fbpx

Brasileiros da neve estão prontos para os Jogos Olímpicos de Inverno PyeongChang 2018

Brasileiros da neve estão prontos para os Jogos Olímpicos de Inverno PyeongChang 2018 a Coréia do Sul, Brasil participa de sua oitava Olimpíada de Inverno com equipe mesclando experiência e juventude. Crédito: Divulgação CBDN

Os atletas brasileiros das modalidades de inverno participam nesta sexta-feira (9), às 9 horas (de Brasília) da abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018, na Coréia do Sul. Essa é a oitava vez que nosso País tem representantes na maior festa dos esportes de neve, e a equipe brasileiras mescla experiência e juventude como nunca.

Enquanto Michel Macedo (esqui alpino) e Victor Santos (esqui cross country) participam das Olimpíadas de Inverno pela primeira vez na história, Jaqueline Mourão e Isabel Clark (snowboard) disputam o torneio pela quarta vez, sendo que Jaque ainda tem no currículo duas edições dos Jogos de Verão, competindo no Mountain Bike.

Além dos atletas da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), participam dos Jogos de PyeongChang 2018 atletas da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG): Isadora Williams (patinação artística), Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Souza, Edson Martins e o reserva Erick Vianna (bobsled).

Bindilatti será o porta-bandeira no Estádio Olímpico liderando o Time Brasil na Cerimônia de Abertura de PyeongChang 2018, representando a delegação formada por nove atletas (mais um reserva), de cinco modalidades. Sem neve ou frio extremo em seu território, o Time Brasil é a terceira maior delegação das Américas, atrás apenas de Estados Unidos e Canadá.  A cerimônia de abertura está marcada para as 9h (horário de Brasília) desta sexta-feira (9). O Time Brasil será a 33ª delegação a desfilar, seguindo a ordem do alfabeto coreano.

“Nossa delegação combina a experiência de atletas como Jaqueline Mourão, Isabel Clark e Edson Bindilatti; com a juventude de Isadora Williams, Victor Santos e Michel Macedo. Além disso, temos a inédita participação da equipe de 2-man do bobsled. Isso nos coloca em terceiro lugar em tamanho de delegação das Américas, e à frente de 54 delegações nos Jogos. Apenas 36 países classificaram mais atletas do que o Brasil. Essa é a prova de que o trabalho de desenvolvimento dessas modalidades vem crescendo ano a ano e a cada participação olímpica”, disse o chefe da missão brasileira, Stefano Arnhold.

A primeira participação brasileira na Coreia será com Jaqueline Mourão, no dia 15, na prova de 10km estilo livre de cross country. Jaqueline é um símbolo dos atletas brasileiros de esportes de inverno. Em PyeongChang, a atleta mineira se iguala e Formiga (futebol) com o maior número de participações olímpicas entre as atletas brasileiras. Torben Grael, Robert Scheidt (vela), Rodrigo Pessoa (hipismo) e Hugo Hoyama (tênis de mesa) também têm seis edições de Jogos Olímpicos.

Jaqueline será a única – entre homens e mulheres - a competir em duas de Verão e quatro de Inverno. Em PyeongChang, a atleta disputará o esqui cross country mais uma vez (assim como em Turim 06, Vancouver 10 e Sochi 14). A atleta também disputou os Jogos Olímpicos no biatlo de inverno (Sochi 14) e no Mountain Bike (Atenas 04 e Pequim 08). “É uma honra igualar o número de participações de atletas que eu tanto admiro. Me sinto muito feliz e honrada em estar escrevendo o nome do meu país na história olímpica”, disse a atleta mineira.

Outro destaque da delegação é a experiente snowboarder Isabel Clark, que volta ao palco olímpico pela quarta vez, sempre na prova de Snowboard Cross. Isabel é a responsável pelo melhor resultado do Brasil em Jogos de Inverno, a nona colocação em Turim 2006. Isabel já anunciou se tratar de sua última participação olímpica. “Estou feliz por estar segura de minha decisão. Agora é aproveitar cada minuto”, disse Isabel, a porta-bandeira nas duas últimas edições dos Jogos. “A nossa bandeira está muito bem representada com Edson Bindilatti. Ele vai saber o que fazer com ela. É um ótimo atleta e uma pessoa muito divertida”, disse Isabel.

História – A primeira participação brasileira em uma edição de Jogos Olímpicos de Inverno aconteceu em Albertville, em 1992. Desde então, o Time Brasil esteve presente a todas as edições da competição.

A Confederação Brasileira de Desportos na Neve e a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo são as responsáveis pelo desenvolvimento das respectivas modalidades no Brasil. O Comitê Olímpico do Brasil dá suporte a esse trabalho através de repasse de recursos da Lei Agnelo/Piva e projetos especiais de apoio à classificação e participação em Jogos Olímpicos de Inverno.