Ricardo Erlich

Ricardo Erlich

URL do site:

Amanda Nunes mantem cinturão do UFC

Na defesa do título, Amanda Nunes não decepcionou o público carioca que lotou a Jeunesse Arena confirmou seu favoritismo e venceu a americana Raquel Pennington com um nocaute no quarto round no card principal do UFC que também contou com a despedida de Vitor Belfort que saiu com derrota para Lyoto Machida.

Com a noite dedicada a ela, Amanda Nunes saiu vitoriosa. Em sua terceira defesa pelo título na categoria peso galo, ela saiu com a vitória diante da americana Raquel Pennington com uma boa sequência de chutes e se aproveitou no quarto round quando conseguiu fazer ela sangrar, acabando com as suas forças.

Luta chegou até o quarto Round. Crédito: Bruno Lopes/EAZ 

“Eu fiz tudo o que eu treinei. Ela é uma atleta duríssima e sabia que podia ir para uma luta de 5 rounds com ela. Ela pode apanhar muito, mas ela é muito resistente. Quando treinei, eles me deixavam no maior desconforto e fiz o possível para vir dentro. E o cinturão é a razão da minha vida e quando decidi entrar no MMA era para ser campeã e quando o UFC colocou essa categoria, sabia que tinha que vir vencer. Foi muito surreal defender o título no Brasil e sendo a primeira, é algo que me deixou muito feliz e gratificante e estou vivendo o meu sonho. ” – Declarou após sua vitória.

Na despedida de Vitor Belfort, não deu para ele. Lyoto Machida conseguiu desferir um golpe único que derrubou Belfort que chegou a ficar desacordado no octógono dando fim a uma carreira vencedora no UFC.

Machida com um golpe, encerrou a carreira de Vitor Belfort. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“Tenho que valorizar cada momento. Estava confiante nessa luta e fiquei quieto na luta em respeito ao Vitor e tive a oportunidade de poder acertar ele com um único golpe e acabar com a luta. Até me afastei dele em respeito justamente por toda a história que ele construiu ao longo do MMA e se realmente for a última luta dele que ele esteja seguro da sua decisão. ” – Declarou Machida após a luta.

Vitor agradeceu ao público que estava presente hoje no UFC.

“Parabéns ao Machida pela vitória. Ele foi feliz com a vitória de hoje. Quero agradecer ao carinho do publico aqui presente e agradecer a minha família pela noite de hoje. Se você tem uma família, você tem tudo. Quero parabenizar o time do Lyoto e agradecer meu time, meus fãs e minha família. Tudo na vida tem começo, meio e fim. E agora é hora de cuidar da minha família.” – Diz

Nas outras lutas do card principal, John Liniker venceu o americano Brian Kelleher com um nocaute no terceiro round. Já Mackenzie Dern, mal entrou no octógono e venceu a americana Amanda Cooper. O único brasileiro a perder foi Ronaldo Jacaré que saiu derrotado para o americano Kelvin Gastelum por decisão dividida dos juízes.

Mackenzie Dern derrotou Amanda Cooper no primeiro round. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

 

O americano Kelvin Gastelum derrotou o Jacaré por decisão dos juízes. Crédito: Bruno Lopes/EAZ 

  • Publicado em UFC
  • 0

Brasileiros se dão bem no card preliminar do UFC 224

Os brasileiros fizeram a festa no Card preliminar do UFC 224. Das 7 lutas previstas, foram quatro vitórias e a maioria por nocaute no Jeunesse Arena.

Na primeira vitória do dia, Markus Peres, o “Maluko” derrotou o americano James Bochnovic por nocaute ainda no primeiro round na categoria peso médio.

“Eu treinei para nocautear no primeiro round, na verdade, mas o cara veio muito afobado, tentando me levar para o chão. Eu não sou faixa preta, mas sou um dos melhores no chão e ele se deu mal. Eu quero lutar mais, meu foco sempre foi esse, lutar o máximo de vezes possível. Dessa vez eu comecei com o pé direito, treinando em casa. Esse que vocês viram dentro do octógono é o verdadeiro Markus.” – Conta sobre a vitória.

