fbpx

Redação

Redação

Circuito Rei e Rainha do Mar acontece no dia 19 e a entrega dos kits será feita no Rio Design Leblon

Os competidores que vão participar do maior festival de esportes de praia do país, que acontece no dia 19 de maio no Rio de Janeiro, poderão retirar seus kits da prova no terceiro piso do shopping Rio Design Leblon. A entrega do kit, que inclui touca ou viseira, camisa, amostras de produtos e Whey Protein Verde Campo, será feita nos dias 17 e 18 de maio no espaço que contará com algumas ativações da marca. O Circuito Rei e Rainha do Mar promete diversão para a família inteira, com provas para crianças a partir de 5 anos, além das provas tradicionais para atletas a partir de 14 anos (completados até 31/12/19), onde os participantes podem escolher entre corrida, natação ou biathlon.

Para a realeza que vai se aventurar nas águas de Copacabana, o RRM oferece 03 opções de distâncias de natação no mar: Sprint (1km), Classic (2km) ou Challenge (4km). Já aqueles que preferem manter seus pés na areia, o Beach Run é a pedida! Agora resta escolher entre 2,5km ou 5km de corrida na areia. Mas se você é daqueles que gostam do mar e terra, o Beach Biathlon foi feito para você! A prova começa com 1km de natação no mar e termina com 2,5km de corrida na areia. As provas kids são feitas para a nossa criançada, o futuro do esporte. Elas podem escolher entre corrida na areia (a partir de 5 anos) e/ou natação no mar (a partir de 9 anos).

Maratona com arte: inscrições abertas para concurso que irá eleger três artes que serão expostas na cidade do Rio

A Maratona do Rio 2019 contará com a 4ª edição da Maratona com Arte. Neste ano, o desafio será ainda maior, pois as artes escolhidas serão expostas na cidade do Rio de Janeiro, através de tênis gigantes. Os participantes deverão se inscrever e enviar sua arte pelo site www.maratonacomarte.com.br, até dia 24 de maio.O objetivo deste concurso é dar protagonismo ao olhar do artista, seja ele o corredor, torcedor ou morador, através de uma exposição de imagens das obras de artistas amadores sobre o tema “Maratona que move” em parceria com a Maratona do Rio.

A Maratona com Arte pretende contribuir com a democratização do acesso à cultura, transbordando a prática da atividade física e estimulando a criatividade das pessoas por meio de diferentes expressões artísticas. 

É imprescindível que a obra seja autoral, inédita, original e ligada ao tema proposto. Além de enviar a arte que pode ser feita através de imagem, pintura, arte, arte 3D, desenho realizado com programas de computador, grafite, gravuras ou desenhos em geral, o participante também deverá enviar uma lista, denominada playlist, com cinco músicas que estejam alinhadas com a proposta visual e que façam parte da biblioteca de alguma plataforma de streaming.

A fase de envio de trabalhos abre nesta segunda-feira (13.05) e segue até as 23h59 do dia 24 de maio. E seguida, será aberta uma votação popular de 25 a 28 de maio, quando serão definidas as 15 melhores artes. Na segunda etapa, as imagens mais votadas pelo público serão avaliadas por uma curadoria que envolve diretores de arte, criação e organizadores da Maratona do Rio, que definirão os três vencedores do concurso. O resultado saíra no dia 31 deste mês. 

As três artes escolhidas se juntarão a outras três produzidas por artistas convidados pela organização. As artes irão customizar tênis gigantes que ficarão expostos na cidade do Rio de Janeiro ao longo do mês de junho.

Mais informações Maratona com Arte:

- Acesse www.maratonacomarte.com.br;

- Clique em Envie Sua Arte, preencha o formulário e faça o upload da sua imagem ou da imagem do seu trabalho até o dia até 23h59 do dia 24/05/2019;

- Em até 24h a imagem será incluída na galeria (desde que cumpra os requisitos do regulamento);

- A partir do dia 25 de maio você já pode começar a pedir votos aos amigos. A votação popular termina dia 28 de maio;

- Avaliação da comissão julgadora será de 29/05 a 31/05. 

  

Circuito TRIDAY Series 2019: empolgação e técnica na etapa carioca

O Circuito TRIDAY Series teve sua terceira etapa da temporada neste domingo. Com a participação de 550 atletas, a Praia do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, recebeu mais uma vez a competição criada pela Unlimited Sports para movimentar e impulsionar do triatlo no país. E, como aconteceu nos dois últimos anos, a prova foi marcada pela empolgação e grande técnica dos competidores em suas duas distâncias, Sprint (750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida) e Olímpico (1.5 km/40km/10km).

