fbpx

Kipchoge bate recorde mundial da Maratona

Kipchoge bate recorde mundial da Maratona Queniano sobrou na maratona e conquistou nova marca. Crédito: GettyImages

E mais uma vez, a cidade de Berlim na Alemanha foi palco de um recorde mundial na Maratona. E quem conseguiu esse feito foi o campeão olímpico Eliud Kipchoge que conseguiu a impressionante marca de 2h01min39s pulverizando a marca anterior em mais de um minuto e deixando seus adversários muito para trás.

"Eu não tenho palavras para descrever como me sinto. Foi muito difícil durante os últimos 17 quilômetros, mas eu estava realmente preparado para comandar minha própria corrida. Eu tive que focar no trabalho que fiz no Quênia e foi isso que me ajudou a empurrar. Estou muito grato a minha equipe e a organização da corrida" - disse Kipchoge.

A evolução do recorde:

Desde os primeiros estágios da corrida, o queniano de 33 anos de idade tinha apenas alguns coelhos para acompanhá-lo. Ele passou no quinto quilometro com 14:24 e 10 quilômetros em 29:21. Mas pouco depois de 15 quilômetros, alcançados em 43:38, dois dos três coelhos se retiraram da corrida.

O coelho final, Josphat Boit, levou Kipchoge até a metade do caminho em 1:01:06, antes de cair a 25 quilômetros feito em 1:12:24. Correndo sozinho com 17 quilômetros à esquerda, Kipchoge acelerou.

Ele passou pelo ponto de checagem de 35 quilômetros apenas uma pequena sombra com 1:41:00, sugerindo que o tempo de término dentro de 2:02 era possível. Com 40 quilômetros ele tinha alcançado 1:55:32 dando sinal que o recorde mundial parecia certo.

Kipchoge manteve sua boa forma nos momentos finais e cruzou a linha de chegada em 2:01:39, tirando um minuto e 18 segundos do recorde anterior estabelecido há quatro anos por Dennis Kimetto. É a maior melhoria individual no recorde mundial da maratona desde que Derek Clayton melhorou a marca em dois minutos e 23 segundos em 1967.

Amos Kipruto terminou em segundo lugar em 2:06:23, enquanto o ex-recordista mundial Wilson Kipsang foi o terceiro em 2:06:48