Corrida de Rua

Corrida de Rua (202)

Maratona CAIXA do Rio de Janeiro doa mais de R$100 mil a Instituições Sociais

Há quatro anos consecutivos, a Maratona CAIXA da cidade do Rio de Janeiro abraça causas sociais e, em 2015, não poderia ser diferente.  Cada corredor pôde, no ato da inscrição, escolher uma entre três Instituições para receber o valor doado pela organização do evento: Médicos Sem Fronteiras (MSF), Instituto da Criança e Todos na Luta.

Toda a renda arrecadada será repassada diretamente à instituição escolhida pelo participante do evento. Este ano, a Instituição que conquistou mais contribuições foi MSF com arrecadação de R$ 48.435 mil, seguido Instituto da Criança, com R$ 45 mil, e Todos na Luta com R$ 6 mil.

 

Vale ressaltar que, com o valor arrecadado pela Maratona CAIXA da cidade do Rio de Janeiro e direcionado para a organização Médicos Sem Fronteiras neste ano, é possível adquirir, por exemplo:

 

·    

​ ​

1.023.256 comprimidos de antibiótico para tratamentos de infecções bacterianas para 51.162 pessoas;

 

 

·       238.986 comprimidos para mulheres grávidas para evitar a transmissão transplacentária do vírus HIV para o bebê;

·         62.295 sachês de alimento terapêutico a base de pasta de amendoim para tratar desnutrição severa;

·         20.793 ampolas de morfina para adultos para alívio da dor;

·         2.374 vacinas para prevenir a meningite meningocócica;

·         64 kits com 25 instrumentos para realização de cirurgias. 

“Os recursos arrecadados no Brasil, incluindo os valores doados pelos participantes que escolheram Médicos Sem Fronteiras (MSF) no momento da inscrição para a Maratona do Rio, são direcionados para um fundo internacional de MSF. O dinheiro desse fundo é utilizado de acordo com as necessidades dos países em que temos projetos (mais de 60 países). Os projetos realizados por MSF incluem programas de nutrição, cuidados básicos de saúde, vacinação, cirurgia, fornecimento de água e saneamento, entre outros. As atividades são definidas em função das necessidades da população de cada país”, explica Cinthia Ramires, Coordenadora de Relacionamento com Grandes Doadores Corporativos da Organização Médicos Sem Fronteiras.

A iniciativa é da Spiridon e a Dream Factory, organizadoras da prova. A Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro acontece no dia 26 de julho, com provas nas distâncias de 6km, 21km e 42km.

Maratona do Rio anuncia data para 2016

A edição de 2015 da Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro ainda não aconteceu, mas quem quiser disputar a prova no próximo ano já pode se programar. A data da 13ª edição, de uma das maratonas mais desejadas do planeta, já foi definida: 29 de maio de 2016. A escolha do mês de maio, quando normalmente é realizada em junho ou julho, se deve a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Durante o mês que antecede as competições, chamado de período Pré-Olímpico, a cidade e seus órgãos de administração estarão voltados para os últimos preparativos dos Jogos, inviabilizando o apoio à realização da maratona. Em breve, a Spiridon e a Dream Factory, empresas organizadoras da Maratona do Rio, divulgarão data e detalhes da abertura das inscrições. O evento conta com provas de 6km, 21km e 42 km. 

Contagem regressiva para a Maratona do Rio

Cerca de 26 mil pessoas vão colorir a orla da Cidade Maravilhosa, na manhã de domingo, dia 26 de julho. Os apaixonados por corrida de rua de todo o Brasil estão cada dia mais ansiosos com a proximidade da Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro e seguem firmes no momento decisivo das suas preparações para os 42km, 21km e a 6km.

“Nos últimos trinta dias o atleta deve entrar na fase de tapering - diminuição da carga de treinamento - que tem efeitos psicológicos, hormonais e de performance comprovados. Essa redução vale também para a musculação e, por isso, os corredores devem aproveitar este momento para caprichar no quesito alimentação saudável”, explica João Paulo Póvoa, coordenador da equipe Inthegra.

Estreia da Golden Four ASICS no Nordeste terá presença de dois mil corredores

Com inscrições esgotadas há dois meses, a Golden Four ASICS estreará na região Nordeste. O melhor circuito de meia maratona do Brasil chegará a Fortaleza, capital do Ceará, no dia 28 de junho, com a sua excelente estrutura oferecida para corredores amadores e profissionais. 