O domingo de Dia das Mães, com muito sol e temperatura elevada, deixou o Circuito TRIDAY Series ainda mais  emocionante e bonito. Valendo como segunda etapa do Brasileiro de Triathlon  Sprint e Paratriathlon, a disputa reuniu os melhores nomes de triatlo do Rio de Janeiro, de todas as idades, e de outras cidades, todos em busca dos pontos no ranking. Mas três etapas do Circuito TRIDAY Series compõem o campeonato: Florianópolis (18/08), USP (25/08) e Brasília (08/09).

A Sprint ainda confirmou a boa fase do mais antigo triatleta em atividade no país. José Alvacir Campos, d 75 anos, que esteve nas primeiras provas da modalidade no país, nos anos 1980, venceu sua categoria, com o tempo de 1h45min17seg, seguido por Sidney Gomes,  com 1h52min06seg.

Destaque também para a participação de jovens dos projetos sociais e de inclusão, como o Instituto Fernanda Keller, o Projeto Monike Azevedo, a Talentos do Capão e a Escolinha de Triathlon ADTRISC.

Na Olímpico, os mais rápidos foram Peter Pichnoff (M3539) e Fernanda Grossi (F2529). Peter  completou a prova com o tempo de 2h01min15seg, enquanto Fernanda marcou 2h23mi10seg.

 

Resultados etapa Rio de Janeiro

 

Olímpico

 

Masculino

 

M1824

1)Arthur Teixeira dos Santos Mendes, 02:19:18

2) Fabio Veras Farinatti, 02:24:52

 

M2529

1) Lucas Ângelo, 02:08:02

2) Igor Poltronieri, 02:17:37

3) João Gabriel Reis, 02:18:44

 

M3034

1) Wilson de Assis Lacreda, 02:16:27

2) Diego Tiburcio, 02:18:06

3) Ygor de Freitas Fonseca, 02:18:17

 

M3539

1) Peter Pichnoff, 02:01:14

2) Lucas Pretto, 02:07:34

3) Ricardo Lamoglia, 02:12:34

 

M4044

1) Wagner Siqueira Romão, 02:07:36

2) Cristian Pereira, 02:14:44

3)Anderson Souza, 02:21:00

 

M4549

1) André Coneglian Weyand, 02:15:01

2) Renato Motta Vaz de Carvalho, 02:17:13

3) Ciro Albino, 02:17:23

 

M5054

1) Miguel Angel Díaz Guervós, 02:25:55

2) Andre Luiz de Moraes Vodopives, 02:27:18

3) Marcelo Alvaredo, 02:36:09

 

M5559

1) José Paiva, 02:39:07

2) Eliseu Bolognani, 02:49:51

3) Antonio Carlos de Lima, 02:54:58

 

Feminino

 

F2529

1) Fernanda Grossi, 02:23:10

2) Juliana Scher, 02:25:44

3) Ana Luiza Ottoni Meirelles, 02:42:06

 

F3034

1) Priscila Rodrigues dos Reis Silva, 02:37:14

2) Carolina Cota Almeida, 02:47:12

3) Ana Paula Erlacher, 02:47:16

 

F3539

1) Talita Antunes, 02:32:39

2) Lori Silva, 02:42:43

3) Luciana Guilliod, 03:00:14

 

F4044

1) Giselle de Paula, 02:44:46

2) Margarete da Conceição Silva, 03:00:33

3) Taissa Amaral dos Santos, 03:02:19

 

F4549

1) Ana Flavia Heide, 02:48:14

2) Patricia Cherman, 02:53:57

3) Daniela Reis, 02:55:45

 

F5054

1) Lidia Hasegawa, 02:57:29

2) Maria Laura Villar, 03:17:26

 

F6064

1) Nadia Siqueira, 02:51:09

2 ) Joanne Liu, 03:27:56

 

Sprint

 

Elite Masculino

 

1) Felipe Bianchi Gonçalves, 00:57:34

2) Eligio Brendo Ferreira Teleciro, 01:00:16

3) Renato De Sousa Texeira, 01:03:12

 

Elite Feminino

1) Djenyfer Arnold, 01:02:23

2) Georgia Zattar, 01:12:09

 

