, as redes sociais podem ser cruéis com você. Mesmo que se o seu objetivo for só pegar a medalha, muitos fotógrafos estão pelo caminho para vender fotos e podem te clicar e sua imagem ficará queimada e poderá até ser banido de várias corridas.  Caso não possa participar da corrida e queira transferir a titularidade, você pode entrar em contato com o organizador e verificar se há essa possibilidade ou reembolso em caso de até sete dias de quando comprou a inscrição conforme o código de defesa do consumidor.

 

Assinar este feed RSS