Vitórias brasileiras na 24ª Maratona Internacional de São Paulo

Vitórias brasileiras na 24ª Maratona Internacional de São Paulo Solonei da Silva garantiu o bi no masculino. Crédito: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

Os brasileiros dominaram a 24ª Maratona Internacional de São Paulo, a principal prova do gênero no país. Na manhã deste domingo (8), no Ibirapuera, Solonei da Silva venceu no masculino pela segunda vez – repetindo o feito de  2012 – e Andréia Hessel ganhou no feminino em sua estreia da competição. Solonei marcou o tempo de 2h15min55seg para os 42.195 metros por ruas a avenidas da capital paulista,  seguido de perto por outro brasileiro, Wellington Bezerra da Silva, com 2h16min06seg. 

Já Andréia teve mais tranqüilidade e completou a prova em 2h40min07seg, com uma vantagem de 1min30seg para a segunda colocada, a etíope Shewaye Woldemeskel, 2h41min37seg. A terceira colocação foi da também brasileira Valdilene Silva, com a marca de 2h42min38seg.

A 24ª edição da Maratona de São Paulo veio com novidades especialmente no percurso, que se tornou mais linear.  O resultados dos vencedores foram melhores que no ano passado, mostrando que a iniciativa deu certo.

“Gostei do percurso, mas segue duro e interessante. Sofri porque tive uma cirurgia no ano passado e não consegui treinar como queria.  Meu ritmo não foi adequado o tempo todo, mas o que valeu foi colocar o Brasil no topo do pódio”, destacou o bicampeão.

Na prova, Solonei assumiu a ponta a partir do km 34. Ele e Wellington Bezerra, quarto em 2017, foram juntos até quase o fim da prova, quando o vencedor conseguiu abrir e ganhar mais uma vez a Maratona de São Paulo. “Foi meu primeiro evento após a operação e não foi fácil. Quero agradecer ao meu treinador e meu clube pelo apoio e confiança. Não foi o tempo que queria, mas estou muito feliz”, completou.

Feminino

Andréia fez bonito em sua estreia na Maratona de São Paulo, sua primeira prova do gênero no país.  A atleta é a número quatro o ranking nacional e fez uma prova segura, especialmente a partir da segunda metade. O desempenho positivo pode ser confirmado pela boa vantagem para a segunda colocada.

“Foi a realização e um sonho. Todo o treinamento valeu a pena. Correndo em casa, pela primeira, e conseguir o topo do pódio é uma coisa incrível”, destacou a vencedora, que havia corrido duas em Hamburgo e uma no Ibero-Americano, em Buenos Aires, na qual foi a ganhadora. 

A atleta também destacou o percurso. Percurso desafiador e você precisa estar concentrada o tempo todo. Sem dúvida valoriza qualquer conquista aqui”, completou a campeã de 2018.

 

Resultados 2018

 

Masculino

1) Solonei da Silva (BRA), 2h15min55seg

2) Wellington Bezerra da Silva (BRA), 2h16min06seg

3) Goodfrey Kosgei (QUE), 2h16min38seg

4) Philip Kiplimo (UGA), 2h16min50seg

5) Paulo Kimutai (QUE), 2h17min18seg

 

Feminino

1) Andréia Hessel (BRA), 2h40min07seg

2) Shewaye Woldemeskel (ETH), 2h41min37seg

3) Valdilene Silva (BRA), 2h42min38seg

4) Adriana Aparecida da Silva (BRA), 2h42min55seg

5) Carmen Aguilera (PAR), 2h48min03seg

 

Cadeirante

 

Masculino 

1) Leonardo de Melo (BRA), 1h45min01seg

2) Carlos Pierre de Jesus (BRA), 1h52min01seg

 

Feminino

1) Aline Rocha (BRA), 2h00min23seg

2) Vanessa de Souza (BRA), 2h00min28seg

3) Maria de Fátima Chaves (BRA), 2h39min23seg

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.