Outra vitória de grande destaque foi a vitória Warley Alves na categoria meio-médio. Ele derrotou o russo Sultan Aliev por nocaute no segundo round quando o olho dele praticamente fechou e ficou sem condições de luta.

“percebi que o olho dele estava fechando e vi que podia fechar a luta e comecei a bater em cima. Sabia que ele é um atleta forte e fui cauteloso e quando dei 3 joelhadas dele e ele sentiu e vi que era a hora que tinha para vencer. Comecei a bater nele e consegui chegar lá. Sou brasieiro e tenho garra e vim aqui para ser campeão” – Diz.

Em seguida, foi a vez de Elizeu Zaleski, o capoeira, a lutar e vencer por nocaute no segundo round o americano Sean Strickland.

“Todo mundo sabe que meu adversário era um cara bom eu quero poder vir a lutar com os caras bons e bater que é o que eu mais gosto. Fiz o possível para vencer e consegui e espero continuar aos pouquinhos para poder ser campeão um dia.”

O último brasileiro a vencer no card preliminar foi David Ramos por nocaute ainda no primeiro round o alemão Nick Hein. Ele que mora do outro lado da rua da Arena, se sentiu como se tivesse ido treinar.

“Moro do outro lado da rua da Arena e vencer aqui foi como se eu tivesse saído para treinar. Aproveitei a comidinha da mamãe e uma das minhas alegrias foi ter meu filho me abraçando na véspera da luta e isso é muito aconchegante. Foi minha segunda vitória no UFC e venho buscar sempre a vitória no nocaute sem precisar que a luta se estique por 3 rounds. Agora a minha meta é lutar com o campeão e vencer um passo de cada vez.” – Finaliza.

Outras três lutas aconteceram no octógono montado no Jeunesse Arena. O russo Ramazan Emeev venceu na decisão dos juízes depois de uma luta apertada contra Alberto Mina. O sueco Jack Hermansson conseguiu nocautear no terceiro round Thales Leites e o russo Oleksiy Oliynyk também finalizou o brasileiro junior Albini.

Resultados do Card Preliminar:

Luta 1: Peso-médio: Markus Perez (“Maluko”) x James Bochnovic (EUA) - Markus Perez venceu no primeiro round

Luta 2: Meio Médio: Alberto Mina x Ramazan Emeev (Russo) - Ramazan Emeev venceu por decisão unanime dos juizes

Luta 3: Peso-médio: Thales Leites x Jack Hermansson (sueco) – venceu por nocaute no final do terceiro round

Luta 4: Meio-Médio:  Warlley Alves x Sultan Aliev (Rússia) – Vencedor por nocaute técnico

Luta 5 Meio-médio: Elizeu Zaleski dos Santos Capoeira x Sean Strickland (EUA) – venceu por nocaute no segundo round

Luta 6: Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein (Alemão) – venceu por nocaute no primeiro round

Luta 7: Peso-Pesado: Oleksiy Oliynyk (Russo) venceu por finalização x Júnior Albini

  • Publicado em UFC
  • 0

Marcelinho Machado encerra carreira vitoriosa no basquete

Com a derrota do Flamengo para o Mogi por 89 a 72 no 4º jogo da semifinal do NBB, marcou a despedida de Marcelinho Machado, um dos nomes mais importantes do basquete brasileiro nos últimos anos. Ele disputou sua última temporada e anunciou que aos 43 anos não segue mais na carreira como jogador.

Com a camiseta do Flamengo, Marcelinho conquistou todos os títulos possíveis. Foi campeão brasileiro em 6 oportunidades, como também ganhou o campeonato carioca e trouxe títulos importantes como a da Liga das Américas e o mundial em 2014 em casa contra o Macabi.

Já pela seleção, jogou entre 1998 e 2012 onde disputou uma olimpíada em Londres em 2012 como também ganhou três pan-americanos sendo o primeiro atleta a conseguir essa marca.

Entre outros destaques na sua longa carreira, está como um dos maiores pontuadores da história do basquete, sendo o 2º no NBB (Só perdendo para Shamel) e ele ganha em cestas de numa única partida (63) e um dos melhores arremessadores de 3 pontos da história.

