Logo
Imprimir esta página

Como uma sinfonia, Quarteto de Cordas vence prova tradicional do turfe

Como uma sinfonia, Quarteto de Cordas vence prova tradicional do turfe Com um conjunto, Quarteto de Cordas venceu 86o edição do GP Brasil. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Com 86 anos de vida e já um clássico na cidade maravilhosa, o Grande Prêmio Brasil de Hipismo no Jockey Club na Gávea presenciou com a mais fina e elegância um quarteto de cordas faturar o principal prêmio do turfe nacional. O nome do cavalo? Sim, é quarteto de cordas!

A vitória do cavalo montado por Luís Silva Machado chegou na frente de Arrocha montado por J. Ricardo e Or Noir de A. Correia, faturando a prova principal.

A vitória de Quarteto de Cordas foi decidida no detalhe. Arrocha assumiu a liderança ao final da grande da curva e vinha tranquilo para a vitória, quanto Quarteto de Cordas veio por fora e encostou. A vitória foi decidida no detalhe na linha de chegada, onde os dois cavalos praticamente chegaram juntos.

“Foi uma vitória muito importante. Desde criança estou lutando para chegar nesse momento. Meu pai não queria que eu fosse jóquei com todos os riscos junto com o meu irmão que já venceu em São Paulo. Tenho que agradecer muito ao meu treinador por ter acreditado em mim e há um mês atrás, ele já tinha me dito que tinha muita chance de conseguir” – Diz Luís com sua vitória.

Veja algumas imagens da prova:

Cavalos largam para a competição. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

 

Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

Prova foi decidida no detalhe. Crédito: Bruno Lopes/BNLPhotopress/EAZ

 

Assista como foi a 86º edição do GP Brasil de Turfe:

Mídia

Crédito: Jockey Club Brasileiro
Esportes de A a Z - Nós Praticamos o Seu Esporte | 2009 - 2017