A largada será no Centro de Eventos, seguindo pela Avenida Sebastião de Abreu. Os atletas passarão por algumas das principais avenidas e ruas da cidade e terminarão a prova em frente ao Marina Park Hotel. Devido ao forte calor da região, a primeira largada da etapa será às 5h45, para a categoria ACD. Na sequência, às 5h50 para a Elite Feminina, 6h para Elite Masculina e Geral (Pelotões A, B e C), e 6h10 para Geral (Pelotões D, E e F). 

Duelo nordestino esquenta Brazil Run Series/Circuito CAIXA em Salvador

Os nordestinos serão os protagonistas do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, em Salvador, neste domingo (28). De um lado, a equipe do Cruzeiro, com os pernambucanos Edson Amaro dos Santos, José Márcio Leão e Justino Pedro da Silva e o sergipano José Nilson de Jesus, todos destaques nas corridas de rua do Brasil. Do outro lado, o baiano Giomar Pereira, hexacampeão brasileiro da modalidade. A disputa terá largada às 7 horas, na Av. Otávio Mangabeira, 6.100, e percursos de 5 km e 10 km.

Um casal que a corrida ajudou a construir

E quem um dia irá dizer que existe coisas feitas do coração no esporte? Ela é atleta profissional, ele é psicólogo. Ela está sempre disputando as principais corridas do Rio de Janeiro e conseguindo várias vitórias. Ele conseguiu perder quase 60kg. Eles juntaram suas forças e formaram um casal que está indo muito além do esporte. Essa é a história do casal de namorados Juliana de Paula de Souza e Rodrigo Valerim que a corrida ajudou a construir.

Antes de começar a correr, Juliana nem tinha ideia que tinha essa habilidade. Seus professores não a incentivavam a correr, mas tudo começou muito por um acaso, quando ela precisou se dar bem num exame.

Sueli Pereira é Brasil no pódio em noite afriacna do Brazil Run Series/Circuito CAIXA em Uberlândia

Em noite dominada pelos africanos, presentes na disputa com dez fundistas, Sueli Pereira brilhou como a única brasileira no pódio do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, em Uberlândia, ficando em quarto lugar. Os quenianos Edwing Kipsang Rotich e Nancy Kiprop foram os vencedores. A prova noturna, disputada neste sábado (30) à noite no Parque do Sabiá, abriu a temporada 2015 da competição levando ao Triângulo Mineiro um dos pelotões de elite mais fortes dos últimos anos, com 57 atletas no total. 

O pelotão feminino foi o primeiro a largar, às 19 horas. O horário, alterado em função do jogo de futebol entre o Uberlândia Esporte Clube e o América Futebol Clube, também no Parque do Sabiá, não permitiu a tradicional largada ao pôr do sol. Em compensação, a temperatura em torno dos 21 graus foi perfeita para a disputa. Sueli Pereira, da equipe mineira do Cruzeiro, foi a única a conseguir manter o ritmo das africanas. Mas, vinda de uma maratona, o cansaço acumulado acabou falando mais alto no final da prova, quando foi superada por duas atletas. 

"Aqui em Uberlândia, com essa temperatura, aliada a um terreno bem plano, o ritmo da prova ficou muito mais rápido do que o esperado. Mas foi um bom resultado. Gostei do meu ritmo e agora é olhar para as próximas provas", apontou Sueli, goiana de Jataí. A queniana Nancy Kiprop, campeã dos 10 Km Tribuna FM, em Santos, não teve dificuldades para vencer a prova mineira, com 33min44.

Domínio africano entre os homens - Os africanos dominaram os cinco primeiros lugares da prova masculina. Já conhecido dos brasileiros, o queniano Edwin Kipsang Rotich venceu com tranquilidade e completou os 10 km em Uberlândia, com 29min08. O melhor atleta brasileiro apareceu na sexta colocação. Paulo Alves dos Santos, de 38 anos, mostrou que ainda pode produzir bons resultados. "Foi uma prova com um ritmo muito forte. Na parte final, acabei sentindo um pouco esse ritmo, mas foi um bom resultado. Ainda existem muitas etapas e o resultado aqui em Uberlândia me motivará para a temporada que está por vir", destacou Paulo.

