fbpx

Brasil fecha noite da natação com duas pratas

Por muito pouco, revezamento 4x100m não foi ouro. Crédito: Ricardo Erlich/Esportes de A à Z

 

A noite da natação do Brasil foi prateada no parque aquático. O revezamento 4x100m 34pts e Carlos Farremberg não conseguiram o lugar mais alto do pódio e terminaram com o segundo lugar. Destaque para o revezamento que depois de sair em último na primeira parte, chegou em segundo, quase ganhando a prova.

“Foi espetacular e curtimos demais essa medalha e ter nadado com esses caras. Batemos na trave em Pequim e em Londres e dessa vez fizemos o golaço. Mostramos que o grupo está unido e mostra como a natação está tendo uma boa renovação e sabíamos que ia ser decidido nos detalhes. ” – Conta Daniel Dias que fez parte do revezamento.

O primeiro a pular na piscina foi agora 21 vezes medalhista Daniel Dias, porém ele não foi bem. Seus oponentes abriram muita vantagem e quando ele completou os 100m o Brasil estava em último lugar com 10s de diferença para os ucranianos que dominaram a prova. Coube a André Brasil iniciar a recuperação e encostar nos adversários e quando ele completou sua parte, a equipe já estava em quinto.

Ruiter Siilva foi o terceiro a pular e a medalha começou a ficar mais próxima. Em seus 100m, ele saiu em quarto. Foi com Phelipe Rodrigues que veio a arrancada final. Já nos primeiros 50m ele já estava disputando a medalha de bronze e na continuação, se esticou para passar os chineses e chegou a encostar no ucraniano que liderava a competição e que acabou vencendo por centésimos de segundos e ainda quebrando o recorde paralimpico.

Quem também ganhou medalha de prata foi Carlos Farremberg nos 50m na categoria S13. Ele perdeu para o atleta de Belarus Ihar Boki que é o recordista mundial nesta prova.