Masculino

 

M1617

1) Leonardo César Dos Santos Silva 16 01:08:13

2) Breno Frensch Pacheco 17 01:09:37

3) Igor Firmino Vidal Gomes 16 01:10:13

 

M1824

1) Pedro Moreira 21 01:03:57

2) Thomás Ferreira 24 01:04:17

3) Tiago Meguer 18 01:05:12

 

M2529

1) Danilo Dos Santos Lima 26 01:05:10

2) Henrique Pedroso Silverio 25 01:05:34

3) Anderson Fernandes De Camargo 28 01:06:19

M3034

1) Lúcio Rodrigo Soares Dos Santos 34 01:05:26

2) Silvio Saiti Romao 31 01:06:27

3) Diogo Gaino De Moraes 33 01:06:33

 

M3539

1) Carlos Eduardo Bezerra Cavalcante, 01:06:07

2) José Antônio Tavares Júnior, 01:10:10

3) Thiago Pires, 01:12:58

 

M4044

1) Kleber Nascimento Santos, 01:07:30

2) Krerley Oliveira, 01:08:09

3) Pazos Raphael, 01:11:46

 

M4549

1) Wagner Miranda, 01:05:18

2) Aleksandro Aita, 01:09:31

3) Irineu Roberto Licheski, 01:12:17

 

M5054

1) Mauricio Mellado, 01:10:48

2) Hugo Villanueva, 01:14:55

3) Lenildo Vieira, 01:17:37

 

M5559

1) Carlos Dolabella, 01:11:46

2) José Reynaldo, 01:13:57

3) Waldemar Ribeiro Filho, 01:14:22

 

M6064

1) Mauro Braga, 01:30:32

2) Humberto Schwartz, 01:31:39

 

M7579

1) Jose Alvacir Campos, 01:45:17

2) Sidney Gomes, 01:52:06

 

Feminino

 

F1617

1) Pietra Picolo Meneghini, 01:13:53

2) Rayssa Correia Alves, 01:29:54

3)Ana Clara dos Santos Teixeira, 01:33:10

 

F1824

1) Luana Feder Campos, 01:18:49

2) Carolline Gomes, 01:20:39

3) Lawinya Assíria, 01:23:24

 

F2529

1) Clara Gimenez Leite Keller, 01:20:45

2) Ana Carolina Gonçalves, 01:26:23

3) Paula Heiss, 01:27:51

F3034

1) Ingrid Pereira da Silva Greguer, 01:21:58

2) Fernanda Felipe, 01:30:47

3) Maria Luiza de Castro Barreto Dias, 01:46:19

 

F3539

1) Karen Oliveira, 01:12:27

2) Mariana Deboni, 01:19:40

3) Ana Patrícia Gomes Lauriano, 01:24:15

 

F4044

1) Melina Federici, 01:17:04

2) Xan Figueiredo, 01:17:20

3) Verônica Oliveira de Menezes, 01:19:40

 

F4549

1) Sandra Kawasaki, 01:18:24

2) Josaine Maldaner, 01:19:47

3) Danielle Couto Doyle Ferreira, 01:20:19

 

F5054

1) Andrea Silva, 01:33:38

2) Adriana Souza Peixoto, 01:36:45

 

F5559

1) Carla Gonçalves, 01:31:31

 

Calendário do Circuito TRIDAY Series em 2019

 

1 - 24/3 - Riacho Grande (SP) - OK

2 - 14/4 - Maceió (AL) - OK

3 - 12/5 - Rio de Janeiro (RJ) - OK

4 - 18/8 - Florianópolis (SC)

5 - 25/8 - USP (SP)

6 - 8/9 - Brasília (DF)

7 - 13/10 - Riacho Grande (SP)

8 - 24/11 - Belo Horizonte (MG)

  • Publicado em Triatlo

Brasil é campeão mundial do revezamento 4x100 m e faz história em Yokohama

A Seleção Brasileira masculina do 4x100 m conquistou neste domingo (12/5) um resultado histórico: foi campeã mundial de revezamentos em Yokohama, no Japão. A equipe formada por Rodrigo Nascimento, Jorge Vides, Derick Souza e Paulo André de Oliveira venceu a final do Mundial, com o tempo de 38.05, a melhor marca do mundo nesta temporada.