A diversão dos amadores - Muitos são os corredores de elite que trazem força e disciplina para a prova. Mas isso não afastou as milhares de pessoas que também participaram do evento, mesmo sem terem níveis técnicos, alegrando e dando um novo colorido à disputa. A corrida noturna contou com cerca de 2.300 amadores, que chegaram cedo ao Parque do Sabiá para pegar os chips de cronometragem e se preparar mentalmente para o desafio. Após completarem os percursos de 5 km e 10 km, um grande grupo ficou esperando a premiação das faixas etárias. 

O tenista de cadeira de rodas Fábio Bernardes, mais conhecido como Fabinho, aproveitou o Circuito Caixa para manter o ritmo de treinamento. Número 1 no ranking nacional e quarto no internacional, na categoria juvenil de Tênis em Cadeira de Rodas, o atleta chamou a atenção na etapa uberlandense do Circuito Caixa. 

"Já participo há dois anos desta prova, e é uma boa maneira de manter meu ritmo de treinos. Continuo focado na minha modalidade, mas poder vir aqui e me divertir é uma oportunidade muito boa, pois a prova tem uma ótima estrutura. O fato de ser noturna não atrapalha em nada, já conheço bem o caminho". E ele mostrou mesmo conhecer os caminhos do Parque do Sabiá, ao concluir a prova com apenas 27min07.

Troféu para a Equipe Danilo Faria - Danilo Faria, coordenador da equipe que leva o seu nome, teve mais um motivo para comemorar neste sábado (30). Além de ver vários de seus pupilos no pódio das categorias amadoras, a equipe ainda abocanhou o prêmio de assessoria com o maior número de atletas inscritos, 117 atletas no total. 

"Esse é um prêmio que vem para incentivar ainda mais a nossa equipe, que já é bastante ativa. Agora queremos manter esse troféu em casa, nos próximos anos", comemorou Danilo, aproveitando para comentar sobre a organização da prova. "O circuito teve que ser mudado na última semana, devido à partida de futebol, mas a mudança foi muito bem assimilada pelos alunos. Tanto é que o resultado está ai com muitos deles no pódio, provando que podem superar os próprios limites."

Pegada do Bem - O Brazil Run Series/Circuito CAIXA retomou a campanha Pegada do Bem que, em 2014, arrecadou cerca de 900 tênis para mais de 20 instituições e projetos que utilizam o esporte como ferramenta de inclusão social. Em Uberlândia, a continuação do projeto agradou Márcio Nobre, diretor da Fundação Uberlandense de Turismo, Esporte e Lazer - Futel. 

"Temos projetos em localidades carentes e o esporte é um grande aliado na promoção da inclusão social, pois pode ajuda a moldar o caráter dessas crianças que irão se tornar melhores cidadãos no futuro. Crianças que poderão ter uma preocupação e maior cuidado com a saúde, e o próprio bem estar físico", observou Márcio.

Resultados
Masculino

1- Edwin Kipsang Rotich (Coquinho-Fila/Bioleve) - 29min08
2- Joseph Tiophil Panga (Coquinho-Fila/Bioleve) - 29min21
3- Joseph Kachapin Aperumot (Luasa Sports/CAIXA) - 30min20
4- Nelson Priva Mbuya (Luasa Sports/CAIXA) - 30min35
5- Yohannes Bogale Meless (Coquinho-Fila/Bioleve) - 30min39
6- Paulo Alves dos Santos (Acorremar - Usaçucar) - 30min54
7- Wellington Bezerra da Silva (Gran Cursos CAIXA/GR Barueri) - 30min58
8- Zacaria Boudad (Coquinho-Fila/Bioleve) - 31min13
9- Carlos Oliveira Santos (Pé de Vento/CAIXA) - 31min15
10- Rafael Tobias R de Oliveira (Pé de Vento/Bolsa Atleta) - 31min16