Seu último jogo foi disputado em Mogi das Cruzes em uma partida que o Flamengo precisava vencer para forçar o 5º jogo em casa. No primeiro tempo, houve esperança com o time da Gávea na frente, mas Mogi melhorou sua defesa no segundo e aplicou a maior vantagem numa semifinal de NBB da história.

O destaque da partida ficou para Shamel que sozinho fez 40 pontos do time de Mogi. Ele foi o cestinha e principal protagonista nessa despedida de Marcelinho.

 

O Jogo

Primeiro quarto de muitas trocas de liderança por parte dos dois times e muito equilíbrio. O início foi tenso com o Flamengo levando 3 minutos para fazer os dois primeiros pontos. Destaque para Varejão que fez 10 pontos. Placar 17 a 15 pro Mogi

O segundo quarto continuou com a mesma pegada. Os dois times se revezando na liderança do jogo. O Flamengo chegou a abrir 6 pontos de vantagem que o Mogi conseguiu correr atrás e até a reassumir a liderança. Faltando 1s e com 36 a 34 para Mogi, o técnico Neto pediu tempo e na volta, Marquinhos acertou uma bola de três pontos antes da linha do meio de campo e fechando o primeiro tempo em 37 a 36 para o time do Rio.

O Mogi conseguiu anular o time do Flamengo nesse terceiro quarto. Com uma boa defesa, o time conseguiu colocar 11 pontos de vantagem e se aproveitaram dos erros do time carioca. Ao final do quarto, vantagem de 62 a 51 para Mogi.

Completamente irreconhecível, o Flamengo praticamente entregou o jogo no último quarto e o Mogi aumentou ainda mais a vantagem. O time do interior de São Paulo fechou por 89 a 72 e carimbou sua vaga na final do NBB fechando a série em 3 a 1.

Amanda Nunes defende título neste sábado no UFC


Amanda defende o título pela primeira vez no Brasil. Crédito: Gettyimagens

Na véspera do dia das mães, são as mulheres que serão destaque no UFC 224 no Rio. Amanda Nunes irá defender seu título na categoria peso-galo contra a americana Raquel Pennington diante de sua torcida que promete lotar a Jeunesse Arena.

A baiana Amanda é a primeira brasileira campeã na competição. Seu título foi conquistado diante da americana Miesha Tate no UFC 200 em Las Vegas. A “Leoa” já derrotou a musa Ronda Rousey em sua primeira defesa de título e também a bisbeque Valentina Shevchenko e vem empolgada para a competição diante de Pennigton que é a número dois do ranking e promete não vender fácil a derrota.

Entre as outras lutas do card do UFC, destaque para o confronto entre Vitor Belfort e Lyoto Machita. Como já anunciou, Belfort promete fechar diante de sua torcida a sua longa carreira no UFC, onde participa desde as primeiras edições. Já Machita que foi pupilo de Belfort, quer recuperar a sua carreira em que esteve recentemente suspenso por causa de dopping e fará a sua terceira luta no ano.

Veja as lutas do UFC 224

Card preliminar:

Meio-Médio:  Warlley Alves x Sultan Aliev (Rússia)

Peso-médio: Thales Leites x Jack Hermansson (Sueco)

Meio Médio: Alberto Mina x Ramazan Emeev (Russo)

Peso-médio: Markus Perez (“Maluko”) x James Bochnovic (EUA) 

Meio-médio: Cezar Mutante x Karl Roberson (EUA)

Peso-Pesado: Oleksiy Oliynyk (Russo) x Júnior Albini

Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein (Alemão)

Meio-médio: Elizeu Capoeira x Sean Strickland (EUA)

Card Principal

Peso médio: Vitor Belfort x Lyoto Machida

Peso galo: John Linker (BRA) x Brian Kelleher (EUA)

Peso-palha: Mackenzie Dern (EUA) x Amanda Cooper (EUA

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum (EUA)

Peso-galo: Amanda Nunes x Raquel Pennington (EUA)

  • Publicado em UFC
  • 0
Assinar este feed RSS