Brasileiros se dão bem no card preliminar do UFC 224

Brasileiros se dão bem no card preliminar do UFC 224 Warley Alves venceu nocauteando Sultan Aliev. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

Os brasileiros fizeram a festa no Card preliminar do UFC 224. Das 7 lutas previstas, foram quatro vitórias e a maioria por nocaute no Jeunesse Arena.

Na primeira vitória do dia, Markus Peres, o “Maluko” derrotou o americano James Bochnovic por nocaute ainda no primeiro round na categoria peso médio.

“Eu treinei para nocautear no primeiro round, na verdade, mas o cara veio muito afobado, tentando me levar para o chão. Eu não sou faixa preta, mas sou um dos melhores no chão e ele se deu mal. Eu quero lutar mais, meu foco sempre foi esse, lutar o máximo de vezes possível. Dessa vez eu comecei com o pé direito, treinando em casa. Esse que vocês viram dentro do octógono é o verdadeiro Markus.” – Conta sobre a vitória.

Outra vitória de grande destaque foi a vitória Warley Alves na categoria meio-médio. Ele derrotou o russo Sultan Aliev por nocaute no segundo round quando o olho dele praticamente fechou e ficou sem condições de luta.

“percebi que o olho dele estava fechando e vi que podia fechar a luta e comecei a bater em cima. Sabia que ele é um atleta forte e fui cauteloso e quando dei 3 joelhadas dele e ele sentiu e vi que era a hora que tinha para vencer. Comecei a bater nele e consegui chegar lá. Sou brasieiro e tenho garra e vim aqui para ser campeão” – Diz.

Em seguida, foi a vez de Elizeu Zaleski, o capoeira, a lutar e vencer por nocaute no segundo round o americano Sean Strickland.

“Todo mundo sabe que meu adversário era um cara bom eu quero poder vir a lutar com os caras bons e bater que é o que eu mais gosto. Fiz o possível para vencer e consegui e espero continuar aos pouquinhos para poder ser campeão um dia.”

O último brasileiro a vencer no card preliminar foi David Ramos por nocaute ainda no primeiro round o alemão Nick Hein. Ele que mora do outro lado da rua da Arena, se sentiu como se tivesse ido treinar.

“Moro do outro lado da rua da Arena e vencer aqui foi como se eu tivesse saído para treinar. Aproveitei a comidinha da mamãe e uma das minhas alegrias foi ter meu filho me abraçando na véspera da luta e isso é muito aconchegante. Foi minha segunda vitória no UFC e venho buscar sempre a vitória no nocaute sem precisar que a luta se estique por 3 rounds. Agora a minha meta é lutar com o campeão e vencer um passo de cada vez.” – Finaliza.

Outras três lutas aconteceram no octógono montado no Jeunesse Arena. O russo Ramazan Emeev venceu na decisão dos juízes depois de uma luta apertada contra Alberto Mina. O sueco Jack Hermansson conseguiu nocautear no terceiro round Thales Leites e o russo Oleksiy Oliynyk também finalizou o brasileiro junior Albini.

Resultados do Card Preliminar:

Luta 1: Peso-médio: Markus Perez (“Maluko”) x James Bochnovic (EUA) - Markus Perez venceu no primeiro round

Luta 2: Meio Médio: Alberto Mina x Ramazan Emeev (Russo) - Ramazan Emeev venceu por decisão unanime dos juizes

Luta 3: Peso-médio: Thales Leites x Jack Hermansson (sueco) – venceu por nocaute no final do terceiro round

Luta 4: Meio-Médio:  Warlley Alves x Sultan Aliev (Rússia) – Vencedor por nocaute técnico

Luta 5 Meio-médio: Elizeu Zaleski dos Santos Capoeira x Sean Strickland (EUA) – venceu por nocaute no segundo round

Luta 6: Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein (Alemão) – venceu por nocaute no primeiro round

Luta 7: Peso-Pesado: Oleksiy Oliynyk (Russo) venceu por finalização x Júnior Albini

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.