Feminino 
1- Nancy Jepkosgei Kiprop (Coquinho-Fila/Bioleve) - 33min44
2- Natalia Elisante Sulle (Coquinho-Fila/Bioleve) - 34min41
3- Tewabech Yemenu Demse (Coquinho-Fila/Bioleve) - 34min46
4- Sueli Pereira Silva (Cruzeiro EC/CAIXAUnigel) - 34min52
5- Fadhila Salum Samwe (Luasa Sports/CAIXA) - 35min19
6- Ednah Mukhwana (Luasa Sports/CAIXA) - 36min00
7- Jaciane Barroso Araujo (Cruzeiro EC) -37min22
8- Conceição de Maria Carvalho Oliveira (CAIXA/Mizuno/Oakley/Total) - 37min48
9- Grazielle Francelino Pedroso (Posto Patão) - 38min25
10- Maria Regina Santos Seguins (Luasa Sports/CAIXA) - 38min27

 

Mais informações em www.circuitocaixa.com.br
Twitter: @CircuitoCaixa
Facebook: circuitocaixa

Treinão noturno para a Maratona do Rio

A Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro – Edição Especial Rio 450 anos - após o grande sucesso do ano passado, promove no próximo dia 30 de maio, às 18h, na Lagoa Rodrigo de Freitas, o primeiro Treinight Light de 2015. Os atletas realizarão as atividades à noite em um dos cenários mais bonitos do Rio de Janeiro. As inscrições, que são gratuitas e limitadas, serão abertas às 11h da manhã do dia 27 de maio. O interessado deve realizar a sua inscrição através do site www.maratonadorio.com.br

 

Para realizarem seus treinos e auxiliar na busca por seus objetivos, os atletas terão à disposição: marcadores de ritmo, hidratação com água mineral e isotônico, frutas, palestra, espaço para relaxamento e alongamento.  O evento contará com um DJ agitando a arena localizada próximo ao Parque dos Patins.  No dia do evento, aos inscritos, é necessário apresentar documento de identidade com foto e preencher o termo de responsabilidade para a participação.

 

Programação sugerida:

18h00 – abertura do espaço com DJ

18h30 – Palestra

19h00 – Alongamento

19h15 – Largada

20h30 – previsão de término do Treino – DJ na Tenda / Relaxamento

22h00 – Termino do Evento

Quênia vence outra vez na Maratona de São Paulo

O Quênia voltou a brilhar na Maratona Internacional de São Paulo, a maior e mais importante prova do calendário nacional. Na manhã deste domingo (17), o país africano garantiu o 12º título no masculino, com Asbel Kipsang, e o sexto no feminino, desta vez com Carolyne Komen.  Asbel completou os 42.1 km pelas ruas e avenidas da capital paulista, com largada e chegada no Obelisco do Ibirapuera, com o tempo de 2h15min15seg, enquanto Carolyne marcou 2h35min51seg. O Brasil garantiu o vice entre os homens, com o Vagner Noronha, no tempo de 2h20min14seg, e o quarto lugar no feminino, com Graciete Santana, 2h46min20seg.
 
 Cerca de 16 mil corredores participaram do evento, divididos pela maratona (42,1 km), 15 milhas (24.140m), 5 milhas (8.047m) e a  caminhada de 2 milhas (3.212m). A temperatura baixa e o vento gelado marcaram o evento, mas não tiraram o entusiasmo dos participantes. No desafio entre brasileiros e estrangeiros, os atletas quenianos levaram a melhor mais uma vez, colocando mais dois novos nomes na relação de vencedores da disputa.
 
 No masculino, Asbel Kipsang, de 32 anos, não tomou conhecimento dos adversários. O atleta fez uma prova tranquila e venceu com quase cinco minutos de vantagem para o brasileiro Vagner Noronha. "Foi minha primeira vez no Brasil e gostei muito da corrida. Mas ela foi dura, especialmente após os 21 km, com muitas subidas e descidas.   Estou muito feliz com o resultado", destacou o vencedor.
 
 O brasileiro Vagner, de 31 anos, também era só alegria. Afinal, em sua primeira maratona completa - desistiu no meio da primeira tentativa -, ele conseguiu o segundo lugar em uma das mais importantes provas do calendário. "Não foi nada fácil. O percurso é forte e, por ser minha primeira maratona, tive de me conter para não forçar demais no início e depois acabar ficando fora da briga pelo pódio. Optei por fazer a minha prova e deu certo", ressaltou o corredor que tem no currículo um terceiro lugar na Meia de Buenos Aires, no ano passado.
 