A vitória não foi fácil. Os brasileiros superaram os Estados Unidos, que tiveram Michael Rodgers, Justin Gatlin, Isiah Young e Noah Lyles – todos atletas com tempos abaixo dos 10.00 -, por 2 centésimos de segundo (38.07). A Grã-Bretanha ficou em terceiro, com 38.15.

Treinados por Felipe de Siqueira da Silva, os jovens velocistas brasileiros acertaram nas passagens de bastão e Paulo André novamente fechou muito bem a prova, assegurando a histórica vitória na linha de chegada. Os quatro atletas, com bandeiras do Brasil, comemoraram muito a conquista na pista do Estádio Internacional de Yohohama, o mesmo que foi sede de outra conquista: o pentacampeonato mundial de futebol de 2002.

“É muita alegria. Vocês não têm noção do que a gente passa para estar aqui. A gente merecia muito, muito mesmo. Somos campeões mundiais”, gritou Paulo André, de 20 anos, em entrevista dada a Carlos Gil, do SporTV. “Estamos muito felizes, muito felizes mesmo. A gente treinou, passou muito tempo fora de casa. A gente é campeão mundial e ninguém tira isso da gente”, continuou. “Vem outro Mundial por aí. Viemos aqui para buscar a vaga e conseguimos sair com o título mundial. Falo para todos: depositamos nossa confiança em Deus e deu tudo certo”, completou, referindo ao Mundial de Doha, no final de setembro e começo de outubro.

Derick, também de 20 anos, destacou a troca de bastão “A parte técnica foi boa, muito boa. Nós vimos o vídeo da qualificação e acertamos os detalhes que faltavam e conseguimos ficar com o título. Agora é trabalhar para baixar os tempos individuais mais ainda”, disse Derick.

Jorge, de 26, agradeceu ao treinador. “A gente tem um grupo muito qualificado e tudo graças à confiança que a Seleção teve em nós e ele (o técnico Felipe de Siqueira) depositou em nós. Ele é o cara!”, concluiu, seguido do coro: “Felipão, Felipão, Felipão”, feito pelos atletas.

Já Rodrigo, de 24, fez questão de mandar um recado. “Hoje é Dia das Mães no Brasil e quero agradecer a todas as mães por torcer pela gente. Feliz Dia da Mães”, afirmou. O quinto homem da equipe foi Vitor Hugo dos Santos.

No 4x100 m feminino, a equipe formada por Ana Carolina Azevedo, Lorraine Martins, Franciela Krasucki e Vitória Rosa terminou na quarta colocação, com 43.75, ficando atrás somente dos Estados Unidos (43.27), Jamaica (43.29) e Alemanha (43.68). Na eliminatória, Andressa Fidélis correu no lugar de Ana Carolina.

“A gente fica triste porque o quarto lugar dói, fica perto da medalha. Estamos com uma equipe nova. É a primeira vez que a gente está correndo com essa formação e ainda temos muito a evoluir”, comentou Franciela.

Com o resultado, o Brasil volta a figurar entre as grandes equipes. Os quartetos nacionais têm três medalhas olímpicas: prata em Sydney 2000, bronze em Atlanta 1996 e bronze em Pequim; e duas em Mundiais: prata em Paris 2003 e bronze em Sevilha 1999.

Na final do 4x400 m misto, prova que o Brasil disputou pela primeira vez na categoria adulta, a equipe formada por Lucas Carvalho, Tiffani Marinho, Cristiane Silva e Alexander Russo terminou em sexto lugar, com 3:20.71, não melhorando o recorde sul-americano estabelecido no sábado (11/5), com 3:18.26. Os Estados Unidos foram os campeões (3:16.43), seguidos do Canadá (3:18.15) e do Quênia (3:19.43).

“Nossa expectativa de tempo era outra, mas a gente só tem a agradecer. Não dá para reclamar de nada”, disse Tiffani. “Conseguimos a classificação para o Mundial, o principal objetivo da equipe. Para Doha vamos treinar mais ainda, entrosar mais ainda o revezamento, estar preparado para entrar e brigar por medalha”, completou Alexander. Geisa Coutinho não competiu por estar lesionada.

Na classificação geral, com apenas três equipes, o Brasil terminou em sexto lugar, com 16 pontos, ficando à frente de equipes tradicionais como a China, Itália, França e Grã-Bretanha.
Os Estados Unidos levaram mais uma vez o “bastão de ouro”, com 54 pontos, seguidos da Jamaica e do Japão, ambos com 27.

  • Publicado em Videos
Assinar este feed RSS