fbpx

Giovani dos Santos é tetra na Volta Internacional da Pampulha

Giovani dos Santos é tetra na Volta Internacional da Pampulha Brasileiro confirmou seu favoritismo mais uma vez. Tanzaniana Natalia Sulle venceu no feminino. Joziane Cardozo ficou com o terceiro lugar. Crédito: Marcello Fim/MidiaSPort

Vitória com consistência e com o incentivo total da torcida. Assim foi a conquista do mineiro Giovani dos Santos, na 17ª Volta Internacional da Pampulha, realizada na manhã deste domingo (6), em Belo Horizonte (MG). Foi o tetracampeonato do atleta da equipe Pé de Vento/Caixa, que completou os 17.699 metros em torno da Lagoa da Pampulha com o tempo de 52min32seg, confirmando seu grande momento e a condição de um dos melhores nomes do país na atualidade. O tanzaniano Joseph Panga, vice em 2014, repetiu o feito este ano, com a marca de 52min36seg, enquanto o queniano Dickson Cheruiyot foi o terceiro colocado, com 52min38seg

No feminino, a vitória foi da Natalia Sulle, da Tanzânia, com 1h03min55seg, seguida pela queniana Gladys Kemboi, com 1h03min56seg. A brasileira Joziane Cardozo, campeã no ano passado, terminou em terceiro lugar, com a marca de 1h04min45seg, sendo a melhor atleta nacional pelo segundo ano consecutivo. 

A 17ª edição da Volta Internacional da Pampulha foi especial. Reunindo cerca de 14 mil corredores de todo o país e do exterior, a disputa aconteceu em um domingo de tempo nublado e com temperatura amena, condições bastante favoráveis para os competidores. Isso acabou se confirmando na briga pelo primeiro lugar no masculino e feminino, com disputas bem acirradas pela vitória, que nem mesmo a chuva no final da prova conseguiu estragar.

A prova masculina foi um bom exemplo. Após a escapada de José Silva no começo da prova, o pelotão acabou se agrupando, reunindo brasileiros e estrangeiros. A partir do km 11, Giovani, Kemboi e Panga abriram em relação ao demais, travando uma briga particular pela vitória. Mesmo com o aumento do ritmo pelos estrangeiros, o brasileiro soube controlar a situação para arrancar no final e garantir o penta em Belo Horizonte e escrever seu nome da história da prova como o maior campeão de todos os tempos.

"Sabia que eles forçariam no final, pois eu ouvi a conversa de ambos com o técnico. Mas eles aumentaram o ritmo antes, o que chegou a me surpreender. Mas eu estava preparado e consegui anular e tinha consciência que poderia forçar no final. Felizmente deu tudo certo e pude vencer de novo aqui", declarou o atleta da cidade mineira de Natércia. "O mais complicado na Pampulha são os adversários e isso ficou comprovado mais uma vez", completou o atleta.

Agora, Giovani focará seus treinos para a participação na 91ª Corrida Internacional de São Silvestre, no dia 31 de dezembro, pelas ruas de São Paulo. O trabalho continua forte, com a meta na São Silvestre. Vamos em busca de mais um bom desempenho e um lugar no pódio", ressaltou o atleta, melhor brasileiro nas duas últimas edições da corrida.

Feminino

No feminino, a vitória foi estrangeira. Terceira colocada no ano passado, Natalia Sulle voltou este ano para garantir o primeiro lugar no pódio. "Foi uma grande prova para mim. No ano passado não consegui superar a brasileira, mas desta vez deu tudo certo. Quero agradecer a Deus por ter me proporcionado condições para conseguir esse feito aqui", declarou a campeã de 2015, que ainda tem no currículo o título da Meia Maratona da Tanzânia.

Para a paranaense Joziane Cardozo, apesar da derrota, foi um ótimo resultado. "Estar no pódio é muito bom e isso me deixa feliz. Desta vez não deu, pois fiquei sozinha com as duas e não estava tão veloz com queria. A alta umidade também me incomodou. Agora é pensar na São Silvestre", declarou a atleta, uma das revelações do país.

Resultados da 17ª edição:

Masculino
1) Giovani dos Santos (BRA), 52min32seg
2) Joseph Panga (TZA), 52min36seg
3) Dickson Cheruiyot (QUE), 52min38seg
4) Solonei da Silva (BRA), 53min22seg
5) Joseph Aperumoi (QUE), 53min23seg

Feminino
1) Natalia Sulle (TZA), 1h03min55seg
2) Gladys Kemboi (QUE), 1h03min56seg
3) Joziane Cardozo (BRA), 1h04min45seg
4) Valdilene Silva (BRA), 1h04min50seg
5) Sueli Pereira da Siva (BRA), 1h04min53seg

Cadeirantes

Masculino
1) Heitor dos Santos (BRA), 44min33seg
2) Fernando Rocha (BRA), 49min50seg

Feminino
1) Aline Rocha (BRA), 45min22seg
2) Maria de Fátima Chaves (BRA), 49seg50seg

 

Mais informações no site www.voltadapampulha.com.br