Feminino
 
Carolyne Komen, no feminino, também fez sua estreia em São Paulo. Mesmo sem conhecer o percurso, a queniana, de 26 anos, não se sentiu intimidada e venceu bem a prova, com uma vantagem significativa para a grande favorita, sua compatriota Rumokol Chepkan, bicampeã da prova. "Evento muito interessante, com um percurso desafiador. Senti apenas um pouco o vento forte, mas nada que pudesse atrapalhar. Quero voltar aqui e correr para 2h28min", ressaltou a primeira colocada  neste domingo.
  
 
 Graciete Santana, de 34 anos, foi o destaque nacional na prova, garantindo o quarto lugar.  "Uma prova incrível, mas quero, antes de tudo, destacar a organização  profissional e o apoio das pessoas do staff. Sem eles, jamais teria conseguido esse reultado. Participo de maratonas desde 2011 e este quarto lugar foi muito positivo", declarou a baiana de Feira de Santana.
 
Resultados da 21ª Maratona Internacional de São Paulo
 
 Masculino
 
1) Asbel Kipsang (Quênia), 2h15min15seg
2) Vagner Noronha (Brasil), 2h20min14seg
3) Samuel Kiptum (Quênia), 2h21min04seg
4) Giomar da Silva (BRA), 2h22min07seg
5) Edson Amaro dos Santos (Brasil), 2h24min48seg
 
Feminino
 
1) Carolyne Komen (Quênia), 2h35min51seg
2) Rumokol Chepkanan (Quênia), 2h37min28seg
3) Jane Jelagat Seurey (Quênia),  2h39min02seg
4) Graciete Santana (Brasil), 2h46min20seg
5) Marizete Moreira dos Santos (Brasil), 2h49min36seg

 

CORRIDA DAS TORCIDAS CAIXA REÚNE TORCEDORES NESTE INÍCIO DE CAMPEONATO BRASILEIRO

No último fim de semana, foi dada a largada para o Campeonato Brasileiro de futebol. No próximo sábado, a Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos mais lindos cartões postais cariocas, vai ser palco de outra largada, dessa vez da Corrida das Torcidas CAIXA. Torcedores de vários times, de todas as divisões, vão correr tentando levar seus clubes de coração para o alto do pódio. Os quatro principais times do Rio de Janeiro são os que possuem mais representantes, mas torcedores de clubes como America, Ceará, Atlético-MG, Vitória e Corinthians, entre outros, também vão participar da prova.

 “A Corrida das Torcidas CAIXA é uma ideia muito legal que encontramos de unir descontraidamente estas duas paixões do carioca: a corrida de rua e o futebol. É emocionante ver tantos clubes sendo representados na prova, inclusive os pequenos do Rio, e também muitos de outros estados e até do exterior”, conta Carlos Sampaio, sócio-diretor da Spiridon Eventos, empresa que organiza o evento.

 A vascaína Sílvia Pontes, de 62 anos, está animada para competir, ainda mais após a vitória do seu time no campeonato carioca. 

 "Adoro correr, principalmente essas corridas de rua. Quando vejo os corredores com camisas de clubes rivais, tenho mais motivação para dar um gás na corrida" diverte-se a torcedora.

Já Iracilda da Costa Silva, que disputará com os amigos, aprova a realização do evento como um grande exemplo de boa relação entre as torcidas.

"Gosto desta prova porque estimula a convivência pacífica entre as torcidas. É um grande encontro", finaliza.

 

Kit da corrida

A organização da Corrida das Torcidas Caixa divulgou o kit dos atletas que participarão da 2ª edição noturna do evento, que acontece no dia 16 de maio e contará com 2 mil corredores. A grande novidade para este ano é a diferença de cores das camisas masculina e feminina.

Como o clima é mais ameno a organização optou por camisetas com manga comprida e cores bem chamativas. A ideia é dar mais conforto e destaque aos atletas, além de um colorido diferente ao evento, já que a prova é noturna. Outro item que faz parte do kit é a necessaire de viagem que vem com várias divisórias e a marca da Corrida das Torcidas.

 

Entrega de Kits:

Data: 15 de Maio de 2015 (sexta-feira)

Local: Hotel Mar Palace, Av. N. Sra. de Copacabana 552 (esquina com rua Siqueira Campos)

Horário: de 9h às 18h

 

*Não serão entregues kits de corrida no dia e nem após o evento.

*Para retirada do kit é necessário que o corredor leve documento com foto, comprovante de inscrição impresso e termo de compromisso assinado.

Assinar este feed RSS